Agonistas e antagonistas adrenérgicos

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Agonistas e antagonistas adrenérgicos por Mind Map: Agonistas e antagonistas adrenérgicos

1. Agonistas

1.1. facilitam ou mimetizam a ativação do SNA simpático

1.2. Ação direta

1.2.1. atua diretamente nos receptores adrenérgicos

1.2.2. catecolaminérgicos

1.2.2.1. fármacos

1.2.2.1.1. norepinefrina

1.2.2.1.2. epinefrina

1.2.2.1.3. dopamina

1.2.2.1.4. isoproterenol

1.2.2.1.5. dobutamina

1.2.3. não catecolaminérgicos

1.2.3.1. Fármacos

1.2.3.1.1. agonistas α1-adrenérgicos

1.2.3.1.2. fenilefrina e metoxamina

1.2.3.1.3. agonistas α2-adrenérgicos

1.2.3.1.4. α-metildopa

1.2.3.1.5. xilazina

1.2.3.1.6. romifidina

1.2.3.1.7. detomidina

1.2.3.1.8. medetomidina

1.2.3.1.9. dexmedetomidina

1.2.3.1.10. clonidina

1.2.3.1.11. fadolmidina

1.2.3.1.12. agonistas de receptores β2-adrenérgicos

1.2.3.1.13. salbutamol

1.2.3.1.14. clembuterol

1.3. Ação indireta

1.3.1. atua na liberação de NE

1.3.2. Fármacos

1.3.2.1. anfetamina

1.3.2.2. efedrina

2. Antagonistas

2.1. antagonistas α-adrenérgicos

2.1.1. atuam mediante a ligação reversível ou irreversível com os adrenoreceptores, impedindo a ativação desses receptores pela ação das catecolaminas

2.1.2. antagonistas α1-adrenérgicos

2.1.2.1. prazosina

2.1.2.2. tansolusina

2.1.2.3. hipertensivo e hiperplasia prostática benihna

2.1.3. antagonistas α2-adrenérgicos

2.1.3.1. ioimbina

2.1.3.2. atipamezol

2.1.3.3. idazoxam e tolazolina

2.1.3.4. disfunção erétil

2.1.4. fármacos não seletivos

2.1.4.1. fenoxibenzamina e dibenamina

2.1.4.2. fentolamina e tolazolina

2.1.4.3. derivados do ergot

2.1.5. encontrados principalmente no sistema cardiovascular

2.1.5.1. causa a diminuição da PA

2.2. antagonistas β-adrenérgicos

2.2.1. fármacos

2.2.1.1. propanolol

2.2.1.2. metoprolol

2.2.1.3. nadolol

2.2.1.4. timolol

2.2.1.5. labetalol

2.2.1.6. pindolol

2.2.2. antagonizam os efeitos da ativação do simpático → antagonistas competitivos

2.2.3. são utilizados para tratar angina, arritmias cardíacas, infarto e insuficiência cardíaca e principalmente na hipertensão. ainda, podem ser usados no glaucoma, ansiedade, profilaxia da enxaqueca

2.2.4. inibidores β1

2.2.4.1. inibem a contração do coração

2.2.4.2. diminuição da frequência e força → diminuição PA

2.2.5. inibidores β2