Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Romantismo por Mind Map: Romantismo

1. Características

1.1. ° Liberdade de criação e expressão

1.2. ° Nacionalismo

1.3. ° Historicismo

1.4. ° Medievalismo

1.5. ° Tradições, Populares

1.6. ° Individualismo, Egocentrismo

1.7. ° Pessiminismo

1.8. ° Escapismo

1.9. °Críticas Sociais

2. Contexto Histórico

2.1. Gerado sob o impacto da revolução industrial e da revolução francesa, de fins do século 18, o romantismo surgiu no início 19, na alemanha, francesa e inglaterra, num momento histórico em que as classes sociais, como a conhecemos hoje,se definiam, na ocasião, a sociedade se reorganizava e as classes sociais criavam ou redefinam suas visões da existência e do mundo.

3. Principais Autores (estilo e obras)

3.1. Fagundes Varella: Estilo

3.1.1. ° Sua obra romântica combina elementos do cristianismo primitivo ao lirismo e exaltação do Novo Mundo. Ao romper com a vida urbana e levar a extremos a opção dos românticos pela natureza, Fagundes Varela criou uma obra marcada pela brasilidade, onde elementos de um cristianismo primitivo e puro unem-se ao lirismo da terra e à exaltação do Novo Mundo.

3.1.1.1. Obras:

3.1.1.1.1. ° Noturnas

3.1.1.1.2. ° Cantico Calvário

3.1.1.1.3. ° Pendão auri-verde

3.1.1.1.4. ° Vozes da américa

3.1.1.1.5. ° Cantos e fantasias

3.1.1.1.6. ° Cantos meridionais

3.1.1.1.7. ° Cantos do ermo e da cidade

3.2. Gonçalves Dias: Estilo

3.2.1. ° Representação romântica e valorização do indígena brasileiro e sua cultura.

3.2.2. ° Poesias escritas buscando sempre a perfeição rítmica e formal.

3.2.3. ° Poemas marcados pela presença de rima, musicalidade e métrica.

3.2.4. ° Retratou também, de forma positiva, os negros.

3.2.5. ° Exaltou as belezas naturais do Brasil.

3.2.6. ° Retratou temas ligados aos valores medievais (principalmente dos cavaleiros), transportados para o contexto brasileiro.

3.2.7. ° Abordou também a religiosidade de caráter cristão.

3.2.8. ° Em suas poesias, abordou o sentimentalismo.

3.2.9. OBRAS:

3.2.9.1. ° I-Juca Pirama

3.2.9.2. ° Primeiros Cantos

3.2.9.3. ° Leonor de folhas verdes

3.2.9.4. ° Marabá

3.2.9.4.1. ° Canção do tamaio

3.2.9.5. ° Últimos cantos

3.2.9.5.1. ° O canto do piaga

3.2.9.6. ° Se se morre de amor

3.2.9.6.1. ° Os timbiras

3.2.9.7. ° Lira varia

3.3. Alvares De Azevedo: Estilo

3.3.1. ° Os textos do autor costumam apresentar certa agilidade, como se houvesse um nervosismo na escrita. Apesar do pouco tempo de vida, o poeta escreveu enquanto pôde em grande quantidade, mas teve pouco tempo para estabelecer um estilo próprio. É possível perceber traços do pessimismo e da melancolia na obra de Azevedo, elementos característicos também na obra do poeta Byron. Elementos de humor e drama em algumas obras, assim como traços de ironia, também são perceptíveis.

3.3.2. Obras:

3.3.2.1. ° Lira dos Vinte Anos

3.3.2.2. ° Poema do frade

3.3.2.3. ° Noite na taverna

3.3.2.4. ° Macário

3.4. Casimiro De Abreu: Estilo

3.4.1. ° O estilo de época deste Romantismo. Casimiro de Abreu foi um poeta romântico o qual, segundo os ideais de sua escola literária, idealizava a mulher, divinizando-a. Típico da escola romantica, ele aproxima mulher e morte e seu último desejo é morrer nos braços da mulher amada. Também é característica da escola romântica a presença da noite, que tem forte carga simbólica como representante da morte. O mesmo se dá para a palidez da mulheres que aparece na primeira estrofe uma vez que se trata do período chamado mal de século, a mulher se lhe apresenta pálida, frágil, ao mesmo tempo que fresca e angelical. A vida se apresenta frágil em relação à morte. Todo o poema aproxima a mulher da morte. Quero sonhar e dormir, como é doce a viração, até finalmente morrer contigo de amor. Espero ter ajudado.

