INTRODUÇÃO À ENGENHARIA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
INTRODUÇÃO À ENGENHARIA por Mind Map: INTRODUÇÃO À ENGENHARIA

1. Conceito de Engenharia

1.1. A arte da aplicação dos princípios científicos, da experiência, do julgamento e do senso comum, para implementar ideias e ações em benefício da humanidade e da natureza.

2. Histórico da Engenharia

2.1. O surgimento da engenharia remonta ao aparecimento das primeiras civilizações e acompanha a evolução do ser-humano, como por exemplo, a fabricação de ferramentas e armas para caçar e defesa do seu território, construir sistemas de transportes, pirâmides do Egito, máquinas a vapor e etc.

3. Engenharia Moderna

3.1. É aquela que se caracteriza por uma forte aplicação de conhecimentos científicos à solução de problemas, como por exemplo, a estrutura da matéria, os fenômenos eletromagnéticos, a composição química dos materiais, as leis da mecânica, a transferência da energia, entre outros fazem parte da nova prática da engenharia.

4. Engenharia no Brasil

4.1. O início da atividade de engenharia no Brasil se deu com as primeiras casas construídas pelos colonizadores que aqui chegaram.

4.2. No Brasil a engenharia se iniciou com a entrada das atividades de duas categorias de profissionais: os oficiais-engenheiros e os mestres de risco.

4.3. A primeira escola de engenharia foi a Academia Real Militar, foi criada em 4 de dezembro de 1810 pelo futuro Rei D João VI.

4.4. A evolução da Engenharia no Brasil culminou no reconhecimento da profissão em 11 de dezembro de 1933 através do Decreto n*23.569, que regulamentou o exercício das profissões de engenheiro, arquiteto e agrimensor, onde nessa data ficou comemorado o dia do engenheiro.

5. Formação do Engenheiro

5.1. Formação Básica

5.1.1. Matemática, Física, Química, mecânica, Desenho, elétrica, resistência dos materiais, fenômenos dos transportes e etc.

5.2. Formação Geral

5.2.1. É formada por conhecimentos que tem como objetivo complementar a formação do engenheiro, como por exemplo, economia, administração, ciências sociais, contabilidade, organização industrial, preservação do meio ambiente e etc.

5.3. Formação profissional

5.3.1. São conteúdos profissionalizantes que estão voltados a área de atuação desse profissional, como por exemplo, estruturas de dados, bioquímica, telecomunicações, circuitos, geotécnica, máquinas de fluxo e etc.

5.4. Formação complementar

5.4.1. É a formação que fazem parte as disciplinas extracurriculares, como parte complementar da grade curricular, disciplinas como aprender outro idioma e etc.

6. Áreas de atuação do Engenheiro

6.1. Engenharia Civil

6.2. Engenharia Mecânica

6.3. Engenharia de produção

6.4. Engenharia de Alimentos

6.5. Engenharia de Computação

6.6. Engenharia de Controle e Automação

6.7. Engenharia de energia

6.8. Engenharia de Petróleo e gás

6.9. Engenharia Elétrica

6.10. Engenharia Química

6.11. Engenharia de Telecomunicações

7. Órgãos Fiscalizadores

7.1. CREA

7.1.1. É o Conselho Regional de Engenharia e Agronomia, que é o órgão fiscalizador do exercício da profissão de cada estado. CREA-SP,CREA-PE,etc.

7.2. CONFEA

7.2.1. É o Conselho Federal de Engenharia e Agronomia, que é um órgão nacional de representação da classe dos engenheiros, é a instância superior da fiscalização do exercício profissional da Engenharia e da Agronomia, ao qual os CREAs regionais estão submetidos.

8. Mercado Profissional do Engenheiro

8.1. Base salarial

8.1.1. Jornada de 6 horas = 6 salários mínimos

8.1.2. Jornada de 7 horas = 7,25 salários mínimos

8.1.3. Jornada de 8 horas = 8,5 salários mínimos

8.2. Qualidades desejáveis de um engenheiro

8.2.1. Aperfeiçoamento contínuo, Comunicação, Ética Profissional, Experimentação, Relações Humanas e Trabalho em Equipe.

9. Ética na Engenharia

9.1. Etiqueta

9.1.1. É formada por um conjunto de códigos de comportamentos e cortesia, esses códigos nos instruem em respeito aos funcionários, chefes e clientes entre outras atitudes.

9.2. Direito

9.2.1. Conjunto de regras que são determinadas por autoridades, governos, sociedade, onde na engenharia há punições para quem não respeitar as leis, como prisão, multas, serviços comunitários e etc.

9.3. Moral

9.3.1. Sendo os comportamentos aceitos de certos e errados, geralmente são aplicados ao comportamento individual.

9.4. Ética

9.4.1. É o estudo do que é correto ou incorreto, justo ou injusto, adequado ou inadequado.

10. Responsabilidades Civis e Penais

10.1. Responsabilidade técnica

10.1.1. Punição a nível profissional pelo descumprimento da legislação específica ou no Código de Ética.

10.2. Responsabilidade Civil

10.2.1. Reparação dos prejuízos causados aos clientes e a terceiros se Houver

10.3. Responsabilidade Penal

10.3.1. Punição criminal pela comprovação de culpa.

10.4. Responsabilidade Trabalhista

10.4.1. Indenização aos funcionários acidentados.

11. Sustentabilidade

11.1. Tripé da sustentabilidade

11.1.1. Social

11.1.1.1. Engloba as pessoas e suas condições de vida, como educação,saúde, violência,lazer,etc.

11.1.2. Ambiental

11.1.2.1. Refere-se aos recursos naturais do planeta e a forma como são utilizados pela sociedade, comunidades ou empresas.

