Anemia e Desnutrição

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Anemia e Desnutrição por Mind Map: Anemia e Desnutrição

1. Alterações nutricionais

1.1. Desnutrição

1.1.1. dimiinuição da TMB, T3 e T4

1.1.2. redução da imunidade

1.1.3. aumento da lipólise, gliconeogênese, proteólise e glicogenólise

1.1.3.1. perda da massa magra e da massa gorda

1.1.4. deficiência de ferritina

1.1.5. albuminemia

1.1.6. diminuição do suco gástrico

1.1.6.1. redução da absorção de nutrientes, defesa, alteração da microbiota

1.1.7. atrofia do TGI e do pâncreas

1.1.8. estresse metabólico

1.1.8.1. aumento do cortisol, glucagon, epinefrina e GH

1.2. Anemia

1.2.1. Deficiência na produção de células vermelhas

1.2.2. deficiência de Ferro e má absorção

1.2.3. diminuição da transferrina e transporte de oxigênio

1.2.4. letargia e fadiga

2. Objetivos dietoterápicos na Anemia e Desnutrição

2.1. Corrigir a perda de peso

2.2. Prevenção de infeções e melhora da imunidade

2.3. Evitar desidratação

2.4. Evitar desequilíbrios hidroeletrolíticos

2.5. Fornecer macro e micronutrientes

2.5.1. Adequados para o quadro do paciente

2.6. Melhora da microbiota e estrutura do TGI

2.7. Melhora da função celular

3. Terapia Nutricional na Anemia e Desnutrição

3.1. Aumentar calorias gradativamente

3.1.1. 500 a 100 Kcal

3.2. Começar de 20 - 25 Kcal

3.2.1. Até chegar a 35-40 Kcal

3.3. Carboidrato (55-60%)

3.3.1. 4-7 g/Kg/dia

3.4. Proteína (12-15%)

3.4.1. 1,2-1,5 g/Kg/dia

3.5. Lipídio (30%)

4. Estratégias Nutricionais na Anemia e desnutrição

4.1. Diminuir Fitatos

4.1.1. Alimentos que competem com Fe

4.2. Evitar polifenóis

4.2.1. Café

4.3. Aumentar ingestão Calórica

4.4. Aumentar fracionamento das refeições

4.5. Aumentar o consumo de fibras

4.5.1. Nas refeições que não contenham Fe

4.5.2. Cereais integrais, leguminosas. frutas, verduras

4.6. Consumir frutas cítricas

4.6.1. Principalmente nas grandes refeições, onde contem mais Fe

4.7. Aumento do consumo hídrico

4.7.1. Sucos e frutas que contenham muita água

4.7.2. Utilizar garrafas de água para quantificar

4.8. Orientar o paciente sobre programas governamentais

4.9. Promover educação nutricional com a família

4.9.1. Para maior adesão das estratégias pelo paciente

4.9.2. Maior colaboração da família

4.10. Preferir alimentos de rápida mastigação

4.11. Orientar sobre o aproveitamento integral dos alimentos

4.11.1. Maior aproveitamento dos nutrientes

4.12. Disponibilizar receitas