YellowHello

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
YellowHello por Mind Map: YellowHello

1. GARRA ACESSORIA

1.1. COPIA SEMANAL

2. CHEIRO DE MATO

2.1. MANIPULADOS

2.1.1. Bloqueadores de Carboidratos Como Funcionam? https://www.instagram.com/p/CBicKiuAZJT/

2.1.2. Silício Orgânico (Ácido Ortosílico) O que é? Quais seus Benefícios? https://www.instagram.com/p/CBazVgKgMTp/

2.1.3. Polivitamínicos https://www.instagram.com/p/B_GTYV9g0wJ/

2.1.4. Óleo de Prímula https://www.instagram.com/p/BLzV4sUBU7Q/

3. ACADEMIA STUDIO C

3.1. Motivacional

3.1.1. Cuide bem do seu corpo, ele é o único lugar que você tem para viver.

3.1.2. Se a vida se tornar uma barra, coloque as anilhas, apoie nas costas e agacha.

3.1.3. Você pode ter resultados ou desculpas. Nunca os dois.

3.1.4. Não é sorte, é trabalho duro.

3.2. Assunto

3.2.1. 6 dicas para ganhar massa muscular mais rápido:

3.2.1.1. 1. Fazer cada exercício de forma lenta 2. Não parar o exercício assim que começar a sentir dor 3. Treinar de 3 a 5 vezes por semana 4. Ter uma alimentação rica em proteínas 5. Treinar de forma intensa 6. Trocar de treino de forma regular

3.2.2. Cadeira extensora: O que é e benefícios.

3.2.2.1. O que é? A cadeira extensora é um dos treinos mais populares na prática da musculação. Focado nos membros inferiores, esse exercício tem como objetivo o ganho de força da região e a hipertrofia muscular. Benefícios Por ser realizado pela extensão dos joelhos, o maior benefício desse exercício é a tonificação e fortalecimento do quadríceps femoral, trabalhando os seguintes músculos: Vasto lateral Vasto medial Vasto intermédio Reto femoral

3.2.3. O que é e o que não é recomendável fazer no pré e pós-treino

3.2.3.1. O que é recomendável fazer? - Descansar ou dormir após o treino - Comer alimentos leves antes do treino - Ingerir carboidrato - Beber bastante água O que não é recomendável fazer? - Tomar remédios sem restrição antes do treino - Não se Aquecer - Beber álcool em excesso - Comer carne vermelha - Ir a academia com sono

3.2.4. Qual o melhor treino: com halteres, barra ou aparelhos?

3.2.5. 5 exercícios que emagrecem mesmo quando a genética dificulta:

3.2.5.1. Jogging, ou o trote Quem já está em um nível mais avançado da caminhada pode adotar o trote como exercício. O estilo se diferencia do anterior tanto no ritmo, que neste é mais acelerado, e também na passada, que é mais curta do que quando caminha. Caminhada A caminhada é um dos exercícios mais fáceis de realizar, pois não exige habilidade, é barata, pode ser feita praticamente a qualquer hora do dia, não tem restrição de idade e ainda pode ser executada dentro de casa se você tiver uma esteira. Marcha atlética Marcha atlética é uma modalidade do atletismo onde se executa uma progressão de passos de maneira que o atleta sempre mantenha contacto com o solo com, pelo menos, um dos pés. Dança A dança pode trazer ao ser humano inúmeros benefícios: terapêuticos, culturais, sociais, educacionais a científicos. Como em toda atividade física o cérebro libera serotonina, substância que traz a sensação de alívio, melhorando o humor e o sono. Yoga O yôga traz diversos benefícios para a saúde, tanto de mulheres quanto de homens, porque trabalha o corpo e a mente de forma interligada, com exercícios que auxiliam para o controle do estresse, ansiedade, dores no corpo e na coluna, além de melhorar o equilíbrio e facilitar o emagrecimento.

