Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Era Vargas por Mind Map: Era Vargas

1. Tal era corresponde a período em que Getúlio Vargas (1882-1954) governou o Brasil em três momentos, sendo eles, Governo Provisório (1930-1934), Governo Constitucional (1934-1937) e Estado Novo (1937-1945).

2. Governo Provisório: Este governo caracterizou-se pelo início do processo de centralização do poder, pela eliminação dos órgãos legislativos em níveis federal, estadual e municipal e ausência de eleições. Características: - Nomeação de interventores federais para os estados; - Criação do Ministério do Trabalho, Industria e Comércio; - Promulgação de "Leis Trabalhistas"; - Criação da Justiça do Trabalho; - Publicação do Código Eleitoral (instituído o voto secreto e o voto feminino); - Compra e queima de 78 milhões de sacas de café e proibição de novas plantações do produto.

3. Governo Constitucional: Durante o Governo Constitucional ocorreu a Revolta Comunista, conhecida como Intentona, em oposição ao governo. O Partido Comunista Brasileiro estava ilegal desde 1927 e muitos de seus membros participaram da ANL (Aliança Nacional Libertadora) . No entanto, esta também seria extinta e vários dos seus membros foram perseguidos. Alguns setores do PCB e da ANL tentam tomar o poder através das armas e então, tentam articular a Intentona Comunista, de 1935, dirigida por Luís Carlos Prestes (1898-1990). O golpe não se concretiza e a repressão foi feroz, incluindo torturas e prisões ilegais por parte da polícia política chefiada por Filinto Müller (1900-1973). Dois anos mais tarde, em 1937, Getúlio Vargas alega que existia outra tentativa de golpe comunista, conhecida como Plano Cohen. Este será o pretexto para o fechamento do Congresso, cancelamento das eleições presidenciais e a anulação da Constituição de 1934. Na verdade, o plano foi realizado pelo capitão integralista e aliado de Vargas, Olímpio Mourão Filho (1900-1972), e utilizado pelo governo para justificar o estado de sítio e inaugurar o Estado Novo.

4. Estado Novo: Sendo a quarta Constituição do Brasil e terceira republicana. Tal período é considerado o mais repressivo e ditatorial da Era Vargas. Características: - Baseada na constituição fascista da Polônia; - Outorgada; - Extinção dos partidas políticos; - Supressão da federação e de todos os hinos, bandeiras, escudos e armas estaduais e municipais (Estado Unitário); - O Executivo Federal (Presidência da República) de modificar a constituição e governar por decretos; - Introdução da pena de morte; - Proibição de greves e controle dos sindicatos pelo Estado (sindicatos pelegos) e imposto sindical obrigatório.

5. Fim da Era Vargas: A contradição entre lutar contra uma ditadura e viver num regime sem democracia determinou o começo do fim da Era Vargas. Vários intelectuais, associações de estudantes e mesmo parte dos militares, começam a protestar abertamente contra o regime varguista. No dia 29 de outubro de 1945, Getúlio Vargas foi deposto por um golpe militar e pela U.DN. (União Democrática Nacional), sendo conduzido ao desterro na sua cidade natal, São Borja/RS. Porém, em 1951, retornaria à Presidência concorrendo pelo Partido Trabalhista Brasileiro (PTB). Neste mandato, alcançado pelo voto popular, lança as bases para criação da Petrobras. Vargas suicidou-se no Palácio do Catete em 24 de agosto de 1954 com um tiro no peito. Sua carta-testamento explicava os motivos de sua decisão com uma frase célebre: "Deixo a vida para entrar na História".