Contos de Raszeron

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Contos de Raszeron por Mind Map: Contos de Raszeron

1. Treinamento de Seth

1.1. Após a partida de Selena, Seth - que já era pupilo de Aron - continuou seus estudos e treinamento no templo. Muitas vezes acompanhava Aron para fora da cidade, para treinar sua ligação divina com Pelor, que ficava cada vez mais forte, ano após ano.

2. Aron

2.1. Personalidade

2.1.1. O Escolhido

2.1.1.1. Em tempos de guerra ele era chamado “Aron, o Escolhido”, pois sua raça Aasimar e sua capacidade de liderança como clérigo eram incomparáveis. Retornar a seu templo de origem e se dedicar ao sacerdócio foi visto como uma afronta ao Alto Sacerdócio de Glamatar, mas Aron sabia quais eram os desígnios de Pelor para seu caminho.

2.1.1.2. Enquanto jovem, de família nobre em um Condado de Glamatar, foi treinado com os melhores duelistas que o dinheiro podia comprar, mas Aron tinha como aliado o tempo, pois sua capacidade de aprendizado e aperfeiçoamento fazia-no um jovem brilhante e sagaz com apenas 10 anos. A vocação para seguir a Fé celestial o fez se interessar por Pelor e sua divindade maior, boa e justa. Aos 12 anos, foi mandado para o Templo da Luz. Com apenas 15 já era um acólito que mais se destacava perante todos. E mesmo com a discriminação racial visível, seus feitos superavam toda abominação e inveja.

2.1.1.3. Aron, com seus 20 anos se tornara um clérigo de alto nível, tanto em fé quanto em força e agilidade, além de possuir um exímio espírito de liderança. Após anos se envolvendo em conflitos para defender os mais necessitados, durante uma oração matinal o avatar de Pelor surgiu e revelou que, perto dali, na Vila Julkoun, iria nascer aquele nomeado para proclamar a divindade, e que esse alguém teria o sangue de um mestiço.

2.1.2. A Vida de Selena

2.1.2.1. Aron salva Selena, após um ataque a vila por orcs. Violentada, Selena foi encontrada sangrando e debilitada. Foi acolhida por ele e levada ao templo em Glamatar. Com receio de que ela pudesse causar algum mal a si mesma e a criança, providenciaram sua partida para um lugar afastado do obelisco da cidade, para que Aron pudesse executar magia eficientemente. Junto com alguns acólitos, eles cuidaram dela até o momento do parto.

2.1.2.2. Mais uma vez, salva de seu temperamento perturbado que provocou uma eclampsia pós parto. Aron com seus poderes mágicos a salva da morte.

2.1.2.3. Depois do nascimento, Seth fica sob os cuidados da avó, Mirabel, que tenta sem sucesso convencer a filha para aceitar a criança. Selena se fecha para a existência dela. No lugar de amor, adquiriu uma fúria quase incontrolável sobre tudo que se relacionasse com orcs. Por recomendação de Aron, ela seguiu seus conselhos de pensar em atividades que a fizessem superar aquele trauma do ocorrido. Então começou a treinar com armas e aprender sobre a guarda da cidade. O que um dia lhe rendeu uma oportunidade de seguir carreira militar

2.1.2.4. Após se tornar capitã da guarda, Selena sempre conversava com Aron sobre os problemas na cidade e nos condados vizinhos. As vezes possuíam discussões sérias, pois Selena explodia facilmente, pelo fato da igreja não interferir nos assuntos políticos da cidade, apesar da influência sobre a maioria dos cidadãos.

2.1.2.5. Anos depois, após o segundo ataque a vila de Julkoun - que culminou na morte de sua mãe - Selena decide ir embora. Depois do enterro, ela se encontra com Aron e Seth. A seu filho, entrega o escudo, e depois parte. Algum tempo depois, Aron mantém comunicação com Selena por telepatia, mas a medida que o tempo passava ela decidi não responder mais a seus chamados.

3. Seth

3.1. Personalidade

3.1.1. Seth Yohannan

3.1.2. O Protegido de Aron

3.1.3. O treinamento

3.2. Vínculos

3.2.1. Aron

3.2.2. Selena Yohannan

3.2.3. Urgot

4. Selena

4.1. Personalidade

4.1.1. Pais

4.1.1.1. Markus Yohannan - foi morto brutalmente na primeira invasão Orc a vila de Julkuon. Empalado por uma lança. Era pescador. Nesse ataque, Selena, com 17 anos, foi violentada sexualmente por um orc. 08 meses depois concebeu seu filho Seth, que foi rejeitado por ela. O bebê só não foi morto devido a proteção de Aron, que viu no garoto um ser iluminado. Um meio-orc com poderes divinos, único em todo o mundo de Raszeron.

