Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
EVOLUÇÃO por Mind Map: EVOLUÇÃO

1. Darwin Charles Robert Darwin foi um importante naturalista, nascido no dia 12 de fevereiro de 1809, na Inglaterra, mais precisamente na cidade de Shrewsbury. Esse importante pesquisador, desde muito jovem, já demonstrava seu amor pela ciência, dedicando-se às suas coleções e a realizar experimentos, com seu irmão, em um laboratório de química. Darwin ficou conhecido por sua obra A origem das espécies, que contribuiu para o entendimento da evolução e, atualmente, é considerada um dos livros acadêmicos de maior influência na história.

2. Lamarck Jean-Baptiste-Pierre-Antoine de Monet, chevalier de Lamarck (Bazentin, 1 de agosto de 1744 — Paris, 28 de dezembro de 1829) foi um naturalista francês[1] que desenvolveu o lamarckismo, uma teoria da evolução agora desacreditada. Foi ele que, de fato, introduziu o termo biologia. Embora a ideia de que a vida não fosse fixa, mas mudasse ao longo do tempo já existia antes de Lamarck, esta é considerada a primeira teoria coesa de evolução biológica. Lamarck personificou as ideias pré-darwinistas sobre a evolução

3. Lei do Uso e Desuso A lei do uso e desuso é resultado da observação de Lamarck de que certos órgãos podem se desenvolver mais se forem mais usados. Ao mesmo tempo, outros ficam atrofiados se não forem usados. Um exemplo clássico da lei do uso e desuso é sobre o pescoço das girafas. Elas teriam a necessidade de alcançar folhas mais altas nas árvores. Para isso, esticavam mais o pescoço, desenvolvendo a musculatura, levando ao seu aumento.

4. Lamarckismo Aumento do pescoço das girafas ao longo das gerações Lei da Transmissão dos Caracteres Adquiridos Essa premissa complementa a primeira, do uso e desuso. Lamarck acreditava que as características adquiridas eram transmitidas de geração em geração, tornando as espécies mais adaptadas ao ambiente. Por exemplo, as girafas que aumentavam o pescoço com a necessidade de buscar folhas cada vez mais altas nas árvores, passavam essas características para os descendentes. Assim, ao longo de sucessivas gerações, as girafas "pescoçudas" se tornavam mais adaptadas ao ambiente.

5. Neodarwinismo Teoria evolucionista, também conhecida por teoria sintética da evolução, proposta em 1942 por Mayr, Simpson e Dobzhansky, segundo a qual a evolução dos seres vivos pode ser explicada tendo em conta duas ideias fundamentais: a variabilidade genética e a seleção natural. O neodarwinismo tem por base o darwinismo e dados provenientes do desenvolvimento da ciência e da tecnologia. É uma síntese da genética mendeliana, da genética das populações, da paleontologia e da sistemática, integrando a ideia de seleção natural proposta por Darwin. Integra, ainda, a noção de evolução descontínua, com base na descoberta dos genes homeóticos, que permitem explicar que uma única mutação pode ter efeitos consideráveis sobre o genótipo.