Braquiterapia

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Braquiterapia por Mind Map: Braquiterapia

1. Já a Radioterapia Curativa ela visa a cura do paciente, se associa a quimioterapia ou à cirurgias.

2. Radioterapia Paliativa: Não tem cura, mas ela melhora a qualidade de vida do paciente. Reduz a dor, sangramentos ou quaisquer outros tipos de sintomas que o paciente pode vir a ter.

3. Objetivo é causar perda na reprodutibilidade dessas células cancerígenas. Entregando ao tumor uma dose exata de radiação, reduzindo ao máximo a dose em células sadias, que estarão próximas a esse tumor.

3.1. Os principais métodos de aplicações são a braquiterapia a teleterapia.

4. Essencial no tratamento de câncer.

5. Braquiterapia intersticial são colocadas diretamente no tumor, a de contato é colocada num espaço junto ao tecido ativo, como a braquiterapia intracavitária, endoluminal, superficial, endobronquica, intravascular.

6. Evolução: A partir dos anos 2000 a braquiterapia foi muito grande.

7. Radioterapia antalgica: diminui a dor. Radioterapia anti-hemorrágica: diminuir sangramento.

8. Radioterapia Neoadjuvante é realizada antes do tratamento, já a Adjuvante é realizada após o tratamento principal e ela pode ser aplicada sozinha ou a quimioterapia.

9. ESTOCOLMO 1929: maior quantidade de rádio em tempo curto 140 MgRa em 27 a 30 horas, 2 a 3 inserções.

10. O uso dos isótopos levou a uma crescente experiência clínica e ao desenvolvimento de duas técnicas:

10.1. Em 1953 Henschke construiu o primeiro sistema de pós cargas: afterloading diminuindo a exposição das pessoas a radiação. Esse sistema é acionados por meios de cabos até os aplicadores no paciente.

11. PARIS 1913: pequena quantidade de Radio num tempo longo 6.000r e 7000r cgy de 3 a 6 duas inserção única.

12. Cerca de 60% a 70% dos pacientes irão receber esse tratamento de forma curativa ou paliativa.

13. Para que um determinado elemento seja usado na braquiterapia ele deve ter: Energia entre 20 KeV e 660 KeV as baixas energias são recomendara-se nos implantes intersticiais pois a dose na região fora do volume-alvo tem uma queda importante. MEIA-VIDA, varia de dias, anos deve ser adequado em função ao tipo de implante, temporário ou permanente.

14. Radioterapia

15. Tratamento interno ou a curta distância, através de fontes radioativas que são colocadas no corpo do paciente, na região a ser tratado ou diretamente no tumor.