CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO por Mind Map: CRESCIMENTO E DESENVOLVIMENTO ECONÔMICO

1. Distribuição interna de riquezas

1.1. Para promover o desenvolvimento de um país com maior equidade, é necessária uma distribuição eficaz de riquezas a fim de reduzir as desigualdades sociais inerentes ao sistema capitalista.

2. O que é crescimento?

2.1. O crescimento econômico refere-se ao aumento quantitativo da economia, que pode ser mensurado, por exemplo, por meio de índices como o PIB e o PNB, que consideram a capacidade produtiva de um país.

3. Para compreender o Produto Nacional Bruto (PNB), é importante destacar que, além da soma da produção interna de uma nação, existem os recursos vindos do exterior, como os lucros de empresas nacionais instaladas fora do país e aqueles provenientes dos gastos de turistas estrangeiros

4. PNB

5. PIB

6. O Produto Interno Bruto (PIB) é a soma de todos os bens e serviços produzidos em um país durante um ano. Além da produção de bens e serviços internos, estão inclusos os investimentos, os gastos do governo e a diferença entre exportações e importações.

7. O que é desenviolvimento?

7.1. O desenvolvimento econômico, por sua vez, é mais amplo e se refere ao aumento qualitativo da economia. Para isso, são analisados fatores como distribuição de renda, poder de compra, desemprego, entre outros que implicam diretamente na qualidade de vida das pessoas, como a expectativa de vida e o acesso à educação, saúde e lazer. Como exemplo o Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) é um dos indicadores que comparam a situação socioeconômica das nações.

8. AF GEOGRAFIA/ 2º BIMESTRE / ALUNA: GABRIELA MATHIAS KERCHE FÁVARO Nº06

9. Nível de industrialização A industrialização pode proporcionar o crescimento de uma nação, pois a ampliação da produção gera empregos e capital, que são indicadores econômicos fundamentais. Contudo, o ideal é que essa industrialização não seja dependente de tecnologia externa, sendo importante o investimento em pesquisas e novas tecnologias próprias (nacionais).