A chegada da corte e a abertura dos Portos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
A chegada da corte e a abertura dos Portos por Mind Map: A chegada da corte e a abertura dos Portos

1. Por quem foi promulgado esse ato?

1.1. Esse ato foi promulgado por D. João VI

2. Em que ano aconteceu o ocorrido?

2.1. Foi ocorrido no ano de 28 de janeiro de 1808.

3. O que foi a abertura dos portos?

3.1. Foi um tratado econômico assinado entre Portugal e Inglaterra no contexto das Guerras Napoleônicas .

4. Quem foi prejudicado com a abertura dos portos?

4.1. Os comerciantes portugueses foram os grandes perdedores porque haviam perdido lucro com o fim do pacto colonial e agora tinham de concorrer com as mercadorias inglesas em condições de “igualdade”.

5. Como a abertura dos portos beneficiou a Inglaterra?

5.1. os ingleses rapidamente tomaram conta do comércio brasileiro e a presença deles no Rio de Janeiro era significativa. O volume de mercadorias inglesas no Brasil era tão grande que as historiadoras Lilia Schwarcz e Heloísa Starling afirmam que até produtos inúteis para a realidade brasileira, como patins de gelo, foram enviados para cá.

6. Quais foram as consequências da abertura dos portos?

6.1. O que mudou na prática? A medida trouxe maior liberdade para os comerciantes brasileiros, que, então, puderam comerciar diretamente com estrangeiros. No entanto, a abertura dos portos fez com que o mercado brasileiro fosse dominado pelos comerciantes ingleses.

7. As vantagens dadas aos comerciantes britânicos, no comércio com o Brasil, fizeram aumentar a dependência do nosso país com relação à Grã-Bretanha.

8. Qual foi o motivo da abertura dos portos?

8.1. A entrada de produtos ingleses no mercado brasileiro promoveu o fim do monopólio português sobre a economia colonial.

9. Qual foi o significado da abertura dos Portos?

9.1. O termo "Abertura dos Portos" representa um ato realizado por Dom João VI cujo objetivo foi liberar os portos do Brasil para o comércio com nações amigas.