Platão: A Alegoria da Caverna

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Platão: A Alegoria da Caverna por Mind Map: Platão: A Alegoria da Caverna

1. Teoria das Ideias: dualismo platônico

1.1. Mundo Inteligível

1.1.1. Acessível somente pelo espírito, pelo intelecto (ideia);

1.1.2. Imutável e independente do tempo e do espaço material (ideia de Parmênides de Eleia);

1.1.3. "Sair da caverna" era atingir o Mundo das Ideias, que não se contradiz.

1.2. Mundo Sensível

1.2.1. Plano terreno que vivemos em meio as aparências;

1.2.2. Percebido por nossos sentidos (falhos, por sua vez), o mundo concreto;

1.2.3. Prisioneiros: aqueles que possuem apenas o conhecimento sensível do mundo.

2. Consenso e dissenso

2.1. A pretensão de Platão era atingir o consenso entre os homens, a concórdia por meio do entendimento do justo, do verdadeiro, do belo e do bem, ou seja, permitir que saiam da caverna.

2.2. O dissentimento entre os homens significa sentir diferente, opinar diferente, ou seja, estar no interior da caverna contemplando as sombras.

3. Conhecimento

3.1. Ao buscar o conhecimento, o homem liberta-se da caverna; fora dela, encontra a clareza, a luz, o Mundo Inteligível;

3.2. O caminho para o conhecimento não era adquirir algo novo, mas recuperar em si a verdade impressa na alma (teoria da reminiscência de Platão).

4. Obra

4.1. A República (livro VII)

4.1.1. A Teoria das Ideias de Platão tenta reconciliar as teses de Heráclito de Éfeso e Parmênides de Eleia acerca da identidade do Ser e o conhecimento.