3.4.2. Obras:

3.4.2.1. ° Meus oito anos

3.4.2.2. ° Saudades

3.4.2.3. ° Minh'alma é triste

3.4.2.4. ° Amor e Medo

3.4.2.5. ° Desejo

3.4.2.6. ° Dores

3.4.2.7. Berço e túmulo

3.4.2.8. ° Infância

3.4.2.9. ° A valsa

3.4.2.10. ° Perdão

3.4.2.11. Poesia e amor

3.4.2.12. Segredos

3.4.2.13. Última folha

4. Principais Autores (estilo e obras)

4.1. Lord Byron: Estilo

4.1.1. °As obras de Lord Byron, que influenciaram muitos escritores românticos do século XIX, são marcadas por personagens com personalidades marcantes. Estes personagens apresentam comportamento autodestrutivo, passado obscuro, aversão social, rebeldia, talentos marcantes e grande exibição de paixões

4.1.2. Obras:

4.1.3. ° A corsário

4.1.4. ° Lara

4.1.5. ° O sonho

4.1.6. ° Prometeu

4.1.7. ° Escuridão

4.1.8. ° Mazzepa

4.1.9. ° A profecia de dante

4.1.10. ° A ilha

4.1.11. ° Cain

4.1.12. ° Beppo

4.2. Castro Alves: Estilo

4.2.1. Obras:

4.2.2. ° Espumas flutuantes

4.2.3. ° A cachoeira de paulo afonso

4.2.4. ° Navio negreiro

4.2.5. Tragédia no lar

4.2.6. ° A contra gosto, os fazendeiros ouviram-no clamar versos que denunciavam os maus tratos aos quais os negros eram submetidos. Além de poesia de caráter social, este grande escritor também escreveu versos lírico-amorosos, de acordo com o estilo de Vítor Hugo. Pode-se dizer que Castro Alves foi um poeta de transição entre o Romantismo e o Parnasianismo.

4.3. José De Alencar: Estilo

4.4. ° Escritor de obras com estilos variados, este escritor cearense criou romances que abordam o cotidiano. Deste estilo literário, também conhecido como romance de costumes, destacam-se os livros: Diva, Lucíola e A Viuvinha. Foram também de sua autoria os romances regionalistas: O Sertanejo, O Tronco do Ipê, O Gaúcho e Til. Dos romances históricos fazem parte: As Minas de Prata e A Guerra dos Mascates.

4.5. Obras:

4.6. ° Iracema

4.7. ° Guarani

4.8. Manuel Antônio De almeida: Estilo

4.9. ° Um homem a frente de seu tempo, os escritos de Manuel Antônio de Almeida, a despeito de pertencerem ao estilo romântico, possuem tendências realistas, repletas de humor e sarcasmo, assinaladas por uma linguagem coloquial, direta e descompromissada.

4.10. Obras:

4.11. ° Memórias de um sargento de milícias

4.12. ° Dois amores

4.13. Castelo Branco: Estilo

4.14. ° Camilo foi um dos primeiros escritores portugueses a viver da literatura. Sua produção é composta de mais de cem obras, a maior parte de novelas satíricas, de mistério ou terror, históricas e passionais, publicadas em folhetins. Com uma linguagem simples e histórias repletas de emoção, fazia grande sucesso. Em 1889, quando se torna uma celebridade nacional como escritor, recebe uma homenagem da Academia de Lisboa.

4.15. Obras:

4.16. ° Os mistérios de lisboa

4.17. ° Duas épocas na vida

4.18. ° Vingança

4.19. ° A morta

4.20. ° Novelas do minho

4.21. ° Nas trevas

4.22. ° Vulcões de lama

4.23. Amor de salvação

4.24. ° A mulher fatal