Ambiente PRE-NOTA - Versão 2.0

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Ambiente PRE-NOTA - Versão 2.0 por Mind Map: Ambiente PRE-NOTA - Versão 2.0

1. Definir estrutura organizacional

1.1. Cada módulo utilizaria uma matriz e as filiais poderiam ser divididas por funcionalidades caso necessário. Ter uma matriz e filial em comum para teste integrado entre os módulos

2. Definir a origem dos dados

2.1. Ambiente de cliente

2.1.1. Vantagens

2.1.1.1. Dados com cenários reais do cliente vindo da origem evitando erros

2.1.1.2. Volume de dados com cenários diversos

2.1.2. Problemas

2.1.2.1. Não conseguiremos atender a todos os cenários. Cliente pode não ter retidos, por exemplo, ou não ter notas de TELECOM

2.1.2.2. Ao tirar print de telas, pode ser divulgado produtos de clientes, por utilizar a base deles

2.2. Outras Opções

2.2.1. Ambiente da Sonda

2.2.1.1. Teste viciado (o mesmo feito no homol)

2.2.2. Cópia de um ambiente SAAS

2.2.2.1. Ambiente pequeno

3. Definir se utiliza um ambiente por modulo ou um para todos

3.1. um ambiente único

3.1.1. Vantagens

3.1.1.1. Ambiente mais atualizado

3.1.1.2. Somente 1 ambiente para manter

3.2. um ambiente por módulo

3.2.1. Vantagens

3.2.1.1. Pode ser pego erros de falta de pre-requisitos que não seria pego no ambiente unificado

3.2.2. Desvantagens

3.2.2.1. Quando existir pre-requisitos, cada equipe pode ter que aplicar diveras notas de outros módulos

3.2.2.2. Dependendo do caso, custo pode ser maior com a utilização de vários ambientes

3.2.2.3. Necessidade de configuração de outros módulos, e não temos expertise dentro de cada equipe

4. Resumo

4.1. Utilização do ambiente SAP

4.2. Utilização de um ambiente único

4.3. Utilização de um ambiente de cliente

4.4. Para não haver conflito,cada módulo utilizaria uma matriz e as filiais seriam divididas por funcionalidades a critério das equipes. Teríamos uma matriz/filial comum para testes integrados

4.5. Teríamos 1 PRE-NOTA na versão mais utilizada

5. Ambiente SAP

5.1. Vantagens

5.1.1. Testes mais realistas, simulando o fluxo que existe hoje no cliente desde a origem dos dados

5.1.2. Utilizar SAP vai ser inevitável futuramente com o Gallery

5.1.3. Podemos criar cenário para serem testados no Gallery, no Comply e no VB. Podemos comparar resultado de obrigações e apuração.

5.2. Problemas

5.2.1. É possível utilizar o ambiente F9D, mas ele tem problemas pois precisa ser reconfigurado. Não é possível gerar cenário para CIAP e Bloco K, por exemplo.

5.2.2. Ambiente PRE-NOTA precisaria ter acesso ao ambiente SAP. Caso o ambiente PRE-NOTA seja AZURE, geraria custo a mais por uma VPN

5.2.3. Funcional vai ter que ter conhecimento no SAP para gerar cenário, as vezes complexos.

5.2.4. Processo de teste mais demorado, porque alem da criação do cenário, exite uma série de processos referentes a interface que deverão ser executados e que poderão dar erros no log

6. Utilização do SAAS

6.1. Problemas

6.1.1. Ambientes pequenos

6.1.2. Refresh é completo, atualiza o banco inteiro perdendo as configurações já feito

7. Fluxo de utilização do ambiente

7.1. Baixar nota e aplicar no PRE-NOTA

7.1.1. Criar cenário no SAP

7.1.1.1. Executar interface

7.1.1.1.1. Efetuar testes da funcionalidade no PRE-NOTA

7.1.2. Criar cenário no PRE-NOTA