Construção de PTS no campo de saúde mental

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Construção de PTS no campo de saúde mental por Mind Map: Construção de PTS no campo de saúde mental

1. Instrumento alinhado às atuais políticas públicas de saúde mental no país, as quais configuram tentativa de reverter o modelo manicomial e segregacionista que marcou a assistência psiquiátrica no Brasil por longo período.

2. Evitar internações e promover a reintegração social do sujeito;

3. Acolhimento dos indivíduos por meio da escuta ao usuário, considerando sua a vivência e dificuldades;

4. Levar sua reintegração à sociedade e âmbito familiar;

5. Intensivo: Diário para aqueles que sofrem de forma grave psiquicamente, estão em crise ou para aqueles que precisam de atenção continua devido a dificuldades intensas.

6. Semi-intensivo: Assistido no máximo 12 dias ao mês, e normalmente é destinado àqueles em que o sofrimento agora diminuiu, o que possibilita melhor relacionamento social, porém a pessoa precisa do CAPS para desenvolver maior autonomia.

7. Atendimentos:

8. Não-Intensivo: Indivíduo não precisa mais do suporte das equipes como nos outros casos, podendo ser atendido, no máximo, por até 3 dias ao mês.

9. Relatos de pesquisas e de experiências de 2004 a 2014:

10. 1 - Diversas possibilidades junto a elaboração do PTS, envolvendo a família, técnicos de referência da área e toda equipe multidisciplinar. Relatando a necessidade do cuidado e humanização, são diagnosticados sem haver uma investigação.

11. 2 - Foi referido problemas na elaboração do PTS, pois havia centralização do profissional de referência, onde não tinha uma elaboração completa do projeto com outros profissionais sem a troca de saberes para melhor acompanhamento, como também a dificuldade do apoio da familia.