DISCUSSÃO DA EPISTEMOLOGIA E MÉTODO - MAX WEBER -

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
DISCUSSÃO DA EPISTEMOLOGIA E MÉTODO - MAX WEBER - por Mind Map: DISCUSSÃO DA EPISTEMOLOGIA E MÉTODO - MAX WEBER -

1. • Alemão – Erfurt (Turíngia, Alemanha) • Casado com Marianne Weber (Oerlinghausen, Lippe, Renânina) • Weber graduou-se em Direito e Doutorou-se em Economia, também estudou Filosofia e História • Max Weber é considerado precursor da ruptura com o Positivismo da Sociologia de Augusto Comte; • Considerado o Sociólogo da Burguesia

1.1. “Poder é toda chance, seja ela qual for, de impor a própria vontade numa relação social, mesmo contra a relutância dos outros.”

2. PRINCIPAIS OBRAS PUBLICADAS • 1889 - “A história das companhias comerciais na idade média” (Tese de doutorado). • 1895 - “O Estado Nacional e Política Econômica”. • 1904 – “Ética Protestante e o Espirito do Capitalismo”. • 1917 - “A Ciência como Vocação”. • 1919 - “A Política como Vocação”. • 1920 – “Economia e Sociedade”.

2.1. A SOCIOLOGIA COMPREENSIVA Ao privilegiar o predomínio da razão racionalista, Weber cristaliza a visão existente na realidade, que é reforçada pela separação entre ciência natural e cultural.

2.2. METODOLOGIA WEBERIANA Método – Estatística – Interpretação – Comparação – História Social

2.2.1. NEUTRALIDADE

2.2.2. TIPO IDEAL

2.2.2.1. É um conceito ( de caraterísticas múltiplas) que utilizamos para analisar uma realidade finita. Este conceito ressalta que os fatos do tipo sociológicos são da ordem do ideal, e a realidade é efêmera e mutante.

3. AÇÃO SOCIAL: Qualquer ação realizada por um sujeito que possua um sentido determinado por seu autor guiados pela tradição, afeto e razão. - Ação social tradicional; - Ação social Afetiva; - Ação social racional com relação a valores; - Ação social racional com relação a fins -

3.1. SOCIOLOGIA CENTRADA NA AÇÃO SOCIAL DO INDIVÍDUO

3.2. Acreditava na capacidade do indivíduo moldar o seu próprio futuro

4. WEBER E A EDUCAÇÃO A educação como instrumento necessário para o processo amplo de socialização

4.1. PARA QUE SERVE A EDUCAÇÃO SEGUNDO WEBER? Instrumento que propicia ao homem a preparação necessária para o exercício de: i. Atividades funcionais; ii. Submissão à Lei; iii. Capacidade de gerenciar as atividades burocráticas do Estado

5. REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS ANDRADE, Almir. Formação da sociologia brasileira. v; 1: Os primeiros estudos sociais no Brasil. Rio de Janeiro, José Olympío Editora, 1941(Coleção Estudos Brasileiros). FREIRE, Paulo. Educação e mudança. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1979. MORAES, Lúcio Flávio Renault de; MAESTRO FILHO, Antonio Del and DIAS, Devanir Vieira. O paradigma weberiano da ação social: um ensaio sobre a compreensão do sentido, a criação de tipos ideais e suas aplicações na teoria organizacional. Rev. adm. contemp. [online]. 2003, vol.7, n.2, pp.57-71. ISSN 1415-6555. QUINTANEIRO, Tania; BARBOSA, Maria Ligia de Oliveira; OLIVEIRA, Márcia Gardênia Monteiro. Um toque de clássicos: Marx, Durkheim e Weber. 2. ed. rev. amp. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2002. SILVA, José Augusto Medeiros. AMORIM, Wellington Lima. Estudo de Caso: O pensamento sociológico de Max Weber e a Educação. Revista Interdisciplinar Científica Aplicada, Blumenau, v.6, n.1, p.100-110, Tri I. 2012. ISSN 1980-7031. WEBER, M. Ensaios de sociologia. Rio de Janeiro: Zahar Editores, 1979. WEBER, Max. A ética protestante e o espírito do capitalismo. São Paulo: Pioneira, 1997. WEBER, Max. Ciência e política: duas vocações. Prefácio de Manoel T. Berlinck. São Paulo, Cultrix, 1970.

6. A DOMINAÇÃO EM WEBER É a necessidade de acreditar que determinada pessoa ou instituição tem o poder, o atributo ou qualidade de governar. – reconhecimento de contextos sociais de submissão e assim legitimar os poderes que orientam as ações sociais. Weber destaca três tipos de dominação legitima: - Dominação racional legal; - Dominação racional tradicional; - Dominação carismática

7. DISCIPLINA: Metodologia de pesquisa: fundamentos epistemológicos da pesquisa DOCENTE: Prof.ª Dr.ª Stela Marques NOME DO ALUNO: Fernanda Gomes Marques / Thiago Lula Antunes ROTEIRO PARA ACOMPANHAMENTO DA APRESENTAÇÃO DO SEMINÁRIO MAX WEBER – DISCUSSÃO DA EPISTEMOLOGIA E MÉTODO