Marketing de Conteúdo

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Marketing de Conteúdo por Mind Map: Marketing de Conteúdo

1. 2) Canais de conteúdo

1.1. 4. Blog

1.1.1. central de conteudos da empresa

1.1.1.1. escolha um servidor (foque no mais fácil)

1.1.1.2. escolha um cms (content management system)

1.1.2. Personalizável - personalizar o seu cms (configurar)

1.1.2.1. Foque no conteúdo -

1.1.2.2. Pense no seu objetivo - o que voce quer com o seu blog, o tema tem que refletir o objetivo. Se conversão, existem temas focados em conversão, fazer e-books, materiais ricos, etc. O tema tem que seguir o seu objetivo.

1.1.2.3. Responsivo - se adapta independente do tamanho da tela

1.1.2.3.1. Importancia

1.1.2.4. plugins

1.1.2.4.1. SEO (search engine operation)

1.1.2.4.2. anti-spam

1.1.2.4.3. botoes de compartilhamento

1.1.2.4.4. código do google Analytics

1.1.2.4.5. Conversão

1.1.3. suporta vários formatos de conteudo

1.1.4. irá atrair tráfego próprio (SEO, Etc)

1.1.5. Gera leads

1.1.6. Publicando

1.1.6.1. Mantenha a frequência e a qualidade

1.1.6.2. Faça um checklist de qualidade do texto, publicação e divulgação

1.1.6.3. Estratégia boa é a recorrência

1.1.7. Analisar o seu blog (Analytics)

1.1.7.1. ´Números de visitas

1.1.7.2. Taxa de rejeição (bounce)

1.1.7.3. Páginas por visita

1.1.7.4. Fonte de tráfico (orgânico (google)? Social? direto? e-mail? referências?)

1.1.7.5. Outras (cuidado com coisas demais)

1.2. 5. Redes Sociais

1.2.1. Para que servem?

1.2.1.1. Divulgação do conteúdo do blog

1.2.1.2. Maior alcance de marca (orgânico e pago)

1.2.1.3. Conteúdos próprios para redes sociais (instagram)

1.2.1.4. Aumentar o engajamento com o público (diálogo, interação)

1.2.1.4.1. Engajamento com o público (diálogo, interação)

1.2.2. Dicas gerais

1.2.2.1. Tenha um plano (e um cronograma)

1.2.2.1.1. Documente tudo

1.2.2.2. Mix de conteúdos próprios e de terceiros

1.2.2.3. Entenda bem quais formatos funcionam em cada rede

1.2.2.3.1. Facebook (Maior rede do mundo, não a evite!)

1.2.2.3.2. Twitter

1.2.2.3.3. GOOGLE+

1.2.2.3.4. Linkedin (Foco mais profissional, audiência mais limitada, mas extremamente valiosa)

1.2.2.3.5. Vídeo

1.2.2.4. Fique atento ao diálogo (responda qualquer pergunta) Não ignore

1.2.2.5. Incentive as interações

1.2.2.5.1. mencione pessoas

1.2.2.5.2. faça conexões

1.2.2.5.3. participe de grupos - mas sem ser spam

1.3. 6. Email

1.3.1. UTILIDADES DO Email

1.3.1.1. conteudo, newsletter

1.3.1.2. email marketing

1.3.1.3. fluxo de nutricao

1.3.1.4. relacionamento com atuais clientes

1.3.1.5. emails transacionais, automatizados

1.3.2. enviando seus emails

1.3.2.1. 1) utilize alguma plataforma

1.3.2.1.1. menos marcação como spam (servidor "limpo", boas práticas: possuir endereço, tem um link para unsuscribe)

1.3.2.1.2. estatísticas

1.3.2.1.3. automacao (desde autoresponder do Marketing até RD Station e Hubspot)

1.3.2.2. 2) Segmente

1.3.2.2.1. Maior taxa de abertura e conteúdo mais eficiente (Como segmentar: Demográfico e comportamental).

1.3.2.2.2. Otimo em e-commerce)

1.3.2.3. 3) Varie (Varie seus E-mails entre conteúdo, promoção ou ambos)

