LEIS DE MENDEL

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
LEIS DE MENDEL por Mind Map: LEIS DE MENDEL

1. GREGOR MENDEL

1.1. BIÓLOGO, BOTÂNICO E MONGE

1.2. PAI DA GÊNETICA

2. SEGUNDA

2.1. LEI DA SEGREGAÇÃO INDEPENDENTE

2.1.1. Estabelece que cada par de alelos segrega-se de maneira independente de outros pares de alelos, durante a formação dos gametas.

2.1.1.1. GAMETAS: AaBb X AaBb

2.2. GERAÇÃO PARENTEL: VVRR e vvrr

2.3. GERAÇÃO F1: VvRr

2.4. GERAÇÃO F2: VVRR, VvRr, VVRr, VvRR, Vvrr, vvRr, VVrr, vvRR, vvrr.

2.5. EXPERIMENTO

2.5.1. COR DA SEMENTE

2.5.1.1. VERDE E/OU AMARELO

2.5.2. FORMA DA SEMENTE

2.5.2.1. LISA E/OU RUGOSA

2.6. CRUZAMENTO

2.6.1. V_: DOMINANTE (COR AMARELA) R_: DOMINANTE (FORMA LISA) VV: RECESSIVO (COR VERDE) RR: RECESSIVO (FORMA RUGOSA)

2.7. EPISTASIA

2.7.1. É uma situação em que um gene influencia a ação de outro, inibindo-a. Isso quer dizer que um gene terá ação inibitória sobre outro gene, sendo um caso, portanto, de interação gênica.

2.7.2. O gene que exerce a ação inibitória é chamado de gene epistático, e o gene que sofre a inibição é o hipostático.

2.8. HERANÇA QUANTITATIVA

2.8.1. Ou poligênica, é um tipo de interação gênica. Ocorre quando dois ou mais pares de alelos somam ou acumulam seus efeitos, produzindo uma série de fenótipos diferentes entre si.

2.8.2. As características podem ainda sofrer a ação de fatores do ambiente, o que aumenta a variação fenotípica.

3. PRIMEIRA

3.1. LEI DA SEGREGAÇÃO DOS FATORES

3.1.1. Essa lei enuncia que cada característica do ser humano é determinada por um par de fatores que se separam na formação dos gametas.

3.2. FENÓTIPO

3.2.1. CARACTERÍSTICAS EXTERNAS

3.2.2. EX: morfologia, desenvolvimento, propriedades bioquímicas ou fisiológicas e comportamento

3.2.3. O fenótipo resulta da expressão dos genes do organismo, da influência de fatores ambientais e da possível interação entre os dois

3.3. GENÓTIPO

3.3.1. COMPOSIÇÃO GENÉTICA

3.3.2. CONSTRUÇÃO GENÉTICA DE UM ORGANISMO

3.3.3. O genótipo é definido como o conjunto completo de genes herdados por um indivíduo a partir de seus progenitores.

3.4. GENES

3.4.1. O gene é um segmento de uma molécula, responsável pelas características herdadas geneticamente.

3.4.2. ALELOS: (A,a)

3.4.3. COMPOSIÇÃO DA JUNÇÃO DE ALELOS: (AA, Aa, aa)

3.5. ESTUDO DA TRANSMISSÃO DE UMA UNICA CARACTERISTICA

3.5.1. Por exemplo, cruzou sementes amarelas com sementes verdes

3.5.2. ERVILHAS

3.5.2.1. PRODUÇÃO DE DIVERSAS SEMENTES

3.5.2.2. FÁCIL CUTIVO

3.5.2.3. AUTOFECUNDAÇÃO

3.6. MONOIBRIDISMO

3.6.1. É a herança de caracteres isolados

3.6.1.1. No cruzamento é usado somente um caráter, ou seja, apenas um par de genes.

3.6.2. Aa

3.7. GERAÇÃO PURA

3.7.1. Para Mendel, uma linhagem era considerada pura quando, após seis gerações, os organismos ainda apresentavam as mesmas características.

3.7.2. AA ou aa

3.7.3. HOMOZIGOTOS

3.7.4. GERAÇÃO PARENTAL

4. REFERÊNCIAS BIBLIGRÁFICAS

4.1. AMABIS, J.P.; MARTHO, G.R. Fundamentos da Biologia Moderna. 1ed. São Paulo: Moderna, 1990. p. 325-332. GRIFFITHS, A.J.F.; MILLER, J.H.; SUZUKI, D.T.; LEWONTIN, R.C.; GELBART, W.M. Introdução a Genética. 6ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 1998. p. 21- 29. SNUSTAD, D.P.; SIMMONS, M.J. Fundamentos de Genética. 2ed. Rio de Janeiro: Guanabara Koogan, 2001. p. 47-52.