Lábio leporino

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Lábio leporino por Mind Map: Lábio leporino

1. Má Formação do lábio superior

2. Afeta um ou dois lados da região orofacial

3. Ocorre isoladamente ou em conjunto

4. Síndrome genética

5. Ocorre em ambos os gêneros

6. Diagnóstico

6.1. A partir da 14 ° semana de gestação

7. Fenda unilateral

7.1. Mais comum no sexo masculino

8. Anomalia craniofacial

9. Fenda anterior

9.1. Resultante de uma deficiência do mesênquima da proeminência maxilar e do processo palatino.

10. Fenda posterior

10.1. Resultam do desenvolvimento defeituoso do palato secundário.

10.2. De distorções do crescimento dos processos palatinos laterais, que impede sua fusão.

11. Fenda labial

11.1. Unilateral

11.1.1. Resultado da união na mesênquima e na proliferação do mesênquima.

11.2. Bilateral

11.2.1. Resulta da falha das massas mesenquimais em ambas as proeminências maxilares em se unirem com as proeminências nasais mediais.

11.2.2. Perda do músculo orbicular da boca.

12. Fenda mediana labial

12.1. Resultante de uma deficiência mesenquimal.

13. Fenda palatina

13.1. Mais comum no sexo feminino

14. Resultantes de múltiplos fatores

14.1. Herança multifatorial

14.2. Gene do fator regulatório de interferon-6, envolvido na formação de fendas isoladas

14.3. Síndromes determinadas por genes mutantes únicos.

14.4. Síndromes cromossômicas, especialmente a trissomia do 13

14.5. Agentes teratogênicos

15. Diferem-se, podendo ser

15.1. Fenda Palatina

15.2. Fenda Labial

15.3. Fenda facial Oblíqua

15.4. Fenda Facial Lateral

15.5. Fenda labial Mediana

16. Tratamento

16.1. Cirurgia

17. Novo Tópico