4.1.1.2. Mirabel Yohannan - foi ferida mortalmente por Urgot, na segunda invasão Orc a vila - Não resistiu aos ferimentos. Era dona de casa, além de ser a "mãe" de Seth desde o seu nascimento, pois Selena renegou totalmente sua condição de mãe para se dedicar a vida militar. Mesmo com essa rejeição, Selena ainda assim acompanhava de longe o treinamento do filho como acólito e aprendiz de Aron, na Ordem de Pelor.

4.1.1.3. Mirabel Yohannan

4.1.2. Relacionamentos

4.1.2.1. Selena nunca teve relacionamentos duradouros, principalmente depois que abandonou Glamatar. Depois que percebeu que não era sexo que a satisfazia de verdade, decidiu aperfeiçoar o que te dava tesão: matar orcs! E beber das melhores garrafas de rum que existiiam em toda Raszeron!

4.1.3. Características

4.1.3.1. Temperamento Forte

4.1.3.1.1. No período da gestação, Selena passou por crises fortes, que variavam entre noites mal dormidas e pesadelos, e ataques de fúria, com várias tentativas sem sucesso de abortar a criança. Sempre com a intervenção mágica de Aron, que se mantinha por perto para acalmar seu coração corroído pelo trauma.

4.1.3.1.2. Até mesmo no parto, seu desejo forte de se livrar da criança em seu ventre era implacável. Precisou ser amarrada nos pulsos. Durante as contrações gritava aos berros para que arrancassem a criança de seu ventre. Mas seu filho nasceu, saudável e como esperado: um mestiço. Selena quase morre, mas com o auxílio da magia de Aron, ela escapa com vida.

4.1.3.1.3. Durante o treinamento militar, sempre encarava os homens em boas brigas. Não tinha medo de rótulos e discriminações, pois resolvia cada um deles na porrada! Com isso ela ganhou respeito e admiração entre os homens. Um dia, em uma taverna - logo quando se tornou capitã - o irmão de Treff deu em cima dela. Acabou com o braço quebrado.

4.1.3.2. Líder nata

4.1.3.2.1. Os primeiros anos do nascimento de Seth foram os mais difíceis, mas mesmo com preconceitos e situações vexatórias, Selena decide encarar a tarefa de se alistar para guarda real da cidade. Passou por treinamentos árduos, mas a dor que antes a consumira deu lugar a uma raiva controlada, diante dos desafios lançados. Demonstrou capacidade de liderança entre os homens, determinação e resiliência. Logo ganhou respeito e admiradores. Entre eles Mequé Treff.

4.1.3.2.2. Com muito foco e determinação, se tornou capitã da guarda de Glamatar, o que lhe atribuiu aos poucos um destaque nunca visto antes em nenhum homem da guarnição.

4.1.3.3. Senso de Justiça

4.1.3.3.1. Diversas vezes buscou usar de sua influência para ajudar a população, principalmente os moradores da Vila de Julkuon, que foi reconstruída com sua ajuda. Mas a política e os interesses particulares dos governantes impediam que reforços e mais segurança fossem deslocadas para as vilas próximas dos rios, de modo a evitar futuros ataques Orcs. Várias vezes discutia com membros do alto escalão, que ainda a mantinham no cargo devido a seu histórico exemplar.

4.1.3.3.2. Durante expedições a outras cidades do reino, sempre que necessário defendia com fúria vilas ribeirinhas de grupos de Orcs invasores. Fez aliados e inimigos, pois sempre foi incorruptível.

4.1.3.4. Apreço por Aron

4.1.3.4.1. O clérigo a salvou inúmeras vezes ao longo de sua trajetória, enquanto permaneceu em Julkuon e Glamatar. Destaque para os dois ataques a Vila e durante o trabalho de parto, que culminou no nascimento de Seth

4.1.3.4.2. Sempre o considerou um mentor durante sua fase de treinamento militar. Ao mesmo tempo que possuíam opiniões contrárias a Igreja e a política do reino de Glamatar.

