ROTEIRO DE ESTUDOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
ROTEIRO DE ESTUDOS por Mind Map: ROTEIRO DE ESTUDOS

1. ROCHAS DA CROSTA TERRESTRE

1.1. SÃO ELAS:

1.1.1. ÍGNEAS OU MAGMÁTICAS SÃO FORMADAS PELO RESFRIAMENTO DO MAGMA PODEM SER: Vulcânicas: quando o magma se resfria na superfície terrestre ex: Basalto (usado para estradas) Plutônicas: são formadas com o resfriamento do magma abaixo da superfície terrestre ex: Granito (usado para detalhes em casas)

1.1.2. Sedimentares: Formadas pelo acúmulo e pela compactação de sedimentos, que são em geral, fragmentos de outras rochas. Esses fragmentos são formados pelo intemperismo, que corresponde a ação de fatores climáticos como mudanças de temperatura que alteram a cor, textura, a composição ou a forma de que é exposto por ele. Os fragmentos podem ser transportados pelos ventos ou águas ex: marga (usada para nivelação da Eira).

1.1.2.1. FÓSSEIS E AS ROCHAS SEDIMENTARES: A formação de um fóssil pode acontecer quando um organismo morto (ou parte dele) é soterrado por sedimentos, impedindo a ação de micro organismos decompositores e de outros agentes, como a água da chuva e do vento, que causam a deterioração do material. Ao longo do tempo, novas camadas de sedimentos vão se acumulando formando uma rocha sedimentar que é onde fica o fóssil.

1.1.3. Metamórficas: Formadas pela transformação de qualquer tipo de rocha em estado sólido, como as Ígneas, as sedimentares e as próprias metamórficas. Essa transformação acontece quando, em partes profundas da crosta terrestre, as rochas são submetidas a altas pressões e temperaturas, produzindo assim novas texturas e minerais, alterando a composição mineral da rocha. Essas rochas normalmente são usadas nas construções civis. Ex: Gnaisse, mármore...

2. Os solos SOLO =PARTÍCULAS MINERAIS+MATÉRIA ORGÂNICA+ AR +ÁGUA

2.1. Camadas do solo

2.1.1. Camada O: formada por MUITO MATERIAL ORGÂNICO, águas, plantas, restos de animais etc. Também é a camada mais superficial

2.1.2. Camada A: formada por terra preta, fofa, rica em material orgânico, água e sais minerais.

2.1.3. Camada B: formada por muitos fragmentos da rocha mãe, partículas minerais de areia, argila e silte, rico em ar. E é a camada do meio

2.1.4. Camada C:Formada por partes pouco fragmentadas da rocha-mãe.

2.1.5. Camada R: formada pela Rocha-mãe (ou Rocha-matriz), que sofre o intemperismo. Também é a camada inferior

2.2. Composição do solo

2.2.1. Matéria orgânica: São organismos vivos ou em decomposição, juntos formam o húmus , fertilizante importante para o desenvolvimento de plantas

2.2.2. Matéria inorgânica são a água e o ar e alguns minerais. Os fragmentos minerais são o resultado do desgaste sofrido pelas rochas ao longo dos anos. De acordo com o tamanho são classificados em Areia (0,06 a 2 mm), Silte (0,004 a 0,06) e Argila (até 0,004)

2.3. Tipos de intemperismo

2.3.1. Intemperismo físico: Alguns fenômenos mecânicos repetidos ao longo de muito tempo, junto com a água (hídrica) e o vento (eólica)

2.3.2. Intemperismo químico: substâncias químicas que entram em contato com a rocha e reagem causando um desgaste, ocorre uma reação química.

2.3.3. Intemperismo biológico: Fragmentação de rochas, causada por plantas, animais fungos e microrganismos. o Intemperismo Biológico muitas vezes causa alterações na rocha que permitem a ação de agentes físicos e químicos. A ação humana também causa grandes transformações nas rochas e nos solos.

2.4. Usos do solo

2.4.1. O solo pode ser usado para:

2.4.2. Moradias (prédios, casas, sobrados, etc.)

2.4.3. EXTRATIVISMO

2.4.3.1. Alguns usos do solo também fazem parte do extrativismo (atividades de coleta de produtos naturais). são eles:

2.4.3.2. Agricultura--plantações

2.4.3.3. Criação de animais--pecuaria

2.5. Causas da degradação do solo

2.5.1. Poluição: Lançamento de resíduos ou produtos químicos no solo: Lixo: falta de aterros sanitários adequados, o chorume se infiltra no solo (lâmpadas, pilhas e baterias, remédios, etc. Esgoto doméstico e industrial: lançamento do esgoto sem tratamento no solo; Agrotóxicos/pesticida/inseticida/defensivo agrícola/“veneno”: produtos químicos usados para eliminar “pragas” = seres vivos que prejudicam as plantas (insetos, larvas...); acaba infiltrando no solo junto com águas das chuvas ou irrigação; Fertilizantes/adubos químicos: alteram sua composição levando a salinização e a acidificação; Mineração: Pode liberar produtos químicos e tóxicos no solo, além do rejeito... Contaminação nuclear

2.5.2. Erosão: é o desgaste do solo, a perda de partículas minerais e material orgânico devido à ação do ambiente (natural) ou do homem (artificial = causada pelo homem). O solo fica exposto e sua camada de nutrientes é perdida. Tipos de Erosão: - Erosão hídrica: causada pela ação da água (chuva, irrigação, rios, mares). - Erosão eólica: causada pela ação do vento. Causas da Erosão: - Lixiviação: desgaste superficial dos nutrientes do solo à laterização. - Desmatamento: retirada da vegetação deixando o solo exposto. Consequências da Erosão: - Assoreamento dos rios: o solo das margens se depositam no rio e o tornam cada vez mais raso... - Desertificação: a parte fértil (material orgânico) é perdida e sem a

2.5.3. Compactação e impermeabilização: Compactação é a redução dos espaços (poros) entre os grãos do solo deixando-o mais denso e impedindo a passagem de água tornando-se impermeável. Causas: tráfego intenso de máquinas agrícolas ou animais, falta de rotação de culturas, pavimentação (concreto, asfalto, construções...)... Consequências: afeta e até impede o desenvolvimento das raízes, aumenta o escoamento superficial podendo causar enchentes

2.5.4. Queimadas: a queimada da vegetação reduz a quantidade de matéria orgânica e de nutrientes, e a atividade e diversidade da fauna do solo. Causas: natural (como no cerrado), pratica agrícola antiga do preparo do solo (hoje ilegal), criminosa para eliminar a vegetação... consequências: empobrecimento do solo, o solo pode levar a erosão, laterização do solo...

2.6. Conservação dos solos

2.6.1. Manter a cobertura da mata ciliar: A floresta impede a erosão e devolve a matéria orgânica para o solo, além de manter a umidade do ar regulando as chuvas. Manter a mata ciliar: manter a vegetação ao redor dos rios e mananciais pois impede a erosão e permite a infiltração da água da chuva reabastecendo os corpos d"água.

2.7. Uso de técnicas adequadas para plantio: Irrigação e drenagem: Controlar a quantidade que chega e deve sair da plantação; Aração: revolver o solo para aumentar os poros (ar)e evitar a compactação ; Calagem: colocar cal no solo para diminuir a acidez (equilibrar partículas minerais). Adubação orgânica/verde: realizada com matéria orgânica natural, restos de plantas e esterco de animais. Plantio Direto: planta-se sobre os restos de cultivos anteriores (+matéria orgânica, -erosão).