1.3.2.4. 4) Enviando seus emails

1.3.2.4.1. Use textos

1.3.2.5. 5) Frequencia

1.3.2.5.1. Testar a frequencia (1 x semana, a cada 3 dias, spam, descadastrar)

1.3.2.6. 6) Avalie o estilo do e-mail

1.3.2.6.1. Dependendo do e-mail, somente texto funciona muito bem (e-mail mais "pessoal"). Teste isso!

1.3.3. Métricas

1.3.3.1. Taxa de abertura

1.3.3.2. Cliques

1.3.3.3. Taxa de rejeição

1.3.3.4. Taxa de cancelamento

1.3.3.4.1. marcado como spam

1.3.4. Desde que você faça tudo direito, o email ainda é extremamente poderoso.

2. 1) Introdução e planejamento

2.1. 1. Introdução ao marketing de conteúdo

2.1.1. O que é marketing de conteúdo?

2.1.1.1. Marketing de Conteúdo é uma abordagem estratégica de marketing focada em criar e distribuir conteúdos de valor, relevantes e consistentes para atrair e reter uma audiência claramente definida, e, ultimamente, para levar os clientes à ações lucrativas. – Content Marketing Institute

2.1.1.1.1. Gera visibilidade da sua marca

2.1.1.1.2. Aumenta sua audiência

2.1.1.1.3. Gerar autoridade sobre um tema e/ou assunto

2.1.1.1.4. Gerar engajamento com a audiência

2.1.2. Mudança de hábitos depois da Internet

2.1.2.1. Quando alguém tem uma dúvida nos dias de hoje, qual é a primeira forma de resolver o problema?

2.1.2.1.1. Procura-se no Google.

2.1.3. Como ganhar visibilidade, audiência, autoridade e engajamento na Internet?

2.1.3.1. Produzindo conteúdos relevante e valioso

2.1.3.1.1. O que é um conteúdo relevante e valioso?

2.1.4. Como criar conteúdos relevantes e valiosos?

2.1.4.1. Não podemos depender da sorte, precisamos criar processos

2.1.4.1.1. Tenha um objetivo claro

2.1.4.1.2. Documentar todo o processo

2.1.5. As categorias do marketing

2.1.5.1. Inbound marketing

2.1.5.1.1. O “novo marketing” (Inbound Marketing) é qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas em vez de comprá-las.

2.1.5.2. Outbound marketing

2.1.5.2.1. O “velho marketing” (Outbound Marketing) é qualquer tática de marketing que “empurra” produtos e/ou serviços para os clientes.

2.1.6. O exemplo da Michelin

2.1.6.1. No início do século 20 a Michelin produziu um guia de restaurantes. A motivação foi vender pneus. Na época as pessoas não usavam muito os carros e precisavam de uma motivação para dirigir até ao restaurantes do guia.

2.1.7. Como montar uma estratégia de marketing de conteúdo

2.1.7.1. Planejamento

2.1.7.1.1. Porque estamos criando uma estratégia de marketing de conteúdo

2.1.7.1.2. Para quem estamos criando esse conteúdo, (criar conteúdo mais específico para o público)

2.1.7.1.3. Como vamos distribuir esse conteúdo? Com qual frequência? Quais redes de distribuição vamos utilizar?

2.1.7.2. Execução

2.1.7.2.1. Colocar em prática o que foi planejado

2.1.7.2.2. Seguir um calendário de publicação

2.1.7.3. Mensuração

2.1.7.3.1. Quais os indicadores chave de performance (KPI) vamos utilizar? (Evitar que se meça muita coisa, medir somente o que for relevante a tomada de decisão.)

2.1.7.3.2. Com qual frequência vamos medir esses indicadores?

2.1.7.4. Ação

2.1.7.4.1. Fazer os ajustes necessários para melhorar o conteúdo. (Se deu errado, conserte, se deu certo, melhore ainda mais o processo. Pequenas melhorias tem impacto no todo.)

2.2. 2. Objetivos do Marketing de Conteúdo (Planejamento)

2.2.1. Definir o objetivo do cliente (Principais Objetivos)

2.2.1.1. Reconhecimento de marca / autoridade

2.2.1.2. Engajamento com a marca

2.2.1.2.1. Gera aproximação com pessoas (criar evangelizadores)

2.2.1.3. Retenção de clientes

2.2.1.3.1. Quais as dúvidas do cliente? Gerar conteúdo (vídeos,tópicos no forum, blogs)

2.2.1.3.2. Usar conteúdo para tornar o cliente fiel a sua loja (Guia definitivo da meia)

2.2.1.4. Educar o mercado

2.2.1.4.1. Pegar o tema e ensinar o mercado a entender, o que é? e para que serve. EX: Marketing de conteúdo de qualidade

2.2.1.5. Gerar lead

2.2.1.5.1. Fazer e-books, materiais ricos, webinar.

2.2.1.6. Auxiliar vendas

2.2.1.6.1. Ajudar a convencer e resolver as dúvidas do cliente para ajudar a auxiliar na venda.

2.2.1.6.2. Vídeos, webinar, blogs auxiliam na resolução das dúvidas do lead, tornando a venda mais fácil.

2.2.2. BUYER PERSONA caracterização de compradores reais é o conteúdo agregado do meu publico faça bom trabalho na definição de personas Deve ser documentada Sempre validar se persona esta funcionando ou não.

