Mário de Andrade

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Mário de Andrade por Mind Map: Mário de Andrade

1. Quem foi essa pessoa

1.1. Nascimento e afiliação

1.1.1. Nasceu em São Paulo no dia 9 de outubro de 1893

1.1.2. Filho de Carlos Augusto de Andrade e Maria Luísa de Almeida Leite Moraes de Andrade

1.1.3. Faleceu em São Paulo no dia 25 de fevereiro de 1945

1.2. Vida Profissinal

1.2.1. Foi poeta, romancista, musicólogo, historiador de arte, crítico e fotógrafo brasileiro, professor de música e colunista de jornal

1.2.2. Seu estilo literário foi inovador e marcou a primeira fase modernista no Brasil, sobretudo, pela valorização da identidade e cultura brasileira.

1.3. Estilo literário

2. Principais obras

2.1. Poesia

2.1.1. Há uma Gota de Sangue em Cada Poema (1917)

2.1.2. Pauliceia Desvairada (1922)

2.2. Romance

2.2.1. Amar, Verbo Intransitivo (1927)

2.2.2. Macunaíma (1928)

2.3. Ensaios, críticas

2.3.1. O Movimento Modernista (1942)

3. Qual foi a relevância do autor para a semana da arte moderna (Modernismo)

3.1. Auxiliou na organização da Semana de Arte Moderna trabalhando ao lado de diversos artistas (Oswald de Andrade, Anitta mafalddi, AnitaMalfatti)

3.2. Buscou divulgar, em seus textos, elementos da cultura brasileira e criar um sentimento de identidade nacional.

4. O que ele tinha de modernista

4.1. Renovação Estética

4.2. Pode-se perceber inovações na linguagem

4.3. Uso do coloquialismo na linguagem, em oposição a um formalismo mais acentuado do parnasianismo.

4.4. Influência do que acontecia na Europa, como o futurismo, o dadaísmo e o expressionismo

4.5. Valorização da identidade e cultura brasileira

4.6. A valorização do cotidiano, expresso em linguagem simples.

4.7. Quebra dos Padrões Artísticos

4.8. Engajamento e denúncia social

4.9. Ruptura com a influencia estrangeira

4.10. Pretende “destruir” os padrões da arte conservadora, com o objetivo de criar uma arte nova e mais livre; por isso, essa primeira geração é conhecida também como “fase de destruição”.