Gestão de Estoque - Gráfico Dente de Serra

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Gestão de Estoque - Gráfico Dente de Serra por Mind Map: Gestão de Estoque -  Gráfico Dente de Serra

1. Demanda média

1.1. Quanto se está sendo consumido um determinado item de estoque ao longo de um determinado período.

2. Lote

2.1. Quantidade que irá reabastecer o estoque. Sendo importante salientar-se para as unidades de medida de tempo de cada variável, devendo estar na mesma unidade temporal (Regra para todos os elementos do Gráfico Dente de Serra).

2.1.1. Classificação dos Custos em relação ao Lote: Diretamente proporcional, inversamente proporcional, independente da quantidade.

2.1.1.1. Diretamente proporcional: custo de armazenagem (CA) : CA = I x P x Q /2. Q: Quantidades de material em estoque no tempo considerado. P: preço unitário do material. I: taxa de armazenamento.

2.1.1.1.1. Custos que compõem o CA: o capital investido, custo com movimentação e guarda e risco de deteorização e obsolescência.

2.1.1.2. Inversamente proporcional: custo com pedido: CP = B x C / Q Q: Quantidade de material em estoque no tempo considerado. B: custo unitário do pedido. C: Consumo do item.

2.1.1.2.1. Custos que compõem CP: custo de transporte (I), e custos administrativos (frete).

2.1.1.3. Custo Total (CT): CT = CA + CP

3. Ponto de Pedido

3.1. É o nível de estoque que, quando atingido, alerta para realização de um novo processo de compra ou fabricação. Sendo importante salientar-se para as unidades de medida de tempo de cada variável, devendo estar na mesma unidade temporal (Regra para todos os elementos do Gráfico Dente de Serra).

3.1.1. PP = DM * LT + Eseg PP: ponto de pedido DM: demanda média LT: lead time Eseg: estoque de segurança

4. Lead Time

4.1. É o espaço de tempo entre o momento da realização do pedido e o momento que o lote é recebido.

5. Estoque de Segurança

5.1. É a quantidade mínima de estoque necessária para cobrir eventuais atrasos no ressuprimento, oscilações no consumo, variação na qualidade do estoque existente, diferenças de inventário e erros de pedido.

5.1.1. Calculando a partir das alterações de demanda e lead time:

5.1.1.1. Quando o consumo e o lead time são constantes, o estoque de segurança é nulo;

5.1.1.2. Quando o consumo é constante e o lead time é variável, o estoque de segurança é o produto da demanda média e a porcentagem de atraso no tempo de reposição;

5.1.1.3. Quando o consumo é variável e o lead time é constante, o estoque de segurança é a diferença entre a demanda aumentada prevista e a demanda média;

5.1.1.4. Quando o consumo e o lead time são variáveis, o estoque de seguraça é a soma do aumento da demanda com o produto da demanda aumentada e a porcentagem de atraso no lead time;

5.1.2. Calculando a partir do grau de atendimento:

5.1.2.1. Estoque de segurança = desvio padrão em relação ao consumo médio X coeficiente de risco (este varia de acordo com o grau de atendimento desejado e tem seus valores tabelados)