2.2.2.1. Agregado do público onde vou conseguir criar perfil onde poderei falar com mais propriedade.

2.2.2.2. Tipos de pesquisas para criar um persona

2.2.2.2.1. Entrevistas com clientes

2.2.2.2.2. Pesquisa de mercado

2.2.2.2.3. Pesquisa online

3. 3) Automação, processos e ferramentas

3.1. 7. Funil de vendas e automação de marketing

3.1.1. Funil Mapear cada conteúdo para cada etapa do funil

3.1.1.1. Topo - Marketing - audiencia, atração (atrai, convence e converte o cliente)

3.1.1.1.1. Audiência geral

3.1.1.1.2. Pessoas que querem se informar

3.1.1.1.3. Formatos recomendados

3.1.1.2. Meio - converter a pessoa a contratar solução

3.1.1.3. Fim - onde se convence a pessoa a comprar

3.1.1.4. Mapear cada conteudo para o funil

3.1.2. TOPO (evite conteúdo publicitario)-

3.1.2.1. audiencia geral (maior alcance, também ajuda com brand awareness e autoridade)

3.1.2.2. pessoas querem se informar (ainda não buscam fazer negocio)

3.1.2.3. FORMATOS RECOMENDADOS (alto alcance)

3.1.2.3.1. Vídeos

3.1.2.3.2. infográficos

3.1.2.3.3. Blos Posts (alto foco em SEO)

3.1.2.3.4. Distribuição via midias sociais

3.1.2.3.5. Materiais mais genérico - guias

3.1.2.4. MEIO - descobrir se é um possível cliente ou não

3.1.2.4.1. Audiência mais limitada

3.1.2.4.2. Pessoas já identificaram que possuem um problema (e querem resolve-lo)

3.1.2.4.3. Formatos recomendados (alto alcance)

3.1.2.4.4. A lead te conhece melhor (comunicação direta)

3.1.2.4.5. Voce conhece a Lead ()

3.1.2.4.6. Landing Pages

3.1.2.5. FUNDO (Consiga idéias de conteúdos com seu time de vendas) - Convença lead a contratar voce, especificamente

3.1.2.5.1. Nesse momento já é possivel falar de sua própria empresa

3.1.2.5.2. FORMATOS RECOMENDADOS

3.1.2.5.3. O QUE DETERMINA UMA BOA NUTRIÇÃO

3.1.2.5.4. Erros mais comuns para conteúdo para o funil

3.1.2.5.5. AUTOMAÇÃO DE MARKETING - o uso de plataforma/software para automatizar processos atuais

3.1.2.5.6. Ensinamento final: O que é um bom conteúdo? é aquele entregue para a pessoa certa quando ela mais precisa

3.2. 8. Processos e ferramentas

3.2.1. Processos bem definidos e documentados (empresas que DOCUMENTAM seu marketing de conteúdo, são consideradoas 100% + efetivas em suas estratégias)

3.2.1.1. O QUE DOCUMENTAR? (objetivos de marketing)

3.2.1.1.1. GLOBAIS

3.2.1.1.2. METAS - periodicidade (3 meses)

3.2.1.1.3. PERSONAS - imprimir e pregar

3.2.1.1.4. MAPEAMENTO DE CONTEÚDO E TEMAS PRINCIPAIS

3.2.1.1.5. CALENDÁRIO EDITORIAL (Tudo o que é publicado)

3.2.1.1.6. Criar checklists de todos os processos

3.3. 9 - Criação de conteúdo

3.3.1. Como criar bons conteúdos?

3.3.2. IDEIA - MANTER ATUALIZADO

3.3.2.1. Ler blogs, revistas, clientes, time atendimento

3.3.3. COMO CONSEGUIR IDEIAS (organização)

3.3.3.1. Anote ideias, agenda, rotina de estudos (produza) Keep/evernote

3.3.3.2. ESCREVENDO PARA WEB

3.3.3.2.1. Leitura mais dinamica

3.3.3.2.2. Leitura nos mais variados formatos

3.3.3.2.3. Existem elementos interativos

3.3.3.2.4. Elementos de distribuicão

3.3.3.3. ESCANEABILIDADE - Capacidade de entender o assunto do texto, em uma única olhada

3.3.3.4. Imagens - quebra leitura

3.3.3.5. Cabeeçalhos - quebrar seções

3.3.3.6. Negrito, itálico, etc

3.3.3.7. listas

3.3.3.8. Parágrafos curtos

3.3.4. SEO (no âmbito da geração de conteúdo)

3.3.4.1. pesquisa de palavras-chave (intenção de busca, dúvidas)

