VIAS METABÓLICAS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
VIAS METABÓLICAS por Mind Map: VIAS METABÓLICAS

1. LIPÍDIOS

1.1. Constituintes das membranas das células, importante reserva energética, regulação hormonal.

1.1.1. FUNÇÕES

1.1.1.1. Reserva de energia

1.1.1.2. Isolante térmico

1.1.1.3. Ácidos graxos

1.1.1.3.1. RCO2H

1.1.1.4. Absorção de vitaminas

1.1.2. TIPOS

1.1.2.1. Glicerídeos

1.1.2.2. Cerídeos

1.1.2.3. Esteróides

1.1.2.4. Triglicérides

1.1.2.5. Fosfolipídios

1.1.2.6. LDL

1.1.2.6.1. Lipoproteínas de baixa densidade (Mau colesterol)

1.1.2.7. HDL

1.1.2.7.1. Lipoproteínas de alta densidade (Bom colesterol)

1.1.3. ESTRUTURA

1.1.3.1. Simples

1.1.3.1.1. Moléculas compostas por C, H, O

1.1.3.2. Complexos

1.1.3.2.1. Moléculas compostas por C, H, O, N, P, S

2. CARBOIDRATOS

2.1. Formado por moléculas de Carbono, Hidrogênio e Oxigênio

2.1.1. MONOSSACARÍDEOS

2.1.1.1. Pentoses

2.1.1.1.1. Pentose

2.1.1.1.2. Desoxirribose

2.1.1.2. Hexoses

2.1.1.2.1. Frutose

2.1.1.2.2. Galactose

2.1.1.2.3. Glicose

2.1.2. DISSACARÍDEOS

2.1.2.1. Formados por 2 Monossacarídeos

2.1.2.1.1. Maltose

2.1.2.1.2. Lactose

2.1.2.1.3. Sacarose

2.1.3. POLISSACARÍDEOS

2.1.3.1. Formado por diversos Monossacarídeos

2.1.3.1.1. Estrutural

2.1.3.1.2. Energético

3. ENZIMAS

3.1. Substrato/Reagente

3.1.1. Alta especifidade com o sítio ativo

3.1.1.1. Modelo chave-fechadura

3.1.1.2. Modelo ajuste induzido

3.2. Fatores que as influenciam

3.2.1. pH

3.2.2. Temperatura

3.2.3. Inibidores e ativadores

3.2.4. Concentração do substrato

3.3. Formadas através da expressão de genes e não são consumidas durante a reação

3.4. Diminui a energia de ativação das reações

3.4.1. Aceleram as reações químicas

3.4.1.1. Catalisadores Biológicos

3.5. Regulação da atividade enzimática

3.5.1. Regulação Alostérica

3.5.1.1. É qualquer forma de regulação em que a molécula reguladora (um ativador ou inibidor) se liga a uma enzima em algum lugar diferente do sítio ativo. O lugar onde o regulador se liga é chamado de sítio alostérico.

3.5.2. Regulação por fosforilação

3.5.2.1. A fosforilação é um mecanismo muito comum na regulação da atividade enzimática, a adição de grupos fosfato estimula ou inibe as atividades de muitas enzimas.

4. AMINOÁCIDOS

4.1. Contém um grupo amina -NH2 e uma carboxila -COOH ligados a um carbono. Podem se ligar uns aos outros formando cadeias que dão origem as proteínas.

4.1.1. PRIMÁRIO

4.1.1.1. Aminoácidos ordenados em sequência

4.1.2. SECUNDÁRIO

4.1.2.1. Aminoácidos da sequência interagem através de pontes de Hidrogênio

4.1.3. TERCIÁRIO

4.1.3.1. Interações moleculares entre grupo R de alguns Aminoácidos - Estrutura secundária dobra-se em si mesma.

4.1.4. QUATERNÁRIO

4.1.4.1. Duas ou mais cadeias polipeptídicas

4.1.5. TIPOS

4.1.5.1. 20 α-aminoácido comuns: alanina, arginina, aspartato, asparagina, cisteína, fenilalanina, glicina, glutamato, glutamina, histidina, isoleucina, leucina, lisina, metionina, prolina, serina, tirosina, treonina, triptofano e valina.

4.1.6. IMPORTÂNCIA

4.1.6.1. Produção de células vermelhas do sangue;

4.1.6.2. Produção de anticorpos;

4.1.6.3. Produção de hormônios importantes, como a serotonina;

4.1.6.4. Regeneração celular (da pele, por exemplo);

4.1.6.5. Promoção da sensação de saciedade no cérebro após a alimentação.