SOLIDARIEDADE SOCIAL

Plan your projects and define important tasks and actions

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
SOLIDARIEDADE SOCIAL por Mind Map: SOLIDARIEDADE SOCIAL

1. Dessa forma desfaz-se a antítese de que se preconizava entre a ciência e a moral, através do estabelecimento da ciência da moral.Outrossim, se a moral é socialmente construída, faz-se necessário, segundo Durkheim, exercitar a dúvida metódica, desfazer-se das maneiras de ver e de julgar, que um longo hábito teria fixado em cada um, e no social.

1.1. As funções política, administrativa, artística, científica. Ademias, enfatiza que a filosofia biológica demonstra que a lei da divisão do trabalho se aplicaria tanto aos organismos como a sociedade.

1.2. Seu efeito não seria apenas o de promover o rendimento das funções divididas, mas torná-las solidárias.

1.3. Seria, portanto, fundamental para o bom desempenho da vida social. Estabeleceria uma sociedade de amigos, indivíduos em processo de integração social.

2. Essa espécie de solidariedade não faria dos elementos que ela aproxima uma unidade capaz de agir em conjunto e portanto não contribuiria em nada para manter a unidade social. Durkheim considera que tais relações se estabeleceriam por ocasião dos direitos reais ou em virtude do delito e do quase delito; e que a solidariedade expressa pelas regras correspondentes, sendo negativa, nada mais é do que um prolongamento das formas positivas de solidariedade e que portanto, não teria existência própria.

3. No contexto histórico do século XIX, a sociedade passava por profundas modificações provocadas principalmente pela adoção do modo de produção capitalista. Tais mudanças, que produziam modificações na paisagem urbana, provocavam alterações também no modo de vida das pessoas. Fazia-se necessário, portanto, entender e explicar sociologicamente aquele momento histórico.

4. A solidariedade originada pelo princípio das semelhanças atingiria o seu apogeu quando numa determinada sociedade a consciência coletiva se sobrepõe à consciência individual, e a individualidade dos indivíduos é praticamente nula

5. Preocupada em entender e explicitar a solidariedade como estratégia de enfrentamento da fome e da pobreza pelo Estado brasileiro, adotei como referência empírica de análise o denominado Fome Zero, implementado pelo Governo Luis Inácio Lula da Silva.

6. O papel do sociólogo seria, então, o de analisar, entender e explicar o funcionamento da sociedade, na perspectiva de superação da anomia. Nessa intenção, Durkheim se dispõe a entender a divisão do trabalho social para além dos aspectos econômicos ressaltados até então. Sua intenção era o de analisar os aspectos morais propiciados pela divisão do trabalho social.

7. Com todos esses termo usado como caridade, e filantropia, como instrumento ideológico para modificar o sentido do ato de se fazer caridade, levando a crer que se antes as pessoas desenvolviam ações filantrópicas e eram movidas pelo sentimento de piedade cristã.

7.1. Sendo que hoje, a solidadriedade é movidas pelo dever de cidadão, que as impelem a assumir sua parcela de responsabilidade social.

7.2. O discurso e da prática de solidariedade, pois sabe-se que a solidariedade expressa através da filantropia constitui-se fenômeno histórico na sociedade brasileira, no dito enfrentamento da questão social.

7.3. O Fome Zero, apresentado pelo governo de Luis Inácio Lula da Silva como um conjunto de estratégias visando o combate à fome e a pobreza, bem expressa o apelo à solidariedade.

8. Lugares onde atualmente mais se fala de solidariedade Social: televisão, das rádios, nos supermercados, nas escolas, nos shows de música, nos teatros, nos cinemas.

8.1. Visava superar a antítese historicamente estabelecida entre a Ciência e a Moral, condição necessária para entender a realidade social como construção histórica.

8.2. Assim, decide estudar a transformação da solidariedade social devida ao desenvolvimento da divisão do trabalho, através do sistema das regras jurídicas.

9. As distintas concepções de solidariedade faz-se imprescindível recorrer ao pensamento de Émile Durkheim, um dos primeiros estudiosos a produzir conhecimento acerca da ideia de solidariedade social.

9.1. Integração social constituído através do equilíbrio e da coesão social, aspectos considerados necessários ao bom funcionamento da sociedade.

10. Desde o final da década de 1980, com o inicio da campanha “Natal sem Fome” protagonizada pelo sociólogo Herberth de Sousa - o Betinho -, tem-se ouvido cotidianamente, e com muita ênfase, a palavra solidariedade.

10.1. Na concepção de Durkheim, numa sociedade integrada era necessário considerar a existência dessas pessoas, entender porque tais fatos sociais estavam acontecendo, pois a sociedade como um todo sofreria as consequências.

11. Naquele contexto originamse problemas sociais decorrentes ou acentuados pelo sistema capitalista de produção — a chamada questão social.

11.1. Proclamava que os fatos sociais têm existência própria e devem ser analisados nesse contexto. Demarcava a existência de um reino social que necessitava de um método especifico para ser apreendido e explicado.

11.2. Sua preocupação voltava-se para analisar os aspectos sociais dos problemas à luz de uma teoria social.

12. Problemas sociais: é controle social pelo capital mediado pelo Estado, constituindo-se um importante instrumento ideológico de subordinação passiva dos grupos sociais dominados, na especificidade da realidade brasileira.