4.1.3.4.3. Após a morte de sua mãe, decide partir e deixar o passado para trás - incluindo Seth, seu filho mestiço, que ficou sob os cuidados e treinamento de Aron, ainda adolescente. Continuou mantendo comunicação telepática com o clérigo durante certo tempo, mas depois decidiu não responder mais.

4.2. Vingança contra Urgot

4.2.1. Mestre Assassino Altair

4.2.1.1. Selena largou o escudo e a espada; vendeu sua armadura e caiu no mundo. Em diversos momentos sentia que precisava aprender como sobreviver sem sua guarnição, e com poucos homens - os irmãos VanHyden. Ela soube que ao norte existiam rumores de um assassino procurado, que possuía fama por cometer assassinatos peculiares: matava corruptos e estupradores, além de ladrões com altíssima quantia a prêmio.

4.2.1.2. Com a ajuda dos irmãos e algumas moedas de ouro, conseguiu informações sobre os últimos ataques do assassino. Uma noite, voltando para uma estalagem em Blara, foi surpreendida por um homem que escondia sua face, por trás de um capuz e vestes negras. O assassino parecia ter mais informantes do que ela.

4.2.1.3. Selena não exitou: pediu ao assassino que a ensinasse tudo que ele sabia. O assassino já sabia de sua origem, e pensou em aceitá-la como discípulo. Assim, os desafios foram impostos, e Selena os cumpria sem hesitar. Tão logo conquistou sua confiança, Selena foi treinada para vencer seus piores medos, e não ter emoção pelos seus oponentes. Aprendeu técnicas de furtividade e assassinato. E graças a sua experiência na guarda de Glamatar, conquistou aos poucos novos aliados a sua "causa": roubar, assassinar e lutar, tirando dos ricos para dar... a ela mesma, e a seus companheiros... mas também ajudava os pobres!

4.2.2. Selena, enquanto capitã, se desdobrava para ajudar as vilas ribeirinhas no combate a possíveis ataques Orcs, mas o máximo que conseguia era um grupo pequeno de soldados postos em guarda e um mensageiro treinado para fugir a cavalo e buscar reforços.

4.2.3. Pensava diversas vezes na mãe, que ainda vivia em Julkuon. Um dia, em uma diligência para Poente, os seus piores pesadelos estavam para acontecer: notícias do noroeste indicavam novos ataques Orcs. O coração de Selena palpitou em desespero, ao relembrar em sua memória os momentos terríveis do seu passado: a morte brutal de seu pai diante de seus olhos, a violência contra seu corpo, a vila dizimada... Ao amanhecer de uma noite de insônia profunda decide partir em direção a Julkuon. Maus pressentimentos eram um presságio para o pior que estaria por vir.

4.2.4. Ao chegar na vila, desespero e desolação: o ataque já havia acontecido. Selena gritava para que todos fugissem. Os poucos guardas que tinham estavam mortos. Perto dali ela ouvira gritos vindos da Capela. Ela reconhecera a voz de sua mãe e de Seth, já adolescente. Ao chegar no vitral quebrado, vira a cena que outrora soava apenas como um pesadelo: sua mãe caída no chão, em uma poça de sangue, e seu filho renegado lutando com um batalhão de Orcs armados. O desespero dá lugar a fúria: ela quebra o vitral com o escudo e entra urrando, trespassando sua espada nos Orcs. Seth vendo aquilo, já cansado, recobra suas forças e urra ferozmente, acompanhando a mãe que nunca o aceitara naquele "baile da morte". Na porta da capela, uma figura cobrira o sol daquele amanhecer carmesim, apenas observando seus subordinados sendo derrubados um a um. Era Urgot, o Destruidor!

4.2.5. Cansados e feridos da batalha, ainda tinham um oponente grande o bastante e descansado pela frente. Os dois escutam uma risada estrondosa do gigante, que esperava com seu grande machado, aquele momento. Selena e Seth lutaram até onde podiam. Conseguiram arrancar o machado de Urgot, mas a força dele era descomunal. Lançou os dois para longe com uma fúria brutal. Seth já não tinha mais forças, e Selena olhava inconformada para sua mãe agonizando, vendo aquele Orc grotesco se preparando para dar o golpe final.

