CIRURGIA BARIÁTRICA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
CIRURGIA BARIÁTRICA por Mind Map: CIRURGIA BARIÁTRICA

1. Gastroplastia vertical com bandagem

1.1. Grampeamento do estômago e aplicação de um anel (contenção).

1.2. Sensação de saciedade com pequena ingestão alimentar.

1.3. Retardo do esvaziamento gástrico.

1.4. Recuperação de peso é comum!

2. Balão intragástrico

2.1. Prótese de silicone é inserida – saciedade precoce.

2.2. Indicações:

2.3. Pacientes com IMC > 35 kg/m2, doenças associadas e contra-indicações para tratamento cirúrgico.

2.4. Pacientes com IMC < 35 kg/m2, doenças secundárias à obesidade

2.5. Pacientes com IMC > 50 kg/m2 ou que possuem risco anestésico muito alto (cirurgia definitiva após tratamento com balão).

3. Derivação biliopancreática com gastrectomia distal (Scopinaro)

3.1. Retira-se parte do estômago – alimento passa diretamente para intestino delgado

3.2. Técnica mais escolhida

3.3. Menos vômitos

3.4. Melhor qualidade de alimentação (praticamente sem restrição de volume

3.5. Esteatorréia

3.6. Graves complicações nutricionais e metabólicas

4. Derivação gastroduodenal com Y-de-Roux (Fobi-Capella)

4.1. Técnica mais utilizada no mundo

4.2. Volume do estômago: reduzido para 15 - 30mL.

4.3. Pode ser realizada com ou sem anel de contenção – influência na velocidade de esvaziamento gástrico

4.4. Grampeamento de parte do estômago - reduz espaço para o alimento, Desvio do intestino inicial

4.5. Menor ingestão de alimentos + aumento da saciedade = emagrecimento, controle do diabetes e outras doenças

5. INDICAÇÕES FORMAIS

5.1. Pacientes > 18 anos, portadores de obesidade (IMC > 40kg/m2 ), estável há pelo menos 5 anos e com, pelo menos, 2 anos de tratamento clínico prévio e ineficaz.

5.2. Pacientes com obesidade (IMC >35kg/m2), portadores de doenças associadas (DM, HAS, apnéia do sono, artropatias, hérnia de disco) e que tenham sua situação clínica agravada pela obesidade.

6. CONDIÇÕES ESPECIAIS PARA INDICAÇÃO

6.1. IDOSOS: > 65 anos: avaliação específica (considerando risco cirúrgico e anestésico, comorbidades, expectativa de via, limitações da idade, etc).

6.2. ADOLESCENTES: entre 16 e 18 anos: Poderão ser operados, respeitando as indicações formais, além das exigências legais. O risco beneficio deve ser bem analisado.

7. CONTRAINDICAÇÕES

7.1. Usúarios de drogas ilicitas

7.2. Alcoolistas

7.3. Portadores de demências

7.4. Portadores de quadros psicóticos

8. RESTRIÇÃO DA INGESTÃO

8.1. Banda gástrica ajustável

8.1.1. Pequenos reservatórios do estômago (15 a 20mL) – diretamente proporcionais à perda de peso.

8.1.2. Contra-indicações:

8.1.3. Comedores de doce compulsivos (comprometimento da perda de peso).

8.1.4. Pacientes com IMC > 70kg/m2 (exigem procedimento cirúrgico mais agressivo).

9. REDUÇÃO DA ABSORÇÃO

10. MISTA

11. SÍNDROME DE DUMPING

11.1. Sinais e sintomas: Dor abdominal Náuseas Vômitos Diarréia Palpitações Sudorese

11.2. Evolução gradativa da dieta (com relação à consistência) e introdução lenta de produtos lácteos e bebidas açucaradas

12. SUPLEMENTAÇÃO

12.1. OBRIGATÓRIA = Vitaminas lipossolúveis: D,E,K,A

12.2. Ferro, cálcio, zinco, vitaminas do complexo B (especialmente B1, ácido fólico e B12) e vitamina C.