Origem e evolução histórica da orientação educacional

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Origem e evolução histórica da orientação educacional por Mind Map: Origem e evolução histórica da orientação  educacional

1. Explicando a escolha do tema

1.1. Importância da OE

1.1.1. Pelo seu significado e necessidade na escola

1.1.1.1. Prioridade : Formar o sujeito , o cidadão.

1.2. O trabalho da orientação se compromete com:

1.2.1. Aluno

1.2.2. Professor

1.2.3. Currículo

1.2.4. Escola

1.3. Histórico

1.3.1. Antiguidade

1.3.1.1. Platão

1.3.1.1.1. Orientar as pessoas segundo suas aptidões.

1.3.2. Idade Moderna

1.3.2.1. Juan de Dios Huarte

1.3.2.1.1. percursor da psicotécnica

1.3.3. Século XIX

1.3.3.1. Movimentos e acontecimentos que viabilizaram a introdução da OE nas escolas:

1.3.3.1.1. Movimento em prol da saúde mental

1.3.3.1.2. Movimento da Psicanálise

1.3.3.1.3. Movimento Psicopedagógico

1.3.3.1.4. Psicometria

1.3.4. Séculos XIX e XX

1.3.4.1. Revolução Industrial

1.3.4.1.1. Necessidade de capacitação no trabalho.

1.3.4.2. As duas Guerras Mundiais

1.3.4.2.1. Necessidade de (re)orientação.

1.3.5. Frank Parsons

1.3.5.1. Burreau of Vocational Guidance

1.3.5.1.1. finalidade de orientar seus alunos na área profissional

1.3.5.2. 1909

1.3.5.2.1. introduziu a OE nas escolas de Boston (EUA)

1.3.6. 1918

1.3.6.1. Sete Princípios Cardeais da Educação

1.3.6.1.1. Integrar

2. Conceituação

2.1. Orientar e ação

2.2. Bússola

2.2.1. O orientador auxilia na descoberta da bússola interior de cada indivíduo para indicar os diferentes caminhos que podem ser seguidos.

2.2.2. Educação

2.2.2.1. Ética e moral

2.2.2.2. " A orientação se identifica com a Educação na medida em que procura nortear e direcionar o sujeito , estando comprometida tanto no sentido externo como interior ."

2.3. Orientação

2.3.1. Vocacional

2.3.1.1. Aptidão ;dom;vocação.

2.3.2. Profissional

2.3.2.1. Escolha a ser feita de acordo com as aptidões do indivíduo

2.3.2.1.1. Mundo do trabalho.

3. Dados Históricos

3.1. Brasil

3.1.1. Já era presente em outros países .

3.1.2. Teve início na área profissional

3.1.2.1. Roberto Mange

3.1.2.1.1. Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo

3.1.3. 1931

3.1.3.1. Lourenço Filho criou o primeiro serviço de orientação profissiona e escolar no Brasil.

3.1.3.1.1. Baseado no modelo americano

3.1.4. 1934

3.1.4.1. Aracy Muniz Freire

3.1.4.1.1. Incubida de modernizar a disciplina na Escola Comercial Amaro Cavalcanti

3.1.5. Criação do Senai

3.1.5.1. Amplo sistema de orientação profissional educacional

3.1.6. Criação do Serviço de Orientação Educacional do Colégio Dom Pedro II

3.1.7. Criação do Instituto de Seleção e Orientação Profissional

3.1.8. 1942

3.1.8.1. Lei Organica do Ensino Industrial

3.1.8.1.1. Tornou a orientação educacional obrigatória em todo País.

4. Orientadores educacionais : um novo momento

4.1. Formação de orientadores educacionais no Brasil

4.1.1. Formados por um curso específico dentro da faculdade de Educação

4.1.1.1. Cursos insuficientes

4.2. Lei 5.564 de 1968

4.2.1. Formação de especialistas em Educação

4.2.2. Provê sobre o exercício da profissão de orientador educacional.

4.3. Decreto-lei 72.846 de 26 de setembro de 1973

4.3.1. Estabelece as atribuições

4.3.2. Define as condições para o exercício da profissão.

5. Origem e evolução histórica da orientação educacional.De GRINSPUN,MPSZ(2009)p.47a 53.

6. Cades

6.1. Passou a oferecer cursos de especialização na área.

7. Orientação educacional se faz presente nas escolas

8. Universidade de Brasília – UnB Faculdade de Educação – Disciplina: Orientação Educacional Prof.Maria da Conceição da Silva Freitas Glenda Esther Ferreira da Silva -160122872