4.2.6. De repente, um raio de luz emana do céu, queimando que restavam do lado de fora da capela. Era o reforço de Glamatar se aproximando. Urgot, percebendo sua desvantagem numérica, decide fugir dali, deixando Seth, Selena e sua mãe no chão. Mirabel, muito fraca, olha para sua filha com olhar de felicidade. Seth se aproxima dela e ela diz algumas palavras em seu ouvido, caindo subitamente. Seth urra e chora inconformado. Selena não consegue acreditar naquela cena diante de seus olhos. Tudo que ela mais temia, se repetiu. Algumas horas depois, Aron chega e socorre a ambos. Mas a dor da perda de sua mãe tinha acabado de dilacerar o coração de Selena, que só enxergava ódio e vingança, pelos orcs e principalmente, Urgot.

4.2.7. Alguns dias se passam. Após o enterro de sua mãe e das pessoas da vila, Selena parte, deixando tudo para trás.

4.3. Ceifadores

4.3.1. "Chacal"

4.3.1.1. Sua busca por deixar o passado para trás a leva a Astade, um reino frio ao norte, além das montanhas de Bharntarum. A medida que o grupo se adapta ao frio constante e as missões que são cumpridas na "tábua do aventureiro" a fama de Selena cresce, assim com os seus inimigos. Com isso, em suas missões ela sempre escondia o cabelo e rosto com uma máscara, e se auto intitulava como "Chacal". Era comum em missões confundir os inimigos, pois muitas das vezes seus aliados se disfarçavam com a máscara, como forma de prevenir emboscadas a sua líder, o que muitas vezes levava a sua "morte".

4.3.2. Principais Integrantes

4.3.2.1. Mequé Treff VanHyden: Guerreiro

4.3.2.1.1. Após a morte da mãe de Selena, escolheu seguir com ela para se aventurar por Raszeron, deixando seu posto na guarda e o conforto de sua família rica de Glamatar. Sua lealdade o mantém firme em um propósito: ajudar Selena na caçada aos orcs, sendo seu fiel braço direito.

4.3.2.2. Lee Loo é uma gnomo bardo com um senso de humor ácido e uma lâmina sempre pronta. Ela foi arremessada sem querer na carreira de aventureira quando orcs atacaram seu vilarejo e a capturaram. Ela trabalhou como escrava de um rei por uma década, antes de finalmente conseguir escapar e abandonar o vilarejo completamente. No dia que se conheceram, Selena e seu grupo a salvam de uma emboscada feita por Orcs. Desde então ela decide fazer parte do grupo, no qual ela pretende unir forças para salvar sua família da tirania dos Orcs.

4.3.2.3. Pôteytou VanHyden: Ranger

4.3.2.3.1. Irmão mais novo de Mequé Treff, se tornou o problemático da família burguesa. Selena e ele se tornam grandes aliados em algumas missões, com Pôteytou auxiliando com suas técnicas de rastreio. Decidiu partir com os dois após os últimos acontecimentos em Julkuon, com a certeza de que outras aventuras regradas a ouro e cerveja poderiam acontecer por toda Raszeron.

4.3.2.4. Lee Loo: Bardo

4.3.2.5. Thorin Irongull: Guerreiro

4.3.2.5.1. A definir

4.3.2.6. A definir: outro personagem

4.3.2.7. Outros membros

4.3.2.7.1. A guilda é composta de mercenários que decidiram se juntar a Selena por acreditarem que os Orcs são um problema por onde passam. Alguns também possuem dívidas de gratidão, por Selena ajudar em missões consideradas difíceis ou banais demais, e que outros não o faziam por indiferença.

4.3.3. Grupo formado por Selena, ao norte das montanhas de Barntharum, com sede em Astade. Foi criado a princípio como uma guilda especializada na caça a Orcs, em diversas missões pagas nos arredores da cidade e próximo as montanhas. Mas com o tempo ganhou fama e aumentou seu leque de missões para assassinatos a pessoas influentes e corruptas, caças a artefatos desconhecidos, e incursões no mar em busca de muito rum e bebedeiras.

4.3.4. Esconderijo

4.3.4.1. Graças a ajuda de um taverneiro que se tornou seu fiel amigo, Bilbo, ela consegue um espaço na parte baixa da cidade, que serve como esconderijo para a Guilda. O lugar, disfarçado de taverna, é chamado de "Sloth's Dungeon", porque ali outrora foi uma prisão abandonada, que fica nos subterrâneos da cidade.