CÉLESTIN FREINET

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
CÉLESTIN FREINET por Mind Map: CÉLESTIN FREINET

1. Nasceu em Gars, na França, em 15 de outubro de 1896.

2. Completou seus estudos iniciais aos 13 anos, e três anos mais tarde entrou para a Escola de formação para professores.

3. Criou o slogan: Abaixo aos manuais escolares, pois a oposição entre as correntes educacionais tornaram-se desfavoráveis.

4. Em 1914, seus planos mudaram, Freinet foi convocado para a 1 Guerra Mundial, portanto, não conseguiu concluir seu curso.

5. Durante a Guerra, gases tóxicos afetaram seus pulmões, o que foi o enfraquecendo.

6. Mesmo debilitado Freinet retoma sua vida e sua luta pela educação.

7. No ano de 1922, é convidado para ir para Altona, ali aproveita a oportunidade para refletir o trabalho pedagógico que nessa região era garantido as crianças.

8. Entre 1923 a 1925, após o envolvimento com atividades ligadas a educação, Freinet foi colaborador na revista Clarté.

9. Defendia (em seus artigos), a obrigatoriedade de escolarização para crianças de 6 a 10 anos.

10. Conhece Élise em 1925 e no ano de 1926 casa-se.

11. Em Vence, 1935, dá início a uma escola livre, a primeira escola proletária particular, com isso, aprofunda e cria outras técnicas para amadurecer suas ideias sobre educação do trabalho.

12. Para Freinet, a aprendizagem se dava por um método natural, ou seja, a criança aprendia diante do manuseio, da investigação dos objetos a serem estudados, o ambiente onde estavam.

13. Criou a Pedagogia do Trabalho, para ele o trabalho que orienta a vida escolar, que o objetivo disso é formar cidadãos preparados, com criatividade e liberdade para o futuro.

14. Para ele, a sala de aula é um lugar de diálogo, escolhas e compartilhamentos. O papel do professor é trabalhar em conjunto com o aluno, atividades voltadas para um bom desenvolvimento do aluno e alternativas estratégicas de aprendizagem.

15. Algumas das técnicas de Freinet se constituíram a partir de propostas como: o jornal escolar, o jornal mural, a roda da conversa, a correspondência interescolar, o livro da vida, o fichário, o álbum da turma e a aula-passeio.

16. Em 1940 foi preso por questões políticas e ideológicas, com sua prisão foi mandado para o campo de concentração de Var. Mesmo com seus problemas pulmonares estarem se agravando mais, lecionava para os colegas de exílio. Élise o ajuda ser solto, onde em seguida, se congrega a Resistencia Francesa.

17. Em 1950, Freinet é acusado de apresentar uma proposta pedagógica a serviço da burguesia. Deixa o partido comunista e se defende mostrando que o trabalho na escola deve ser visto não só como um meio didático, mas como uma prática ligada à vida e ao contexto histórico-social dos alunos.

18. Falece no ano de 1966, aos 70 anos, na cidade de Saint Paul, em sua própria escola, deixando a ideia de uma pedagogia baseada na essência da vida humana.

19. Sua Pedagogia é praticada há mais de meio século em vários países da Europa. Mesmo sendo antiga, se renova a cada dia, porque se trata de um movimento pedagógico de professores e, por meio da troca das experiências entre os docentes, ela se atualiza constantemente.