Concepcões dos povos originários

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Concepcões dos povos originários por Mind Map: Concepcões dos povos originários

1. Raoni Metuktire

1.1. Bepkrakti, mais conhecido por Raoni Metuktire, é reconhecido por indígenas e ribeirinhos como um dos principais representantes da luta pela preservação da floresta e dos povos amazônicos e dedicou sua vida a defesa da vida e dos territórios desses povos.

1.1.1. Raoni foi um dos principais nomes nas mobilizações dos povos indígenas por direitos durante a Assembléia Constituinte (1987-88). As discussões do Capítulo dos Índios na Constituição Federal contaram com a participação ativa e essencial do cacique Kayapó.

2. Daniel Munduruku

2.1. Lecionou durante dez anos e atuou como educador social de rua pela Pastoral do Menor de São Paulo. Esteve em vários países da Europa, participando de conferências e ministrando oficinas culturais para crianças.

2.1.1. Dentre os autores indígenas, Daniel Munduruku destaca-se no cenário literário brasileiro. Sua ação é de militância, sua literatura é política.

3. Ailton krenak

3.1. íder indígena, ambientalista, filósofo, poeta e escritor brasileiro da etnia indígena crenaque. Ailton é também professor Honoris Causa pela Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) e é considerado uma das maiores lideranças do movimento indígena brasileiro, possuindo reconhecimento internacional

3.1.1. Em 2000 protagonizou o documentário Índios no Brasil produzido pela TV Escola que, dividido em dez partes, aborda a Identidade, línguas, costumes, tradições, a colonização e o contato com o branco, a briga pela terra, a integração com a natureza e os direitos conquistados dos indígenas até fins do século XX

4. Sônia Guajajara

4.1. Sônia é professora do ensino fundamental, auxiliar de enfermagem, liderança indígena feminista. Mas a sua força e coragem lhe levaram a alçar voos maiores, chegando a ser a primeira mulher indígena a concorrer numa chapa à presidência da República, em 2018, aos 44 anos.

4.1.1. Sônia Guajajara tem voz no Conselho de Direitos Humanos da Organização das Nações Unidas e já levou denúncias às Conferências Mundiais do Clima (COP) e ao Parlamento Europeu.