Getúlio Vargas

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Getúlio Vargas por Mind Map: Getúlio Vargas

1. Código Eleitoral

1.1. criação da Justiça Eleitoral;

1.2. adotação do voto secreto;

1.3. imposição da obrigatoriedade do voto;

1.4. concessão do direito de voto e do direito de se candidatar às mulheres maiores de 21 anos.

2. tornou-se presidente do Brasil após a Revolução de 1930

2.1. Essa crise aconteceu em decorrência da entrada de novos atores nos quadros da política brasileira e das disputas que começaram a surgir entre as oligarquias que controlavam a política do país.

2.1.1. A candidatura de Vargas, não conseguiu mobilizar a quantidade de votos suficientes e foi derrotada por Júlio Prestes.

2.1.1.1. Com a derrota, parte da Aliança Liberal partiu para a conspiração contra o governo estabelecido.

2.1.1.2. A aliança liberal foi uma aliança política efetuada em 1929 no Brasil,unindo grande parte dos opositores à candidatura de JÚLIO PRESTES à presidência da república.

2.2. Quando o presidente Washington Luís passou por cima do acordo com Minas Gerais ,lançou um candidato paulista na disputa pela presidência: Júlio Prestes.

3. Vargas havia sido deputado federal entre 1923 e 1926, ministro da Fazenda entre 1926 e 1927 e era o então governador do Rio Grande do Sul.

3.1. Após o assassinato de João Pessoa iniciou-se um levante contra o governo de Washington Luís

3.2. a conspiração levou a um levantamento militar que teve como estopim o assassinato de João Pessoa, vice de Getúlio Vargas.

3.3. Uma revolta começou em 3 de outubro e no dia 24 do mesmo mês, Washington Luís foi dispensado do cargo de presidente.

4. O levantamento militar durou alguns dia e pouco tempo depois o Brasil nomeou Getúlio Vargas como o novo presidente provisório em 3 de outubro de 1930

5. Governo Provisório

5.1. Getúlio Vargas no poder tinha como objetivo organizar a nação visando a formar uma Assembleia Constituinte que elaborasse uma nova Constituição

5.2. Porem Getúlio tinha outros planos para o Brasil como a ideia a princípio era reformar todo o modelo político brasileiro, pois ele temia que as oligarquias tradicionais retomassem ao poder novamente

5.3. Uma das marcas do governo de Vargas, já manifestada no Governo Provisório, foram as medidas centralizadoras. Nessas medidas centralizadoras destacavam-se: A dissolução do Congresso Nacional e das Assembleias Legislativas estaduais e municipais e a substituição dos governadores de Estado por interventores nomeados pelo próprio Vargas.

5.4. Uma nova Constituição e realização de uma nova eleição presidencial começaram a gerar fortes insatisfações entre a elite política, sobretudo no estado de São Paulo, a partir de 1932. Para conter tais insatisfações, foi formulado em fevereiro de 1932, um novo Código Eleitoral.

6. revolução Constitucionalista de 1932

6.1. A Revolução Constitucionalista foi um movimento armado iniciado em 9 de julho de 1932, liderado pelo estado de São Paulo, que defendia uma nova Constituição para o Brasil e atacava o autoritarismo do Governo Provisório de Getúlio Vargas.

6.2. A rendição dos paulistas aconteceu, oficialmente, em 1º de outubro de 1932. Logo em seguida, Vargas: “prendeu os rebeldes, expulsou oficiais do Exército

7. Constituição de 1934

7.1. A Constituição Brasileira de 1934, promulgada em 16 de julho pela Assembleia Nacional Constituinte, foi redigida "para organizar um regime democrático, que assegure à Nação, a unidade, a liberdade, a justiça e o bem-estar social e econômico

7.2. Um dia depois da promulgação, Getúlio Vargas foi reeleito presidente em votação indireta realizada na Assembleia Constituinte.

8. Produzido pela aluna Mayara Provin turma 105