Create your own awesome maps

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account?
Log In

Análise com Casos de Uso baseada em Objetivos by Mind Map: Análise com
Casos de
Uso
baseada em
Objetivos
0.0 stars - 0 reviews range from 0 to 5

Análise com Casos de Uso baseada em Objetivos

MODELAGEM COM OBJETIVOS

A especificação de software com a utilização de casos de uso  cresceu com a popularidade da engenharia de software orientada a objetos [Weidenhaupt 1998]. Casos de uso agora são parte de todos métodos de de análise orientados a objetos [Regnell 1996], incluindo a popular Unified Modeling Language (UML) e as suas metodologias [Fowler 1997]. Analistas, entretanto, tem dificuldades na decomposição e estruturação de casos de uso. Uma das soluções parece ser o uso de objetivos de alto nível do software. Objetivos podem guiar o desenvolvimento de casos de uso, assim como permitem as análises preliminares das especificações de software.

Objetivos

Objetivos podem guiar o desenvolvimento de casos de uso, assim como permitem as análises preliminares das especificações de software.

Modelagem Orientada a Objetivos

Objetivos estimulam a elaboração de requisitos sendo a sua base; [Dardenne 1991, Ross 1977, Rubin 1992] dizem  que proporcionam um critério para a integralidade da especificação dos requisitos -  a especificação é completa se todos os objetivos declarados são obtidos pela especificação [Yue 1987]; fornecem uma justificação para a exigência de requisitos - um requisito existe devido a algum objetivo subjacente que fornece uma base para o mesmo [Dardenne 1991, Sommerville 1997]; objetivos  representam as raízes para a detecção de conflitos entre requisitos e para a resolução  eventual dos mesmos [Robinson 1989, van Lamsweerde 1998]; objetivos são geralmente mais estáveis do que os requisitos necessários para que seja alcançados [Anton1994].Em resumo, requisitos "implementam" objetivos da mesma forma como programas implementam especificações de projeto (design).

UM MÉTODO ORIENTADO A OBJETIVOS

Definimos  um método para obter especificações com UML a partir de objetivos. O método é uma síntese dos  métodos comuns com UML, tais como o Rational Unified Process [Kruchten 2000], e os métodos de análise de requisitos orientados a objetivos, tais como KAOS [Dardenne 1993].

Eliciar o contexto do sistema

Informações sobre o sistema proposto, e de seu contexto, são adquiridos por meio de entrevistas, coleta de documentos, observação, etc

Definir os objetivos do sistema

Baseado no contexto do sistema,  um analista define os objetivos do sistema.

Derivar Requisitos

Objetivos  são refinados ao nivel de requisitos.

Derivar casos de uso

Casos de uso organizacionais, de sistema e de baixo nível  são derivados a partir dos requisitos.

Derivar Modelos UML

Outros modelos UML, tais diagramas de classe e seqüência, são derivados dos requisitos  ou casos de uso

Abstração

Direção

Rastreabilidade

Análise

DEFININDO OBJETIVOS E REQUISITOS DE UM SISTEMA

Os analistas definem as propriedades desejadas do ambiente, ou objetivos, baseados nas necessidades dos stakeholders. Sendo definições baseadas no ambiente, os objetivos, não limitam  explicitamente o comportamento do software; que é a função dos requisitos. Os analistas detalham os objetivos, adicionando detalhes, informações, que por sua vez restringem  o software. Assim, os requisitos  podem ser derivados dos objetivos por refinamento.

Patterns de Refinamento

Um analista cria uma  hierarquia de objetivos  através do refinamento dos mesmos. Um objetivo é detalhado  adicionando mais detalhes específicos. Como ilustração, suponha que você deve fornecer a um amigo  instruções de como chegar à sua  casa. Primeiro, você pode sugerir uma visão geral: "A partir de sua localização, você necessita chegar numa rodovia, seguir para o sul, passar por algumas ruas comerciais e residenciais, e então você vai chegar". Em seguida, você pode detalhar a sua descrição, descrevendo os detalhes da rodovia, as  ruas intermediárias e, finalmente, o seu endereço. Assim como as placas podem ajudar na direção do transito , elas podem  auxiliar no refinamento dos objetivos.

Descrição de Sistema de Software

Softwares controlam uma pequena parte do mundo. Eles interagem com o seu ambiente. Monitoram as propriedades do ambiente  e introduzem alterações através da modificação dos  valores lógicos ou dispositivos físicos daquilo que controlam. A partir destas  simples observações , nós podemos caracterizar  quatro  definições fundamentais  importantes para a descrição de sistemas software  , de acordo com van Lamsweerde [ van Lamsweerde 2000] e outros [ Jackson 1995, Parnas 1995].  

Objetivo

Um objetivo é uma propriedade desejada do ambiente. Por exemplo, “Depois da entrega de uma mercadoria , o cliente dever pagar a compra"

Propriedade de Domínio

Uma  propriedade de domínio é uma propriedade que existe naturalmente no ambiente ,  independentemente  de qualquer sistema software . Por exemplo “Depois da produção de um  produto perecível , o produto transforma-se em obsoleto.”

Requisito

Um requisito é um tipo especial de objetivo que condiciona (restringe)  o comportamento do software. Para ser um requisito, um objetivo deve satisfazer as seguintes três propriedades: (i) é descrito inteiramente em termos de valores monitorados pelo software, (ii)  restringe apenas valores que são controlados pelo software, e (iii) os valores controlados não são edefinidos em termos de  valores monitorados  futuros. Por exemplo, "O sistema deve enviar uma fatura em decorrência de um pedido de um cliente, até um dia depois da entrega da mercadoria"

Especificação

Uma  especificação é  um tipo especial de requisito que somente tem a ver com as  propriedades do sistema. Por exemplo, "O sistema deve calcular a idade produto como a data atual menos a data de produção do produto."