DEFICIÊNCIA FÍSICA

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
DEFICIÊNCIA FÍSICA por Mind Map: DEFICIÊNCIA FÍSICA

1. Ela necessita de facilidades para brincar, tanto com o posicionamento adequado, manuseio do brinquedo, tirar as barreiras arquitetônicas e recursos adaptados

2. Funções proprioceptivas

2.1. Capacidade de reconhecer localização espacial do corpo

2.2. Responsável pelo equilíbrio

3. Traumatismo cranioencefálico

3.1. Lesão encefálica

3.1.1. Após dois anos de idade

3.2. Causas

3.2.1. Quedas/atropelamento/violência doméstica

3.3. Características

3.3.1. Sequelas motoras

3.3.2. Espasticidade

3.3.3. Desordem do equilíbrio

3.3.4. Distúrbios na fala/linguagem/deglutição

4. Pouca oferta de oportunidade impede a criança de explorar com o máximo de possibilidade e desenvoltura.

5. Comprometimento do aparelho locomotor.

5.1. Alteração do corpo.

5.2. Limitação do movimento.

5.3. O desenvolvimento sensoriomotor é fundamental para a percepção, coordenação, linguagem, capacidade de abstração, organização e constituição do eu.

6. Encefalopatia crônica não progressiva (ECNP)

6.1. Acomete a função motora

6.1.1. Controle de postura

6.1.2. Equilíbrio

6.1.3. Movimento

6.2. Lesão não progressiva

6.2.1. Primeiros dois anos de vida

6.2.2. Antes/durante/após o nascimento

6.3. Características

6.3.1. Atraso na aquisição de habilidades neuropsicomotoras

6.3.2. Lentidão nos estágios evolutivos

6.3.3. Variação nas sequências normais da habilidades

6.3.4. Postura/movimento/habilidade anormal

6.4. Classificação

6.4.1. Diparesia

6.4.1.1. Comprometimento motos dos quatro membros

6.4.1.2. Há possibilidade da criança andar

6.4.2. Hemiparesia

6.4.2.1. Comprometimento de um lado do corpo

6.4.2.2. Há possibilidade de caminhar

6.4.2.3. Há possibilidade de independência diária

6.4.3. Quadriparesia

6.4.3.1. Comprometimento dos quatro membros

6.4.3.2. Dificilmente a criança conseguirá fazer uso funcional dos membros

6.5. Classificação da distribuição do comprometimento

6.5.1. Espástica

6.5.1.1. Músculos trabalhem em sintonia

6.5.1.2. Deformidades osteoarticulares frequentes

6.5.2. Extrapiramidal

6.5.2.1. Aparecimento de movimentos involuntários

6.5.2.1.1. Proximais/distais/mistos

6.5.2.1.2. Atáxica

6.5.2.1.3. Atetose

6.5.2.1.4. Mista

7. A adaptação na cadeira de rodas é feita por especialistas

7.1. Os apoios nas cadeiras são necessários para as crianças não se inclinarem

7.2. A cadeira de rodas, bengala ou muletas é parte do esquema corporal

8. Realizações de tarefas diárias por comando verbal e explicações prévias são ajudas importantes

8.1. Não apressar e encorajar a vencer as etapas das tarefas propostas

8.2. Utensílios, cadeira e mesa adaptados para a alimentação

8.3. A substituição para o velcro em camisas com botões, cadarços ou zíperes facilitam a atividade de se vestir

8.4. Agir com naturalidade e trabalhar com os estudantes, através de filmes, livros e dinâmicas em grupo para desmistificar a deficiência e evitar a rejeição ou superproteção

8.5. O brincar é uma atividade social e humana fundamental

9. O brincar é uma atividade social e humana fundamental para o processo de interação da criança

9.1. A experiência de brincar para a criança com deficiência é limitada pelas dificuldades naturalmente impostas.

9.2. A estimulação para o comportamento lúdico também é limitada para a criança com deficiência

9.3. Como qualquer outra criança, a criança com deficiência precisa ser estimulada

10. O comportamento lúdico

10.1. A organização do espaço lúdico deve ser coerente com as competências da criança

10.2. Se o professor souber observar e intervir a partir da lógica da atividade lúdica, irá descobrir explorações possíveis para o melhor desenvolvimento

