Análise de Balanços

Comienza Ya. Es Gratis
ó regístrate con tu dirección de correo electrónico
Rocket clouds
Análise de Balanços por Mind Map: Análise de Balanços

1. Demonstração do Resultado do Exercício - DRE

1.1. Introdução

1.1.1. Princípio

1.1.1.1. A fonte do lucro é mais importante que o próprio lucro.

1.1.2. Objetivos

1.1.2.1. Descobrir se uma empresa é excepcional ou medíocre.

1.1.2.2. Descobrir se a empresa precisa gastar muito com pesquisa e desenvolvimento (P&D).

1.1.2.3. Descobrir qual Margem Bruta a empresa tem.

1.1.2.4. Descobrir se a empresa usa alavancagem.

1.2. Conteúdo

1.2.1. (+) Receita Bruta

1.2.1.1. Por onde entra o dinheiro.

1.2.1.2. Representa o volume de produtos ou serviços vendidos.

1.2.1.3. Sinópse

1.2.1.3.1. (+) Receita Bruta de Vendas

1.2.1.3.2. (-) Impostos sobre as vendas

1.2.1.3.3. (-) Descontos concedidos a clientes

1.2.1.3.4. (-) Devolução das vendas

1.2.1.3.5. (=) Receita líquida das vendas

1.2.2. (-) Custo dos bens vendidos

1.2.2.1. Quanto menor melhor.

1.2.2.2. Representa o custo da compra dos bens que a empresa está revendendo ou o custo da matéria prima e da mão de obra ou no caso de serviços o custo das vendas.

1.2.2.3. Sempre devemos investigar o custo dos bens vendidos.

1.2.2.4. Essencial para determinar o lucro bruto da companhia.

1.2.2.5. Sinópse

1.2.2.5.1. (+) Receita líquida

1.2.2.5.2. (-) Matéria prima

1.2.2.5.3. (-) Custo com pessoal

1.2.2.5.4. (-) Depreciação e amortização

1.2.2.5.5. (-) Serviços de terceiro

1.2.2.5.6. (-) Energia elétrica

1.2.2.5.7. (-) Outros custos

1.2.2.5.8. (=) Lucro Bruto

1.2.3. (=) Lucro Bruto

1.2.3.1. Lucro Bruto = Receita Líquida - Custos dos produtos vendidos.

1.2.3.2. Não inclui despesas com vendas e administrativas, despesas com juros, depreciação e amortização relacionadas com as despesas de vendas e administrativas.

1.2.3.3. Margem Bruta = Lucro Bruto / Receita Líquida

1.2.3.3.1. Dica: Deve-se monitorar as margens dos últimos 10 anos. A palavra chave é consistência.

1.2.3.4. Vantagem Competitiva Duradoura

1.2.3.4.1. Regra geral empresas com Margem Bruta acima de 40% ou superiores tendem a ter uma Vantagem Competitiva Duradoura.

1.2.4. (-) Despesas Operacionais

1.2.4.1. Conteúdo

1.2.4.1.1. Despesas de Vendas Gerais e Administrativas

1.2.4.1.2. Despesas de Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos

1.2.4.1.3. Despesas de Depreciação e Amortização

1.2.4.1.4. Outros (despesas não operacionais e não recorrentes)

1.2.4.2. Sinópse

1.2.4.2.1. (+) Receita líquida

1.2.4.2.2. (-) Matéria prima

1.2.4.2.3. (-) Custo com pessoal

1.2.4.2.4. (-) Depreciação e amortização

1.2.4.2.5. (-) Serviços de terceiro

1.2.4.2.6. (-) Energia elétrica

1.2.4.2.7. (-) Outros custos

1.2.4.2.8. (=) Lucro Bruto

1.2.4.2.9. (-) Comissões

1.2.4.2.10. (-) Frete

1.2.4.2.11. (-) Licenciamento

1.2.4.2.12. (-) Gastos para exploração de marca

1.2.4.2.13. (-) Publicidade e propaganda

1.2.4.2.14. (-) Viagens e estadias

1.2.4.2.15. (-) Convenções

1.2.4.2.16. (-) Aluguéis

1.2.4.2.17. (-) Despesas com folha pagamento

1.2.4.2.18. (-) Despesas com custas judiciais

1.2.4.2.19. (-) Despesas tributárias

1.2.4.2.20. (-) Despesas de Pesquisa e Desenvolvimento de novos produtos

1.2.4.2.21. (-) Despesas de Depreciação e Amortização

1.2.4.2.22. (-) Outras despesas operacionais

1.2.4.2.23. (-) Outros despesas não operacionais e não recorrentes

1.2.4.2.24. (+) Outras receitas operacionais

1.2.4.2.25. (=) Lucro Operacional

1.2.5. (=) Resultado Operacional

1.2.5.1. Lucro operacional ocorre antes do resultado financeiro e dos impostos

1.2.6. (+/-) Resultado Financeiro

1.2.6.1. Sinópse

1.2.6.1.1. Receitas financeiras

1.2.6.1.2. Despesas financeiras

1.2.6.1.3. Resultado financeiro

1.2.7. (=) Lucro antes da Tributação

1.2.8. (-) Imposto de Renda e Contribuição Social

1.2.9. (=) Lucro Líquido do Período

2. Balanço Patrimonial

2.1. Ativos

2.1.1. Conceito

2.1.1.1. Todos os bens da empresa - o dinheiro, o ativo imobilizado, as patentes e tudo o que constitui riqueza - são registrados no balanço patrimonial sob o cabeçalho Ativo. No balanço patrimonial, os profissionais da contabilidade dividiram há muito tempo o Ativo empresarial em dois grupos distintos: Ativo circulante e Ativo não circulante.

2.1.2. Conteúdo

2.1.2.1. Ativos circulantes

2.1.2.1.1. Conceito

2.1.2.1.2. Conteúdo

2.1.2.2. Ativos não circulantes

2.1.2.2.1. Todos os outros ativos são os não circulantes, o que significa que não serão, ou não poderão ser, convertidos em dinheiro no ano seguinte; eles estão listados em uma categoria separada logo abaixo do Ativo circulante. Nessa categoria, entram os Investimentos de Longo Prazo, Ativo imobilizado, Fundo de comércio, Ativos Intangíveis e Demais Ativos.