Independência da América Espanhola

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Independência da América Espanhola por Mind Map: Independência da América Espanhola

1. Sociedade Colonial:

1.1. Chapetones: espanhol propriamente dito; poder político.

1.2. Criollos: Filhos de espanhois nascidos na América; Elite Econômica.

1.3. Mestiços: Miscigenação entre brancos e índios; Artesões e capatazes.

1.4. Indígenas: (maioria) Submetidos ao trabalho compulsório.

2. Nesse período, observamos a ascensão de um novo conjunto de valores que questionava diretamente o pacto colonial e o autoritarismo das monarquias.

3. Houve:

3.1. Quebra do Pacto Colonial.

3.2. Divisão Colonial.

3.3. População da América Espanhola.

4. Foi a obra da aristocracia criolla, que era formada por grandes proprietários de terra e comerciantes - Os Criollos.

4.1. Os Criollos lutavam contra o Pacto Colonial, que restringia o desenvolvimento das colônias.

5. A economia colonial baseava-se na exportação de matéria-prima.

6. Chapetones X Criollos

6.1. Criollos: caracterizavam-se por serem de uma elite branca local, e apesar de usufruírem de privilégios em detrimento dos grupos sociais mais pobres, não tinham a mesma influência dos chapetones.

6.2. Chapetones: defendiam a manutenção do monopólio espanhol, já que era beneficiados por essa estrutura de poder, que os colocava na mais alta posição hierárquica e no controle das principais decisões a serem tomadas.

7. Os processos de independência se desenrolam efetivamente a partir do Congresso de Viana e da consequentemente mudança da configuração politica europeia.

8. Líderes da independência:

8.1. Elite Criolla: Simón Bolívar venezuelano de família aristocrática, e José de San Martín, argentino de família militar.