11. Perceptiva, sensorial e motora

11.1. Trabalhar os cinco sentidos por meio de jogos

12. Esquema corporal, imaginação, fantasia, linguagem, capacidade de abstração

12.1. Pode-se trabalhar através de teatro

13. Agilidade, equilíbrio e coordenação

13.1. Jogos coletivos são ótimos para oportunizar uma melhor atuação e socialização

14. Atividades musicais

14.1. Desenvolve o ritmo, pode trocar palavras por gestos, expressão corporal, equilíbrio, coordenação, relaxamento e liberação de sentimentos

15. Meningomilocele

15.1. Malformação complexa do tubo renal

15.1.1. Congênita

15.1.2. Terceira e quinta semana gestação

15.1.3. Paralisia senitivomotora

15.1.3.1. Compromete membros inferiores/sistema urinário/intestino

15.2. Características

15.2.1. Muitas crianças não caminham

15.2.2. Alteração membros superiores

15.2.3. Incontinência/infecção urinária

15.2.4. Refluxo

15.2.5. Deformidades

16. Natação é uma ótima atividade, pois devido ao empuxo, diminui o efeito da força da gravidade, o que facilita a mobilidade e locomoção. Além de melhorar a respiração, coordenação e relaxamento

17. Sugestões de brinquedos

17.1. Massa de modelar

17.2. Jogos com peças grandes

17.3. Brinquedos magnéticos

17.4. Bolhas de sabão

17.5. Brinquedos eletrônicos

17.6. Jogos de tabuleiro

17.7. Adaptações de triciclos e bicicletas

18. Sistema proprioceptivo

18.1. Características

18.1.1. Movimentos incoordenados

18.1.2. Inquietação motora

18.1.3. Dificuldade na coordenação motora

18.1.4. Dificuldade na manutenção da postura

18.1.5. Quedas

18.1.6. Comportamento hiperativo

18.1.7. Déficit de atenção

18.1.8. Lentidão ao desempenhar ou aprender tarefas motoras novas

18.1.9. Dificuldade em graduar a força

18.1.10. Inabilidade em segura objetos

18.1.11. Dificuldades nas atividades da vida diária

19. Limites e possibilidades

19.1. Importante conhecer a criança

19.2. Foco do professor

19.2.1. Embasado no conhecimento

19.2.2. Avaliação dos limites

20. Sistema vestibular

20.1. Características

20.1.1. Problemas na locomoção

20.1.2. Desequilíbrio e quedas

20.1.3. Dificuldade na coordenação motora fina

20.1.4. Desorganização espacial

20.1.5. Dificuldade na leitura e escrita

20.1.6. Inversão de letras e números

20.1.7. Dificuldade na discriminação e da lateralidade

20.1.8. Incoordenação óculo motora

20.1.9. Incoordenação bimanual

20.1.10. Insegurança gravitacional

21. Funções motoras

21.1. Movimentos funcionais

21.2. Equilíbrio

21.3. Controle postural

22. Funções sensoperceptivas

22.1. Transtornos capacidade de percepção e respostas visuais

22.2. Reconhecimento de objetos

22.3. Memória visual

22.4. Coordenação olho-mão

22.5. Integração visomotora

23. Sistema tátil

23.1. Características

23.1.1. Dificuldade em reagir a estímulos dolorosos

23.1.2. Não percebe/reage ao machucado

23.1.3. Não possui esteriognosia, dificuldade em discriminar quando toca ou é tocado

23.1.4. Dificuldade em perceber os objetos que deixa cair

23.1.5. Defensibilidade táctil

23.1.6. Reação negativa ou exagerada ao toque

23.1.7. Dificuldade em atividades que envolvem diferentes texturas

23.1.8. Dificuldade em sentar em cadeiras e ficar em filas e rejeição à troca de roupa

24. Funções cognitivas

24.1. Manter e dirigir a atenção

24.2. Usar a memória

24.3. Habilidade de organização

24.4. Capacidade de abstração

25. Posicionamento e locomoção

25.1. O mau posicionamento pode levar ou aumentar deformidades

25.2. Observar os padrões posturais normais e incentivar a criança se manter nele

26. Funções psicossociais

26.1. Interfere na autoestima

26.2. Habilidades sociais

26.3. Relação interpessoal