Arte Moderna e Arte Contemporânea

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Arte Moderna e Arte Contemporânea por Mind Map: Arte Moderna e Arte Contemporânea

1. Principais Artistas

1.1. Principais representantes da Arte Moderna são: - Anita Malfatti: pintora expressionista, desenhista, professora e fez parte do grupo dos cincos. Uma de suas obras mais conhecidas é “A boba”. - Mário de Andrade: poeta, prosador, musicista e historiador. Um dos principais nomes do Modernismo no Brasil. - Pablo Picasso: pintor, escultor e desenhista espanhol. - Oswald de Andrade: escritor e dramaturgo, também seguia a estética Modernista nas suas obras. Seus poetas se aproximavam bastante da linguagem do dia a dia, sendo totalmente contrário ao Parnasianismo. - Salvador Dalí: pintor, desenhista, fotógrafo e escultor. Reconhecido, principalmente, pelas suas obras surrealistas. - Tarsila do Amaral: pintura e escultura. Artista junto com Oswald, foi a cabeça do movimento da Antropofagia. Sua obra mais conhecida é o “Abapuru”; - Menotti Del Pichia: jornalista, político e pintor. Ele era modernista crítico, uma das vertentes do Modernismo.

2. Arte Moderna

2.1. O que foi a Arte Moderna

2.1.1. O contexto histórico da Arte Moderna era um mundo que havia passado por transformações intensas no âmbito social, econômico e político. Principalmente por conta da Revolução Industrial de 1840 (que trouxe diversas inovações tecnológicas). Além disso, algumas correntes nasceram no meio da Primeira Guerra Mundial (1914) tendo o conflito como principal forma de contextualização das obras. A arte estava passando por grandes transformações até a chegada da fotografia, que chegou para mudar a forma de enxergar o mundo, pois os artistas passaram a analisar não apenas a paisagem, mas a luz que interfere nessa paisagem, a cor e como o espectador a sentia, por exemplo. A velocidade que o mundo passou a adquirir também foi um dos motivos para as novas tendências, e isso impressionou os artistas de tal forma que passaram a entender que o modelo da academia já não lhe serviam mais. No Brasil, a Arte Moderna buscou uma ruptura com a forte influência artística estrangeira, apropriando-se dessas vanguardas para criar uma identidade nacional dentro da arte. As manifestações vieram de uma forma mais engajada e como denúncia social, contrapondo-se radicalmente aos ideais da burguesia. As influências chegaram na segunda década do século XX, mas só se consolidaram na Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 22. O contexto histórico da Arte Moderna era um mundo que havia passado por transformações intensas no âmbito social, econômico e político. Principalmente por conta da Revolução Industrial de 1840 (que trouxe diversas inovações tecnológicas). Além disso, algumas correntes nasceram no meio da Primeira Guerra Mundial (1914) tendo o conflito como principal forma de contextualização das obras. A arte estava passando por grandes transformações até a chegada da fotografia, que chegou para mudar a forma de enxergar o mundo, pois os artistas passaram a analisar não apenas a paisagem, mas a luz que interfere nessa paisagem, a cor e como o espectador a sentia, por exemplo. A velocidade que o mundo passou a adquirir também foi um dos motivos para as novas tendências, e isso impressionou os artistas de tal forma que passaram a entender que o modelo da academia já não lhe serviam mais. No Brasil, a Arte Moderna buscou uma ruptura com a forte influência artística estrangeira, apropriando-se dessas vanguardas para criar uma identidade nacional dentro da arte. As manifestações vieram de uma forma mais engajada e como denúncia social, contrapondo-se radicalmente aos ideais da burguesia. As influências chegaram na segunda década do século XX, mas só se consolidaram na Semana de Arte Moderna, também conhecida como Semana de 22.

2.2. Características

2.2.1. A arte moderna tem como principal característica o rompimento com os padrões vigentes. Tal aspecto se dá principalmente por conta de seu momento histórico. Aconteceu em um período de grandes conquistas tecnológicas (como o invento da fotografia e do cinema), além da Revolução Industrial, a Primeira Guerra Mundial e posteriormente a Segunda Guerra Mundial. Suas principais características são: - Rejeição ao academicismo - Informalidade - Liberdade de expressão - Pontuação relativa - Aproximação da linguagem popular e coloquial - Figuras deformadas e cenas sem lógica - Abandono da representação das formas de maneira realista - Arbitrariedade no uso das cores - Urbanismo - Humor, irreverência - Estranhamento

2.3. Principais Movimentos da Arte Moderna

2.3.1. Com o objetivo de criar uma nova tendência artística, surgiram diversos movimentos na Europa, dentre os quais destacamos: - Expressionismo - Fauvismo - Cubismo - Abstracionismo - Futurismo - Surrealismo e Dadaísmo - Concretismo

3. Arte Contemporânea

3.1. O que é a Arte Contemporânea

3.1.1. A arte contemporânea é uma tendência que originou-se como desdobramento - e superação - de manifestações artísticas modernas. Por conta disso, pode ser chamada também de arte pós-moderna. Surgida na segunda metade do século XX, essa vertente constitui uma nova forma de produzir e apreciar arte, sendo produzida até os dias de hoje. Mais preocupada em aliar a vida cotidiana ao universo artístico, a arte contemporânea tende a unir diferentes linguagens. Atualmente, utiliza a tecnologia e os meio digitais como grandes aliados a fim de provocar questionamentos e experiências inovadoras tanto para os artistas quanto pra o público.

3.2. Características

3.2.1. As principais características da arte contemporânea são: - Sociedade da informação, tecnologia e novas mídias; - Subjetividade e liberdade artística; - Efemeridade da arte; - Abandono dos suportes tradicionais; - Mescla de estilos artísticos; - Utilização de diferentes materiais; - Fusão entre a arte e a vida; - Aproximação com a cultura popular; - Questionamento sobre a definição de arte; - Interação do espectador com a obra.

3.3. Principais Artistas

3.3.1. Alguns artistas contemporâneos são reconhecidos mundialmente por seu trabalhos, entre eles, merecem destaque: Andy Warhol, Bansky, Damien Hirst, Jean-Michel Basquiat, Anselm Kiefer, Richard Serra, Bill Viola, Jeff Koons, Marina Abramovic, Gerhard Richter, Takashi Murakami, Lucian Freud, Keith Haring. Entre os principais artistas brasileiros que fomentaram a arte contemporânea estão: Hélio Oiticica; Romero Britto; Ferreira Gullar; Amilcar de Castro; Lygia Clark; Lygia Pape; Aluísio Carvão; Franz Weissmann; Hércules Barsotti; Willys de Castro; Cildo Meireles; entre outros

3.4. Principais Movimentos da Arte Contemporânea

3.4.1. A Arte Contemporânea abarca alguns movimentos artísticos importantes entre os quais, destacam-se: - Pop Art; - Arte Conceitual; - Arte Digital; - Fotografia; - Instalação; - Arte Urbana; - Body Art; - Arte povera; - Arte de Novas Mídias; - Hiperrealismo; - Fotorrealismo; - Op Art; - Arte cinética.

4. Diferença entre Arte moderna e Arte contemporânea

4.1. dirença; Apesar de serem semelhantes e, muitas vezes, confundíveis. A arte moderna e contemporânea possuem diferenças técnicas. Tanto na forma como são criadas as obras, com objetos fora do comum, até mesmo na crítica social que pretendia-se passar naquele momento. De forma simplificada, a arte moderna ainda apresenta uma preocupação com a técnica, traços e formas, mesmo que de forma subjetiva. Enquanto a arte contemporânea possui a característica de que absolutamente tudo pode se tornar arte.