3.2.6. Adolescente pode fazer academia?

3.2.6.1. Na verdade, não existe uma idade mínima para que se iniciem as atividades físicas, desde que criança ou adolescente tenha desenvolvido equilíbrio, força e destreza e tome os devidos cuidados para evitar lesões. Antes dos 10 anos de idade os treinos englobam atividades lúdicas na academia. Não com o objetivo de ganhar massa muscular, mas sim de tirar as crianças do sedentarismo. Atualmente, já existem até academias especializadas na faixa etária infantil no Brasil. Antes dos 16 anos de idade, todo praticante (sem exceções) deve ter o acompanhamento de um profissional especializado durante todo o treino. Não apenas na hora de montar a série a ser realizada. Desta maneira, o aluno acaba melhor orientado sobre os exercícios mais indicados, assim como as repetições, posições e os pesos que devem ser usados.

3.2.7. Benefícios do pilates:

3.2.7.1. Melhora da postura Mais prazer na relação sexual Aumento do tônus muscular Maior mobilidade articular Evolução da marcha e corrida Alívio de tensões Foco na respiração Incremento da flexibilidade

3.2.8. 5 dicas para se livrar da dor nas costas:

3.2.8.1. 1. Não fique muito tempo na posição deitada 2. Alongue-se com frequência 3. Não trabalhe ou exercite-se com a dor 4. Não pule o aquecimento 5. Não ignore a dor

4. ÓTICA VIZU

4.1. Problemas/duvidas visão

4.1.1. Como os óculos antirreflexos funcionam?

4.1.1.1. O que é uma lente antirreflexo? A lente antirreflexo reduz os reflexos de luz nas lentes do óculos. Com ela você enxerga tudo de forma muito mais clara, porque funciona como uma espécie de barreira que bloqueia aqueles reflexos indesejados que podem atrapalhar a sua visão. Não é à toa que é um dos tratamentos mais procurados entre as pessoas que vão usar óculos de grau, pois traz a vantagem de uma visão mais nítida. Além disso, é bastante comum as lentes que acompanham antirreflexo, também virem com tratamento antirrisco, tornando as lentes mais resistentes a arranhões.

4.1.2. Quais os sinais de que preciso trocar meus óculos?

4.1.2.1. Existem alguns sintomas bem pontuais de que os seus óculos já estão defasados para as suas necessidades. Confira a seguir e, se estiver experimentando qualquer um deles, procure o seu oftalmologista: • Constantemente remover os óculos: se você fica tirando e pondo seus óculos de forma constante, porque sente que está enxergando mais confortavelmente sem eles, talvez esteja na hora de trocar o seu grau; • Dores de cabeça frequentes: se você tem dores de cabeça e não sabe o que está causando, pode ser porque o seu grau não está mais adequado. O mesmo vale para tonturas, vertigens e, às vezes, até mesmo náuseas; • Lentes gastas: se você não consegue mais manter suas lentes limpas, é um sinal de que elas já estão chegando ao fim da sua vida útil e precisam ser atualizadas;

4.1.3. Só preciso usar óculos de sol em dias de sol?

4.1.4. Ficar muito tempo no computador faz mal para a visão?

4.1.4.1. Os especialistas da visão explicam que existem muitos mitos em relação ao real efeito do computador, do celular e da televisão na nossa vista. Esses aparelhos não interferem diretamente para a perda da visão, porém seu uso excessivo pode causar problemas. Equipamentos como computadores e smartphones emitem uma luz azul-violeta. Esse é um espectro muito próximo da luz Ultravioleta (UV), muito conhecida por seus danos à visão. Assim como a UV, a luz azul dos equipamentos tecnológicos pode prejudicar a visão e acarretar problemas mais sérios. Para evitar, os especialistas recomendam realizar mais pausas longe do computador. E sempre que possível usar óculos com lentes Blue Cut, uma tecnologia que impede que essa luz afete seus olhos.

