Fundamentos de Sistemas Operacionais

Plan your projects and define important tasks and actions

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Fundamentos de Sistemas Operacionais por Mind Map: Fundamentos de Sistemas Operacionais

1. Funcionalidades são quase todas executadas fora do núcleo e poucas funções executadas com privilégios

2. Aula 1 - Introdução ao O.S.

2.1. Definição

2.1.1. O.S é um intermediário entre Hardware e Usuários

2.2. Histórico de OS

2.3. Sistemas Mono e Multitarefa

2.4. Sistemas com Múltiplos processadores

2.4.1. Sistemas fracamente acoplhados

2.4.1.1. Dois ou mais O.S conectados porem são independentes e podem gerenciar seus próprios recursos.

2.4.2. Sistemas fortemente acoplhados

2.4.2.1. Vários processadores compartilham uma única memória física.

3. Aula 4 - Administração de Memória

3.1. Interrupção

3.1.1. Salva cont dos regitradores durante interrupção e muitas vezes volta a execução de onde parou

3.2. Memória é dividida em unidades de alocação em tamanhos diversos (Grande e pequeno)

3.2.1. Algorítimo First Fit

3.2.1.1. O primeiro que couber - Aloca na primeira unidade que couber.

3.2.2. Algorítimo Next Fit

3.2.2.1. O próximo que couber - Aloca em sequencia a próxima unidade que conseguir receber processo.

3.2.3. Algorítimo Best Fit

3.2.3.1. Melhor que couber - Ocupa sempre a melhor unidade (menor possível)

3.2.4. Algorítimo Worst Fit

3.2.4.1. Pior que couber - Aloca o maior seguimento

3.2.5. Algorítimo Quick Fit

3.2.5.1. O que mais rápido couber - Manter uma lista dos tamanhos mais utilizados de segmentos

4. Aula 2 - Conceitos de Hardware e Software

4.1. Sistema Computacional

4.1.1. Processador / UC

4.1.2. Dispositivos de E / S

4.1.2.1. Tela, Impressora, teclado, etc.

4.1.3. Memória Principal

4.2. Dispositivos de Armazenamento

4.2.1. Registradores

4.2.1.1. Memória com menor capacidade porem com maior processamento

4.2.2. Memória Cache

4.2.3. Memória Principal

4.2.4. Memória Secundária

4.2.4.1. Memória com maior capacidade porem com menor processamento

4.3. Barramentos e funcionamento desde processamento de dados com processador - Memória - E/S

4.3.1. Barramento Processador-Memória-E/S

4.3.2. Barramento Backpane

4.3.3. Arquitetura Pipeline

4.3.3.1. Uso de memória e processador em estágios

4.4. Microprogramação (RISC)

4.4.1. Conjunto pequeno e simples de instruções a serem realizadas pelo processador.

4.5. Conceito de tradução e conversão de progrmas

4.5.1. Módulos do programa - Linker (Compilador) - Programa executável

4.5.1.1. Os módulos (separados do programa) são compilados através de um linker e formam o programa executável.

5. Aula 5 - Slide 1 - Estrutura de O.S

5.1. System Call

5.2. Arquitetura de O.S

5.2.1. Monolítica

5.2.1.1. Módulos do O.S compilados separadamente e linkados através de um único arquivo binário

5.2.2. OpenVMS

5.2.2.1. Define como os dados são armazenados em disco e os arquivos de controle necessários para dar suporte a essa arquitetura.

5.2.3. Maquina Virtual

5.2.4. Maquina Virtual com Java

5.2.4.1. máquina baseada em pilha, com 32 bits de tamanho de palavra, usando complemento de dois.

5.2.4.2. Estrutura Básica

5.2.4.2.1. Aplicativos

5.2.4.2.2. Utilitários

5.2.4.2.3. Núcleo de O.S.

5.2.4.2.4. Hardware

5.2.5. Microkernel

5.3. Funções com finalidade de invocar o O.S para determinada atividade (Gerenciamento de dados, arquivos, etc.)

6. Aula 3 - Conceitos de concorrência (Processos)

6.1. Sistema Monoprogramavel

6.1.1. Ocupa todo memória disponível e não intercala processos X Sist, Multi - Intercala processos. Otimiza tempo de processamento

6.2. Buffering

6.2.1. Armazena temporariamente os processos durante os processos de gravação e leitura

6.3. Spooling

6.4. Reentrância

6.4.1. Mesmo código fonte de aplicações para vários usuários em uma mesma maquina

7. Aula 5 - Slide 2 - Tipos de Kernel

7.1. Monolítico

7.1.1. Módulos do O.S compilados separadamente e linkados através de um único arquivo binário

7.2. Microkernel

7.2.1. Funcionalidades são quase todas executadas fora do núcleo e poucas funções executadas com privilégios

7.3. Núcleos Híbridos

7.3.1. Executa funções de microkernel e kernel monolítico visando a melhor performance.

7.4. Nanonucleo

7.4.1. Delega os serviços virtualmente aos drivers visando redução do uso de memória do núcleo

7.5. Exonúcleo

7.5.1. É similar a uma VM. Utiliza bibliotecas de software que podem ser executadas simultaneamente para gerenciar os serviços.