Claudio Pires engenheiro de software claudiocpires.com.br

Get Started. It's Free
or sign up with your email address
Rocket clouds
Claudio Pires engenheiro de software claudiocpires.com.br by Mind Map: Claudio Pires engenheiro de software claudiocpires.com.br

1. Futuro

1.1. Objetivos

1.1.1. Engenharia de software

1.1.1.1. Application Lifecycle Management (ALM)

1.1.1.2. Arquitetura de software

1.1.1.3. Arquitetura empresarial

1.1.1.4. Novas certificações IBM

1.1.2. Gerência de projetos de software

1.1.2.1. Métodos ágeis

1.1.2.2. Formação de time

1.1.2.3. Mentoring

1.1.2.4. Novas certificações PMI

1.1.3. Melhoria de processos de software

1.1.3.1. Liderança e negociação

1.1.3.2. Consultoria

1.1.3.3. Certificação MPS-BR

2. Experiência Profissional

2.1. 2011

2.1.1. Mar

2.1.1.1. Saída da TIVIT, com principais resultados promovidos: avaliação e adequação de metodologias de desenvolvimento de sistemas e processos de negócio (papéis, habilidades, técnicas, atividades, processos, marcos, artefatos, padrões, qualidade, valores); participação em programa de Arquitetura Empresarial; integração de novas ferramentas IBM Rational para gerenciamento do ciclo de vida das aplicações (ALM).

2.2. 2010

2.2.1. Nov

2.2.1.1. Início na TIVIT, Sistemas Aplicativos, como Analista de Sistemas, alocado na Bradesco Seguros, para consultoria de Metodologia e Processos.

2.2.1.2. Saída da TECNOPOP, com principais resultados promovidos: consolidação dos padrões de codificação e arquitetura de desenvolvimento orientada a componentes com UML; definição de processos de gerência de projetos com implementação de metodologias ágeis; mapeamento das atividades e tarefas da cadeia de valor primária de negócios; contribuição no diálogo técnico-comercial com clientes (workshops de requisitos); promoção de treinamentos in-company; codificação/gerência de, aproximadamente, 30 aplicações Web; formação de times, mapeamento de fluxos de trabalho e maior credibilidade de entregas. Principais projetos: Intranet Coca-Cola Brasil, Sistema de Gestão de Acervos, Exposição Menas, Portal Augusto Malta, Fórum Brasileiro de Segurança Pública, sites institucionais da Expomus e TvZero, sites pessoais do Lenine e Paralamas.

2.2.1.2.1. Ferramentas de desenvolvimento: Eclipse for PHP Developers, Visual Paradigm for UML, Visual Studio .NET, MySQL, Oracle, SQL Server, Subversion, Bugzilla.

2.3. 2006

2.3.1. Nov

2.3.1.1. Início na TECNOPOP, agência de design, como Engenheiro de Software, para definir processos de desenvolvimento de software de aplicações Web.

2.3.2. Jul

2.3.2.1. Saída da ROCHE, com principais resultados promovidos: contribuição na retomada de boas relações de trabalho do setor, tanto com fornecedores de tecnologia (nacionais e internacionais), como clientes internos; consolidação de processo de desenvolvimento de softwares industriais em atendimento às normas corporativas (auditorias); implementação de soluções técnicas e melhorias de qualidade para diversos sistemas fabris; capacitação de funcionários através de treinamentos técnicos; liderança em atendimentos multidisciplinares de manutenção na identificação de falhas de equipamentos e linhas de produção (hardware e software); participação em programa de reestruturação do setor de Engenharia; apoio na orientação para padronização da plataforma de automação.

2.4. 2003

2.4.1. Ago

2.4.1.1. Início na ROCHE, laboratório farmacêutico multinacional, como Engenheiro de Automação, para manutenção dos sistemas de controle automático de todas áreas produtivas.

2.4.2. Jul

2.4.2.1. Saída da GSK, com principais resultados promovidos: criação e atualização de procedimentos-padrão de operação do setor em cumprimento às exigências de auditorias internacionais; suporte especializado nas transferências de novos produtos e tecnologias (fusão Glaxo Wellcome e SmithKline Beecham), incluindo desenvolvimento de soluções, controle de mudanças e elaboração de protocolos de testes; participação em programas de Excelência Operacional, como 5S; apoio na padronização da plataforma de automação; selecionado para participação em treinamento global sobre validação de sistemas computadorizados.

2.5. 2001

2.5.1. Jun

2.5.1.1. Início na GSK (GlaxoSmtihKline), laboratório farmacêutico multinacional, como Engenheiro de Automação, para manutenção dos sistemas de controle automático de todas áreas produtivas.

