Orçamento empresarial e análise de investimentos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Orçamento empresarial e análise de investimentos por Mind Map: Orçamento empresarial e análise de investimentos

1. Demonstrativo de resultado (DRE)

1.1. É uma demonstração financeira essencial para mensurar o resultado da empresa. Tem a finalidade de calcular receitas operacionais e não operacionais diminuídos os custos de produtos e operação além das despesas do período.

1.1.1. Para a verificação do resultado projetado para o período orçamentário, é realizado DRE projetada, com dados obtidos do orçamento de vendas, produção e despesas operacionais. Na DRE projetada são acrescentadas as colunas de Projetado, Realizado e Variação Percentual.

2. Balanço patrimonial projetado

2.1. É apresentado de forma a comparar o exercício projetado com o que realmente aconteceu no exercício orçado.

2.1.1. Os objetivos são: reunir todos os elementos patrimoniais no exercício orçado; em termos financeiros, informa a capacidade financeira no período orçado; em termos econômicos, mostra a situação patrimonial da empresa; possibilita a análise do balanço através de indicadores: liquidez, solvência geral, endividamento, imobilização, entre outros.

3. Orçamento de investimentos

3.1. Compreende os investimentos dos planos operacionais já deflagrados no passado e em execução no período orçamentário, bem como investimentos necessários detectados para o período em curso.

3.1.1. Análise das alternativas de investimentos: é condição intrínseca do orçamento de investimentos a aplicação das técnicas de análise de alternativas de investimentos e rentabilidade de projetos;

3.1.2. Finalidades e principais orçamento de investimentos: de modo geral, todos os elementos do ativo não circulante deverão ser atendidos por uma peça orçamentária. A finalidade é complementar o orçamento das depreciações por centro de custos, bem como dar subsídios para o orçamento de financiamentos.

4. Orçamento de financiamentos

4.1. O objetivo é orçar tudo que estiver relacionado com a área de obtenção de fundos, com respectivos gastos de manutenção e pagamentos. As principais necessidades são: investimentos em ativo permanente; aumento de capital de giro; programas estratégicos de propaganda; atualização de sistemas de informação; novas tecnologias, fusões e etc.

4.2. É formado por: orçamentos dos novos financiamentos ou fontes de fundos, suas despesas financeiras e desembolsos; orçamento das despesas financeiras e desembolsos dos financiamentos já existentes; orçamento de outras despesas financeiras; orçamento de outras receitas financeiras.

5. Orçamento de capital

5.1. O objetivo é classificar e analisar os investimentos da empresa com base no retorno deles. Requer uma estimativa de fluxo de caixa livre que será obtido com o projeto analisado. O fluxo de caixa gerado por um ativo deve ser superior ao custo desse ativo.

5.2. Possui grande relevância, a partir do seu exame serão tomadas decisões de investimentos a longo prazo. Logo a empresa se posicionará mais competitivamente no mercado.