Raízes do pensamento psicológico

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Raízes do pensamento psicológico por Mind Map: Raízes do pensamento psicológico

1. Platão

1.1. validação do conhecimento

1.1.1. mundo das ideias x mundo da matéria

1.1.1.1. inatismo

1.1.1.1.1. conhecimento empírico é inferior

1.1.1.2. mundo das ideias: onde está a verdade, o ideal

2. Sócrates

2.1. ética

2.1.1. educação moral do homem

2.1.1.1. preceitos morais

2.1.1.1.1. "conhece-te a ti mesmo"

3. Subjetividade privada

3.1. intimidade com o "eu"

3.1.1. interioridade reflexiva

3.1.1.1. crise da subjetividade privada

4. Mito

4.1. busca explicar a realidade

4.1.1. significado normativo

4.1.1.1. areté

5. Filósofos da physis/naturalistas

5.1. ultrapassa a experiência sensorial

5.2. Tales de Mileto

5.2.1. valoriza a racionalidade

5.2.1.1. physis e arché

5.3. Anaximandro de Mileto

5.3.1. princípio infinito

5.3.1.1. a-peiron

5.3.1.1.1. questiona o como e porquê da physis

5.4. Heráclito de Éfeso

5.4.1. dinamismo universal

5.4.1.1. "não se pode descer duas vezes no mesmo rio"

5.4.1.1.1. DEVIR

5.5. Pitágoras

5.5.1. números como princípio

5.5.1.1. leis numéricas regem

5.5.1.1.1. a ciência purifica a alma

6. Sofistas

6.1. retórica

6.1.1. preparação para a vida pública

6.1.1.1. arte e uso da palavra

7. Aristóteles

7.1. oposto a platão

7.1.1. ética

7.1.1.1. empirismo

7.1.1.1.1. o ser como ato e potência

7.1.1.1.2. tábula rasa

8. Era cristã e idade média:

8.1. Deus no centro de todas as formas de conhecimento

8.1.1. submissão ao dogma cristão

8.1.1.1. a fé é o caminho para a compreensão e verdade

8.1.1.1.1. Santo Agostinho

8.1.1.1.2. São Tomás de Aquino

9. Descartes

9.1. conhecimento intuitivo

9.1.1. "penso, logo existo"

9.1.1.1. sujeito pensante

9.1.1.1.1. res cogitans: pensamento

9.1.1.1.2. res extensa: material

9.1.2. princípio da existência

9.1.3. não é relativo

10. Empirismo

10.1. conhecimento adquirido por experiências sensoriais

10.1.1. contrário do inatismo

10.1.1.1. o indivíduo vai adquirindo saberes

10.1.1.1.1. a experiência é a fonte

11. Idealismo alemão

11.1. liberdade

11.1.1. benefícios e malefícios

11.2. Kant

11.2.1. fenômenos

11.2.1.1. conhecimento sensível

11.2.1.1.1. espaço e tempo

11.2.2. juízos

11.2.2.1. juízo analítico

11.2.2.1.1. razão

11.2.2.2. juízo sintético

11.2.2.2.1. experiência

11.2.2.3. juízos sintéticos a priori

11.2.2.3.1. une a racionalidade e a experiência

12. Positivismo

12.1. lei dos três estágios

12.1.1. teológico: inteligência

12.1.2. metafísico: transição

12.1.3. positivo: estado fixo e definitivo

12.2. a ciência deve fornecer o domínio sobre a natureza

12.2.1. a ciência deve ser útil