11.1.3. Econômico

11.1.3.1. Relacionado com a produção, distribuição e consumo de bens e serviços.

12. Meio Ambiente

12.1. Pela lei 6.938 definida como:

12.1.1. O conjunto de condições, leis,influências e interações de ordem física, química e biológica, que permite, abriga e rege a vida em todas as suas formas.

13. Ensino e pesquisa científica na Engenharia

13.1. Pesquisa Científica

13.1.1. O conhecimento científico tem como objetivo compreender a natureza e o universo por meio de elementos conhecidos, concretos e objetivos.

13.1.2. A pesquisa é um conjunto de investigações racionais, operações e trabalhos intelectuais ou práticos que objetiva a criação de novos conhecimentos.

13.2. Ensino

13.2.1. Em relação aos engenheiros, por outro lado, reserva de mercado à parte, os conteúdos profissionalizantes e específicos devem ser ministrados por eles.

14. Criatividade na Engenharia

14.1. Definição de Criatividade

14.1.1. Podemos dizer que a criatividade pode ser encontrada nas pessoas que geram ideias calcadas em características tais como novidade, utilidade e simplicidade.

15. Fatores que influenciam a Criatividade

15.1. Conhecimento

15.2. Brainstorming

15.3. Esforço pessoal

15.4. Aptidão

15.5. Método empregado

15.6. Quebra de adaptação psicológica

15.7. Analogia e Empatia

16. Comunicação e Expressão na Engenharia

16.1. É responsabilidade do Engenheiro saber qual é o melhor meio de comunicação para seu público alvo

16.1.1. Orais

16.1.1.1. Reuniões, entrevistas, relação direta, rádios, alto-falante,etc.

16.1.2. Visuais

16.1.2.1. Semáforos, indicadores por números, jornal da empresa, cartas diretas,etc.

16.1.3. E-mail, intranet e extranet

16.1.3.1. Endereço de e-mail

16.1.3.2. Assunto da mensagem

16.1.3.3. Assunto da mensagem

16.1.3.4. Conteúdo da mensagem

16.1.3.5. Confirmação de recebimento

16.1.4. Abreviações utilizadas

16.1.4.1. Assinatura do e-mail

17. Projeto na Engenharia

17.1. Os projetos são temporários, tendo portanto, início e fim definidos.

17.2. Os projetos são temporários, tendo portanto, início e fim definidos.

17.3. Gerenciamento de projetos

17.3.1. Iniciação

17.3.2. Planejamento

17.3.3. Execução

17.3.4. Monitoramento e controle

17.3.5. Encerramento

17.4. Equipe do projeto

17.4.1. Membros parceiros de negócios

17.4.2. Pessoal de gerenciamento do projeto

17.4.3. Recursos humanos do projeto

17.4.4. Especialistas de Suporte

17.4.5. Representantes de usuários ou de clientes

17.4.6. Vendedores

17.4.6.1. Novo Tópico

17.4.6.2. Novo Tópico

17.4.7. Vendedores

17.4.8. Parceiros de negócios

18. Método de projeto de Engenharia I

18.1. DIVIDIDO EM 4 ETAPAS

18.1.1. Identifique a necessidade e defina o problema

18.1.2. Identifique a necessidade e defina o problema

18.1.3. Monte a equipe do projeto

18.1.4. Identifique limitações e créditos de sucesso

18.1.5. Busque soluções

18.1.6. Identifique a necessidade e defina o problema

18.1.7. Monte a equipe do projeto

18.1.8. Identifique limitações e créditos de sucesso

18.1.9. Busque soluções

18.1.10. Identifique a necessidade e defina o problema

18.1.11. Monte a equipe do projeto

18.1.12. Identifique limitações e créditos de sucesso

18.1.13. Busque soluções

19. Método de projeto de Engenharia II

19.1. Buscar Soluções

19.1.1. Estudo de viabilidade

19.1.1.1. Analisar cada solução em potencial

19.1.1.2. Escolher a melhor solução

19.1.1.3. Documentar a solução

19.1.1.4. Comunicar a Solução a Gerência

19.1.1.5. Comunicar a Solução a Gerência

19.1.2. Projeto Preliminar

19.1.2.1. Analisar cada solução em potencial

19.1.2.2. Escolher a melhor Solução

19.1.2.3. Documentar a Solução e Comunica-la a Gerência

19.1.3. Projeto Detalhado

19.1.4. Construir a Solução

19.1.5. Verificar e Avaliar

19.1.6. Verificar e Avaliar

20. Engenharia aplicada na Resolução de Problemas

20.1. Modelagem

20.2. Modelagem

20.3. Simulação

21. Tecnologia e Inovação na Engenharia

21.1. Engenharia Civil

21.2. Engenharia Civil

21.3. Engenharia de produção

21.4. Engenharia de Alimentos

21.5. Engenharia de controle e automação

22. Engenharia 4.0

22.1. Manufatura Aditiva

22.2. Inteligência artificial

22.3. Big Data

22.4. Internet das Coisas

22.5. Biologia Sintética

22.6. Sistemas ciber-físicos

22.7. Perfil do Engenheiro 4.0

22.7.1. Atualização constante

22.7.2. Boa comunicação interpessoal

22.7.3. Visão analítica

22.7.4. Visão analítica