Create your own awesome maps

Even on the go

with our free apps for iPhone, iPad and Android

Get Started

Already have an account?
Log In

MiniMonografia by Mind Map: MiniMonografia
0.0 stars - reviews range from 0 to 5

MiniMonografia

Modelagem de Requisitos de Softwares

Introdução

É sabido que o mercado esta em constantes evoluções, para a construção um sistema de informação é necessário possuir toda a documentação de uma forma detalhada, documentar todos os processos de analise de negócios, uso de ferramentas de auxilio.

Motivação

Existem vários motivos pelo qual este trabalho poder servir e de certa forma alertar ao Engenheiro de Software, definir cada etapa do projeto, realizar em cada departamento da empresa a analise de negócios, técnicas de abordagem com os futuros usuários e a equipe técnica, definirem bem as especificações de requisitos. Para evitar qualquer tipo de acidente com um prédio, o mesmo deve ter um projeto de engenharia bem definido, ou seja, alicerce firme, para evitar quaisquer problemas, e da mesma forma um software tem que ter o mesmo conceito. De acordo com Pressman, A importância de projetar e construir um programa de computador elegante que resolva o problema errado não serve às necessidades de ninguém. Essa é a razão porque é importante entender o que o cliente deseja antes de começar a projetar e construir um sistema baseado em computador. Segundo Pressman, Projetar e construir softwares são desafiador, criativo e gostoso.

A NECESSIDADE E A IMPORTÂNCIA DE ENGENHARIA DE REQUISITOS

Desenvolver software é uma atividade complexa por natureza. Uma das razões para esta afirmação é que não existe uma única solução para cada cenário de desenvolvimento. Entender os requisitos de um problema esta entre as tarefas mais difíceis enfrentadas por um engenheiro de software. Quando você começa a pensar sobre isso, a engenharia de requisitos não parece difícil. Afinal de contas, o cliente não sabe o que é necessário?. Os usuários finais não deveriam ser um bom entendedor das características e funções que vão oferecer benefícios?. E mesmo que os usuários e clientes sejam explícitos, quanto as suas necessidades, essas vão se modificar ao longo do projeto.

O QUE FAZER E COMO FAZER PARA MELHORAR O NO PROCESSO DE ANALISE E POSTERIOR DESENVOLVIMENTO DE UM SOFTWARE ?

Um problema grave que ocorre hoje em dia é que aproximadamente 80% já iniciam o processo de desenvolvimento de um software, e apenas 20% iniciam o projeto desde o seu clico inicial, ou seja, realizam toda a documentação necessária para o projeto do software, minha intenção é alertar aos leitores a inverter este quadro, ou seja, 80% de projeto devidamente documentado e 20% em desenvolvimento do sistema propriamente dito. Acarretando assim retrabalho, comparado a uma colcha de retalhos, faz uma parte e remenda outra, interferindo assim em todos as áreas, tais como financeira (elevados custos), entre outros problemas. Outro detalhe está em prevenir a insatisfação do cliente por meio de um melhor entendimento dos requisitos estabelecidos e, então, utilizá-los no projeto do software.

QUALIDADE DE SOFTWARE

Permitir que profissionais tivessem controle sobre o desenvolvimento de software dentro de custos, prazos e níveis de qualidade desejados. Embora simples, está análise nos permite concluir que é importante que seja dada maior importância às atividades relacionadas à especificação dos requisitos do software.

DEFINIR OS PROCESSOS PARA O PROJETO, DEMONSTRANDO O QUE DEVE SER FEITO E O COMO FAZÊ-LO.

Segundo Guedes, uma das fases da engenharia de um software consiste no levantamento de requisitos (as outras etapas, sugeridas por muitos autores, são: Análise de Requisitos, Projeto, que se constitui na principal etapa da modelagem, Codificação, Teste e Implementação). Nesta etapa, o engenheiro de software busca compreender as necessidades do usuário e o que ele deseja que o sistema a ser desenvolvido realize. A análise de requisitos é uma das primeiras atividades técnicas nesse processo, e responsável por definir as funcionalidades de um sistema e sob que restrições o sistema deve funcionar, levando em consideração o ponto de vista da satisfação das necessidades do usuário final. Então veremos alguns conceitos definidos pela engenharia de requisitos.

PRODUÇÃO DE REQUISITOS

Levantamento

Entrevista

Prototipação

GERÊNCIA DE REQUISITOS

Controle de mudança

Gerencia de Configuração

Rastreabilidade

CONCLUSÃO