4.1.5. Qual o impacto da minha alimentação na visão?

4.1.5.1. Muitas pessoas não entendem o impacto que uma alimentação balanceada pode ter na sua visão. Alimentos ricos em vitaminas A e E são os mais recomendados pelos oftalmologistas, como a cenoura. Outra indicação dos especialistas é aumentar o consumo de peixe, que é rico em Ômega 3. Por conta disso, ele ajuda a distribuir melhor o oxigênio pelo corpo e no fortalecimento do globo ocular. A ingestão de açúcares, por sua vez, deve ser feita de maneira controlada, principalmente por portadores de Diabetes tipo 1 e 2. O excesso de glicose, especialmente nos diabéticos, pode levar a perda da visão de uma maneira silenciosa e com poucos sintomas.

4.1.6. Ler no escuro prejudica minha visão?

4.1.6.1. Esse é um mito popular que não é comprovado pelos especialistas. A luz no ambiente, basicamente, ajuda seus olhos a enxergarem com mais contrastes entre as cores. Dessa forma ao ler no escuro, sua vista se esforça mais para conseguir distinguir as letras do papel. Esse hábito não piora a sua miopia, mas pode deixar sua vista cansada, o que leva a dores de cabeça mais intensas. Por isso, é melhor evitar.

4.2. Armações

4.3. Frase positiva

4.3.1. Você tem um sonho? Não deixe os outros te derrubarem, lute por aquilo que você acredita.

4.3.2. Se não puder fazer tudo, faça tudo o que puder.

4.3.3. Não importa a cor do céu, quem faz o dia bonito é você.

4.3.4. A vida é cheia de altos e baixos. É preciso permanecer positivo na vida.

5. ACADEMIA ELITE

5.1. Motivacional

5.1.1. Treinar é viver. Tem coisa melhor do que sentir a evolução do esforço no nosso corpo?

5.1.2. Acredite que você pode, assim já estará no meio do caminho.

5.1.2.1. x

5.1.3. O que parece difícil hoje amanhã será o seu aquecimento.

5.1.3.1. x

5.1.4. Você ficará melhor a cada dia se não desistir de treinar e dar o seu melhor.

5.1.4.1. x

5.1.5. O primeiro passo para chegar a algum lugar é decidir que não está mais disposto a ficar onde está.

5.2. Imagem Academia

5.3. Assunto

5.3.1. Erros ao treinar

5.3.2. A importância do Aquecimento

5.3.2.1. Por incrível que pareça, tem quem suba na esteira e regule a velocidade para dez – de cara – ou vá direto aos aparelhos de musculação com carga total. “O esforço tem que ser paulatino, crescente, de forma a acordar o organismo” O aquecimento, que deve ser feito com movimentos leves, como uma caminhada, prepara músculos, tendões e ligamentos para o esforço maior – o treinamento em si. O corpo aquecido se move mais rapidamente e produz mais força. Esse cuidado promove também a lubrificação das articulações, facilitando os movimentos. Respeitar seu corpo e entender que ele precisa ser avisado que vai sair do estado de repouso para o de movimento. Caminhe ou pedale devagar por 5 a 10 minutos e gire cotovelos, ombros e tornozelos lentamente, até sentir o corpo azeitado.

5.3.3. Riscos do excesso de carga

5.3.3.1. Seja na aula de local, seja na musculação, muitas vezes o aluno malha com uma carga elevada demais para seu nível de condicionamento. Não embarque nessa! O peso excessivo prejudica a execução ou reduz a amplitude do movimento. E não é só isso: você ainda pode ganhar uma baita lesão muscular ou articular ou ficar tão dolorida que vai querer fugir da ginástica por uns dias. Aliás, falando nisso, conscientize-se de que a dor é sinal de que algo está errado. Puxar o freio na ansiedade e seguir, fielmente, o plano montado para você. “A carga ideal é aquela que permite fazer exatamente o número de repetições propostas na série, ou seja, depois da última, você praticamente não consegue realizar mais nenhuma”.