3.3.4.2. SEO Title Tag - tamanho seguro abaixo de 55 caracteres MUITO BEM PENSADO

3.3.4.3. Meta description - tamanho seguro abaixo de 150 caracteres - usado google, facebook

3.3.4.4. Formatação correta (cabecalho, etc)

3.3.4.5. Somente uma vez, o titulo principal

3.3.4.6. Várias vezes

3.3.4.7. Para listas mais organizado, mais estruturado

3.3.4.8. Imagens usando atributos ALT

3.3.4.9. Links internos e inbound links

3.3.5. CONTEÚDO

3.3.5.1. PONTUAL - Pico de acesso, mas vida útil limitada pois é atrelado a um momento no tempo

3.3.5.1.1. Notícias

3.3.5.1.2. Sazonais

3.3.5.1.3. Atreladas a eventos/datas

3.3.5.2. EVERGREN - Não tem vida util limitada, vai acumulando visitas com o tempo.

3.3.5.2.1. Tutoriais

3.3.5.2.2. Entretenimento

3.3.5.2.3. Definições (dicionários)

3.3.5.3. TÍTULOS - atrai o clique em redes sociais

3.3.5.3.1. Chama a atenção nos resultados do Google

3.3.5.3.2. É o que faz a pessoa continuar lendo

3.3.5.4. EXEMPLOS RAPIDOS

3.3.5.4.1. Adjetivos fenomenais

3.3.5.4.2. Curiosidade

3.3.5.4.3. Urgência

3.3.5.4.4. Exclusividade

3.3.5.4.5. Controvérsia

3.3.5.5. Pessoas consomem conteúdos de maneira distintas - esteja pronto para atender aos vários cenários

3.3.5.6. Reutilizando o conteúdo

3.3.5.6.1. Vantagens - você só irá pesquisar uma vez -> eficiência

3.3.5.6.2. Metodologias Top dowm (um material rico vira vários menores)

3.3.5.6.3. Check list de reutilizacao de conteúdo

4. 4) Métricas

4.1. 10. MENSURAÇÃO - As métricas de negócio do marketing

4.1.1. KPI - Indicadores chaves de performance

4.1.1.1. Não medir nada

4.1.1.2. Medir coisa demais - sem informação relevante

4.1.1.3. A frequencia da mensuração / muda para cada KPI

4.1.1.3.1. COMO DEFINIR A FREQUENCIA?

4.1.1.4. EXEMPLOS DE KPIs

4.1.1.4.1. Auxílio a vendas - tempo médio de venda/CAC - são métricas de negócio

4.1.1.4.2. Geração de leads - leads gerados -

4.1.1.4.3. Auxilio a suporte - Quantidade de tickets de suporte abertos - marketing para cliente

4.1.1.4.4. Autoridade - visitas / interações - buscando visibilidade com máximo de pessoas visitando, conhecendo o produto.

4.1.1.5. MÉTRICAS ASSOCIADAS AO MARKETING - CAC (Custo de aquisicao de cliente)

4.1.1.5.1. Diretamente influenciada pelo marketing

4.1.1.5.2. CAC = custo de vendas (todos os gastos do departamento + gastos vendedor (comissão vendedor + salários )) + custo de marketing (mídia + salário + custo manutenção de departamento)

4.1.1.5.3. CAC / Clientes = custo aquisicao do cliente

4.1.1.5.4. LTV = (Lifetime value)

4.1.1.5.5. ROI (Retorno do investimento) - é uma métrica simplificada e geral de performance

4.1.2. Medir

4.1.2.1. Medir

4.1.2.2. Conferir

4.1.2.3. Ajustar

4.1.2.4. O NOVO MARKETING - ligado a performance está tão preocupado com os resultados de negócio quanto vendas ou os donos da empresa

4.1.2.5. É um marketing focado em métricas e nos processos

4.1.2.6. Tem que trazer resultado