Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
MEIOSE I por Mind Map: MEIOSE I

1. É a primeira divisão da meiose, onde os cromossomos homólogos duplicados formam pares e ocorre a permutação (troca de pedaços entre as cromátides), passando assim para as outras fases: PRÓFASE I,METÁFASE I, ANÁFASE 1, TELÓFASE 1 E CITOCINESE 1

2. PRÓFASE I: é subdividida em 5 fases:

2.1. Leptóteno: cada cromossomo é formado por duas cromátides. Pode-se notar a presença de pequenas condensações, os cromômeros.

2.2. Zigoteno: inicia-se o emparelhamento dos cromossomos homólogos, denominado de sinapse, que se completa no paquíteno.

2.3. Paquíteno: cada par de cromossomos homólogos possui quatro cromátides, constituindo uma bivalente ou tétrade, formada por cromátides-irmãs: as que se originam de um mesmo cromossomo e as cromátides homólogas: as que se originam de cromossomos homólogos. Essas podem sofrer uma ruptura na mesma altura, e os dois pedaços podem trocar de lugar, realizando uma permutação. Como os cromossomos são portadores de genes, ocorre uma recombinação gênica.

2.4. Diplóteno: os cromossomos homólogos começam a se afastar, mas permanecem ligados pelas regiões onde ocorreu a permutação. Tais regiões constituem os quiasmas.

2.5. Diacinese: continua ocorrendo condensação e separação dos cromossomos homólogos. Com isso, os quiasmas vão escorregando para as pontas das cromátides, processo denominado terminação dos quiasmas. À medida que as fases evoluem, o nucléolo e a carioteca desaparecem.

3. METÁFASE I:

3.1. Assim como na mitose, os cromossomos se condensam ao máximo formando a placa metafásica Há um cromossomo em cada par direcionado para um polo.

4. ANÁFASE I:

4.1. Os pares de cromossomos homólogos, começam a se separar. Cada componente do par de homólogos migra em direção a um dos polos da célula.

5. TELÓFASE 1:

5.1. Caracterizada pelo desaparecimento do fuso miótico e reorganização do nucleo. A carioteca se refaz, o nucléolo reaparece e os cromossomos formados podem se descondensar

6. CITOCINESE 1:

6.1. Finalmente, o citoplasma pode se separar e então se formam duas células filhas, cada uma com metade do numero de cromossomos da célula mãe