Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Vygostky por Mind Map: Vygostky

1. Mediação no ensino-aprendizagem de LE

1.1. Utilizar situações reais de uso da língua-alvo

1.2. Interação social com propósito de aprendizagem

1.3. Teletandem

1.3.1. Integrantes

1.3.1.1. Mediação

1.3.1.1.1. Física

1.3.1.1.2. Mental

1.3.2. Zona de Desenvolvimento Proximal

1.3.2.1. Distância entre o nível de desenvolvimento real

1.3.2.2. Centro de aprendizagem

1.3.2.2.1. Cotidianos

1.3.2.2.2. Científicos

2. Processos elementares

2.1. ações reflexas

2.2. associação simples

2.3. Animais

2.4. Bebês

3. Processos superiores

3.1. controle consciente do comportamento

3.2. liberdade do indivíduo

3.3. tomada de decisão a partir de uma informação nova

3.4. Humanos

4. Mediação

4.1. Relação direta

4.1.1. lembrança da experiência

4.2. Intervenção

4.2.1. relação mediada por intervenção externa

4.3. Elementos mediadores

4.3.1. Instrumentos

4.3.1.1. Trabalho

4.3.1.1.1. Relações sociais

4.3.1.1.2. Criação e utilização de instrumentos

4.3.1.2. Mediador entre o indivíduo e o mundo

4.3.2. Signos

4.3.2.1. Solução de problemas psicológicos

4.3.2.1.1. Lembrar

4.3.2.1.2. Comparar

4.3.2.1.3. Relatar

4.3.2.1.4. Escolher

4.3.2.2. Instrumentos psicológicos

4.3.2.3. Orientados para o próprio sujeito

4.3.2.4. Dirigem-se ao controle de ações psicológicas

4.3.2.5. Ferramentas que auxiliam nos processos psicológicos e não nas ações concretas

4.3.2.5.1. Listas

4.3.2.5.2. Mapas

4.3.2.5.3. Objetos para contagem de armazenamento

4.3.2.5.4. Diagramas

4.3.2.6. Processo de internalização

4.3.2.6.1. Mediação ocorre internamente

4.3.2.6.2. Elementos que representam outros

4.3.2.6.3. Representação mental

4.3.2.6.4. Lembrar, comparar, planejar, imaginar, etc.

4.3.2.6.5. Processo de transformação

4.3.2.7. Sistemas simbólicos

4.3.2.7.1. Sistemas de representação da realidade

4.3.2.7.2. Grupo cultural

4.3.2.7.3. Perceber e organizar o real

4.3.2.7.4. Mediação entre o indivíduo e o mundo

4.3.2.7.5. Códigos para decifração do mundo

4.3.2.7.6. Linguagem

5. Perspectiva sociocultural na formação de professores de línguas

5.1. Método científico

5.1.1. Superada

5.1.2. Crença de que a realidade existe para além do conhecedor

5.1.2.1. Pode ser capturada por meio de um processo cuidadoso e sistemático de coleta de dados, análise e interpretação

5.1.3. Exposição e "transmissão" de conhecimentos

5.1.4. Teoria behaviorista

5.1.4.1. formação de hábitos como consequência de estímulo e reforço

5.1.4.2. Maior falha

5.1.4.2.1. Não considerar a construção de sentidos

5.1.5. Formar professor era condicioná-lo por meio de treinamento

5.1.6. Pesquisa interpretativista

5.1.6.1. Conhecimento é socialmente construído

5.1.6.2. Conhecimento emerge das práticas sociais

5.1.7. Psicologia cognitiva

5.1.7.1. Abordagem processo-produto

5.1.7.1.1. Aprendizado era um produto do ensino

5.1.7.2. Ampliar a compreensão de como as pessoas participam e constituem a realidade social

5.1.7.2.1. Professor deve investigar como eles participam dessa constituição

5.1.7.3. Ampla pesquisa examinando diversos aspectos da dimensão psicológica do ensino

5.1.7.3.1. Primordial

5.1.7.4. Cognição do professor

5.1.7.4.1. Entrelaçada

5.1.7.4.2. A relação entre cognição e ação

5.1.7.4.3. Como o contexto pode interagir com o professor