5.3.4. Exagerar no treino

5.3.4.1. Na expectativa de obter grandes mudanças em um curto espaço de tempo, muita gente exagera no volume e na intensidade dos exercícios. Faz 30 minutos na esteira e mais 30 minutos no transport e depois uma hora no spinning – porque, afinal, todo mundo é de ferro (êpa!). Tem corpo que agüente? O excesso gera cansaço intenso, fraqueza, queda de rendimento, lesões, dores generalizadas pelo corpo e, lá na frente, perda de motivação e problemas de saúde. Existe até um termo para definir o problema quando ele se torna crônico: síndrome do overtraining. Nesse caso, os sintomas são mais graves: elevação da pressão arterial, resfriados constantes, insônia, diarréia, náusea… Se conscientizar de que a pressa é inimiga – mesmo! – da perfeição. Depois, siga o treino elaborado pelo professor, adequado ao seu condicionamento e que inclui os períodos de recuperação necessários para alcançar bons resultados.

5.3.5. Por que não é recomendado malhar de Jejum?

5.3.5.1. Parece que metade da população ainda acredita que treinar de barriga vazia ajuda a emagrecer. Nada disso. “A falta de alimentos durante o exercício leva o organismo a um sistema de ‘economia’, diminuindo o gasto calórico”. Além disso, a falta de nutrientes aumenta de forma considerável o catabolismo – perda de massa magra –, o que significa “adeus, músculos”. Em casos extremos, o ronco do estômago causa queda de pressão, desmaios e outros problemas. Pode acontecer na esteira, na bike, na aula de boxe, na ioga, na musculação… E, motivado por pressa, falta de prudência e conhecimento, desatenção e até vontade de matar a ginástica. Porém, se a mecânica do movimento está incorreta, das duas, uma: ou o exercício não surtirá o efeito desejado ou você corre o risco de sair machucada dessa história. Às vezes, o erro parece mínimo – os joelhos deveriam estar ligeiramente flexionados e não esticados –, mas, acredite, a consequência pode ser máxima. “Há uma posição certa para realizar qualquer exercício e isso deve ser respeitado sempre”.

5.3.6. A importância da hidratação

5.3.6.1. Durante a atividade física, seu corpo perde muito líquido por meio do suor. O organismo provoca essa sudorese para evitar que a temperatura suba muito. A água é importante demais e precisa ser reposta. Ela interfere em mecanismos como transportar oxigênio para os músculos, eliminar dióxido de carbono pela respiração e regular a pressão arterial para o bom funcionamento do coração. Porém, mesmo sabendo de tudo isso, tem malhadora que esquece a garrafinha… O que fazer? Grudar no seu squeeze enquanto estiver na academia. Dica: a absorção de líquidos frios ou gelados é mais rápida. Outra: se você treinar mais de duas horas por dia, talvez valha a pena trocar a água por uma bebida isotônica, eficiente também para repor os sais minerais perdidos no suadouro. O que não vale é refrigerante (óbvio), bebidas com cafeína (por causa do efeito diurético) e sucos de frutas ácidas (pesam demais).

5.3.7. A regularidade é realmente necessária?

5.3.7.1. Falamos aqui da propalada turista de academia. Muitas vezes ela chega animadaça, faz um mês de aula com aplicação ferrenha e de repente desaparece sem deixar vestígios. Também não é nada positivo dar as caras apenas uma vez por semana. Além de não conquistar benefícios, existe o risco de haver lesões. “É essencial criar uma rotina para que o corpo seja constantemente estimulado e se ganhem, de fato, o condicionamento e uma estética bacana”. O que fazer? trabalhar os mesmos grupamentos musculares todos os dias é roubada, não dá para dispensar o período de recuperação. Só depois dessa fase é que os músculos crescem e aparecem, literalmente. O caminho para isso inclui dormir de seis a oito horas por noite e deixar a musculatura de molho por pelo menos 24 horas. Aí vale malhar dia sim, dia não, ou dividir o treino, colocando exercícios para membros superiores e inferiores em dias intercalados, por exemplo. Não deixe, também, de respeitar o tempo de descanso entre as séries e os exercícios, que deve ser determinado pelo professor.