COMUNIDADES VIRTUAIS

Just an initial demo map, so that you don't start with an empty map list ...

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
COMUNIDADES VIRTUAIS by Mind Map: COMUNIDADES VIRTUAIS

1. Conclusões do Grupo

1.1. O trabalho foi de muita valia pois podemos conhecer várias outras redes sociais, identificar as características como fronteira, engajamento e heterogeneidade. Além disso o conceito de metáforas foi muito bem trabalhado pelo professor aliado a imagens que nos auxiliaram no aprendizado.

2. Comunidades Levantadas

2.1. http://www.ubuntu-br.org/comunidade

2.1.1. Fronteira

2.1.1.1. O Código de Conduta rege o comportamento de todos os membros da Comunidade Ubuntu, em qualquer fórum, lista de discussão, wiki, site, canal de irc, install-fest, encontros públicos ou correspondências privadas. O Conselho Comunitário do Ubuntu irá arbitrar em qualquer discussão sobre a conduta de um membro da comunidade. Para estar de acordo, você precisa ler atentamente e assiná-lo.

2.1.2. Engajamento

2.1.2.1. O Conselho Ubuntu Brasil é formado por 3 menbros oficiais do Ubuntu, responsável por tomar decisões que afetarão direta ou inderetamente o futuro da comunidade, arbitrar nos assuntos relacionados a imagem da comunidade e no comportamento de seus membros, bem como representar oficialmente a distribuição em território nacional.

2.1.3. Heterogeneidade

2.1.3.1. Os Grupos Regionais são células de representação da comunidade Ubuntu nos diversos estados brasileiros. Neles você poderá encontrar usuários do Ubuntu Linux que residem no mesmo estado e cidade e até mesmo bairro que você. Os grupos organizam listas de discussões próprias, eventos, install fest e outras confraternizações e iniciativas, sendo uma forma muito interessante de se fazer novos amigos, contatos e trocas de experiências profissionais, culturais e sociais.

2.2. http://www.facebook.com

2.3. http://www.ning.com

2.4. http://www.flickr.com

3. Metáforas das Condições

3.1. Fronteira

3.1.1. O homem alcança a perfeição e tem o controle de sua vida nas próprias mãos, basta conhecer e praticar as “regras” contidas no Livro Sagrado. Essa regras foram definidas há anos e ainda são e continuarão a ser atuais para aqueles que pretendem viver em comunidade seja ela virtual ou real. As vezes pode parecer que as regras não são muito claras, porém tudo está escrito. Deve haver ajuda mútua, com colaboração de todos para que os anseios comuns sejam defendidos e concretizados. A falta de limites leva a comunidade ao Apocalipse, sendo em vão o trabalho árduo do Grande Moderador de nós cristãos.

3.2. Engajamento

3.2.1. Assim como nas comunidades cristãs todos desejam ser reconhecidos pelos seus membros e pelo Moderador-mor. Mas é preciso que haja compromisso. A cada dia a sua história, juntamente com suas contribuições, é escrita no blog da vida. E o cristão vai ser reconhecido pela qualidade de suas ações para que a comunidade ande em harmonia sendo esse reconhecimento advindo no momento adequado em função do compromisso mantido para com a coletividade.

3.3. Hetrogeneidade

3.3.1. Credo, raça e cor. Toda essa miscigenação e diferenças culturais dificultam o socialização. Todos somos iguais perante o Moderador porém alguns contribuem mais outros menos. Alguns preferem ficar na espreita, atrás do muro, outros querem ser o mais comentado. Tudo isso é importante para caracterizar uma comunidade, não pelas características físicas mas pela essência do conteúdo comum em servir o próximo seja através de um bom “bate-papo” seja através de uma postagem de uma mensagem motivadora ou geradora de conhecimento para superar alguma dificuldade.

4. Conceito na Wikepedia

4.1. Uma comunidade virtual é uma comunidade que estabelece relações num espaço virtual através de meios de comunicação a distância. Se caracteriza pela aglutinação de um grupo de indivíduos com interesses comuns que trocam experiências e informações no ambiente virtual. Um dos principais fatores que potencializam a criação de comunidades virtuais é a dispersão geográfica dos membros. O uso das Tecnologias de Informação e Comunicação - TICs minimizam as dificuldades relacionadas a tempo e espaço, promovendo o compartilhamento de informações e a criação de conhecimento coletivo.