Patologias em Alvenaria

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Patologias em Alvenaria por Mind Map: Patologias em Alvenaria

1. Identificar se:

1.1. Alertam problemas estruturais

1.2. Provocam umidade, durabilidade das vedações, isolamento termo-acústico, interrompendo as funções da edificação

1.3. Causam desconforto psicológico para o usuário

2. Como identificar:

2.1. O critério para caracterização de fissuras como patologias é que ocorram em número superior a dois ou três por metro quadrado, e que sejam visíveis a olho nu, a uma distância de aproximadamente 1,0 m da parede, o que deve ocorrer para fissuras de aproximadamente 1,0 mm de largura.

2.2. As trincas e fissuras são, muitas vezes, manifestações do mesmo fenômeno, e podem até ser consideradas, genericamente, como sinônimas. A diferença entre as duas é quase sempre de intensidade.

2.2.1. Trincas: significa uma intensidade maior do fenômeno causador, pois tem maior dimensão (espessura e comprimento) que a fissura. Tem um desenho mais definido e linear

2.2.2. Fissura: pode apresentar-se dispersa e em formato de "mapa".

3. Possíveis causas e Diagnóstico

3.1. Recalque de Fundações

3.1.1. É um afundamento das fundações de um edifício, em toda sua extensão ou em parte dela, que faz trincar as suas paredes.

3.2. Sobrecargas

3.2.1. As trincas são causadas por cargas (pesos) além do que a parede pode suportar. Ex: Carga excessiva nos cantos dos vãos, com insuficiência de verga e contra verga.

3.3. Movimentação Térmica

3.3.1. Lajes de cobertura apoiadas em paredes de alvenaria, ao se deformarem por movimento de dilatação e contração, podem ocasionar trincas nas paredes onde estão apoiadas.

3.4. Movimentação da Estrutura

3.4.1. A movimentação da estrutura em relação à alvenaria e a ausência ou insuficiência de elementos construtivos que possam suportá-las é causadora de trincas. Nesse caso encontram-se também trincas que podem ser sintomas de deformação excessiva da estrutura.

3.5. Variações de umidade dos materiais

3.5.1. Chamadas higroscópicas, que ocorrem quando há maior exposição à umidade de alguns materiais em relação a outros. Isso acarreta variações de volume diferenciadas entre eles, causando trincas.