2.5.1.2. Saída da VIEW ENGENHARIA, com principais clientes e projetos: Itambé, FCC, COPAPE, Cargill, Clariant, Bayer, White Martins, Latasa. Instrutor de Treinamento em Sistema de Supervisão e Programação de Controladores Lógico-Programáveis.

2.6. 1998

2.6.1. Abr

2.6.1.1. Início na VIEW ENGENHARIA, consultoria em Automação Industrial, como Engenheiro de Aplicações, para a programação de controladores lógico-programáveis (CLPs), desenvolvimento de interfaces gráficas de operação industrial e design de banco de dados.

2.6.2. Mar

2.6.2.1. Saída da MEDUSA, com o principal resultado do desenvolvimento de interfaces gráficas para operação de processos industriais da Cervejaria Brahma, no RJ e em SE.

2.7. 1996

2.7.1. Jul

2.7.1.1. Início na MEDUSA AUTOMAÇÂO & SISTEMAS, como Trainee de Tecnologia, para especialização em Sistemas de Supervisão.

2.8. 1995

2.8.1. Dez

2.8.1.1. conclusão: Estágio no Centro de Pesquisas da Petrobrás (CENPES), na Divisão de Polímeros, do Grupo de Desenvolvimento de Processos.

3. Experiência Acadêmica

3.1. 2012

3.1.1. Out

3.1.1.1. Formatura do MBA em Gerência de Projetos - Padrão PMI, no Instituto Infnet.

3.2. 2010

3.2.1. Out

3.2.1.1. Início de MBA em Gerência de Projetos - Padrão PMI, no Instituto Infnet.

3.2.1.2. Início como professor da formação WebMaster do Instituto Infnet.

3.3. 2009

3.3.1. Jul

3.3.1.1. Curso de extensão em Gerência de Projetos de Software, pelo CCE/PUC-Rio.

3.4. 2008

3.4.1. Jul

3.4.1.1. Curso de extensão em Projeto de Software Orientado a Componentes com UML, pelo CCE/PUC-Rio.

3.5. 2005

3.5.1. Dez

3.5.1.1. Instituto Infnet: Formação Desenvolvedor .NET 1.1 (ASP.NET, ADO.NET, VB.NET), Projeto de Sistemas e Orientação a Objetos com UML, Querying SQL Server 2000 with Transact-SQL, Programming with C#.

3.6. 1996

3.6.1. Jul

3.6.1.1. HTML, pelo Instituto Infnet.

3.6.2. Jan

3.6.2.1. Aprovado para ingresso em Mestrado em Programa da COPPE/UFRJ.

3.7. 1995

3.7.1. Dez

3.7.1.1. Formatura da graduação em Engenharia Química, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

3.7.1.1.1. Projeto final em Simulação de Processos com software Aspen Plus.

3.8. 1990

3.8.1. Jan

3.8.1.1. Início de graduação em Engenharia Química, na Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

4. Certificação

4.1. 2010

4.1.1. Ago

4.1.1.1. PSD - Professional Scrum Developer, com foco em .NET, pela Scrum.org.

4.1.2. Abr

4.1.2.1. IBM Certified Solution Designer - Rational Unified Process (RUP V7.0).

4.2. 2009

4.2.1. Dez

4.2.1.1. CSM - Certified Scrum Master, pela Scrum Alliance.

4.3. 2006

4.3.1. Out

4.3.1.1. MCAD - Microsoft Certified Application Developer (framework .NET 1.1).

4.3.2. Set

4.3.2.1. MCP - Microsoft Certified Professional.

5. Idioma

5.1. 1995

5.1.1. Dez

5.1.1.1. interrupção: Alemão iniciante (sexto nível do curso básico) - Baukurs Deutschkurs.

5.2. 1990

5.2.1. Jan

5.2.1.1. conclusão: Inglês fluente (falado e escrito; curso básico, avançado e de aperfeiçoamento) - CCAA.

5.2.1.2. Início: Alemão - Baukurs Deutschkurs.

6. Capacitação pela empresa

6.1. 2005

6.1.1. Dez

6.1.1.1. Chefia e Liderança.

6.2. 2002

6.2.1. Jul

6.2.1.1. CSV Computerized Systems Validation Global Training.

7. Teste online de proficiência

7.1. 2010

7.1.1. Nov

7.1.1.1. ASP: Active Server Pages, pela Brainbench.

7.1.2. Out

7.1.2.1. Customer Requirements Analysis, pela Brainbench.

7.1.3. Set

7.1.3.1. UML: Unified Modeling Language, pela Brainbench.

7.1.4. Jan

7.1.4.1. PHP5, pela Brainbench.

8. Apresentação realizada

8.1. 2009

8.1.1. Jul

8.1.1.1. Seminário “SOPA: o Framework da Tecnopop”, a convite do Prof. José A. Rodrigues Neto.