Barreiras de Acessibilidade Web em Dispositivos Móveis

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Barreiras de Acessibilidade Web em Dispositivos Móveis por Mind Map: Barreiras de Acessibilidade Web em  Dispositivos Móveis

1. Acessibilidade

1.1. Acessibilidade Web

1.1.1. Para Todos os Usuários

1.1.1.1. Acesso ao conteúdo disponibilizado

1.1.2. W3C

1.1.2.1. Web Accessibility Iniative (WAI)

1.1.2.2. Mobile Web Initiative (MWI)

1.1.2.2.1. Mobile Web Best Practices (MWBP)

1.2. Soluções

1.2.1. Tecnologias desenvolvidas para Determinadas Plataformas

1.2.1.1. necessidades do público-alvo

1.2.1.2. dispositivos para os quais o projeto será desenvolvido.

1.3. Requisito Secundário

1.4. diretamente relacionada às necessidades dos usuários

1.4.1. ao domínio

1.4.2. requisitos da aplicação.

1.5. Importante considerá-la nas fases iniciais do processo de desenvolvimento

1.5.1. é um requisito que normalmente não considerado nas fases iniciais do processo.

2. Dispositivos Móveis

2.1. Memória Disponível

2.2. Tamanho de Tela

2.3. Variedade de Plataformas

2.4. Mobile Apps

2.5. Mobile Sites

2.6. Tecnologias

2.6.1. HTML5

2.6.2. Css3

2.6.3. SVG

2.6.4. PNG

2.6.5. Canvas

2.6.6. Java Script

3. Engenharia de Requisitos

3.1. Interfaces Web Acessíveis

3.2. Identificação de Requisitos que Promovam a Acessibilidade

3.3. Necessidades, Restrições e Objetivos de Sistemas Computacionais

3.4. Estudos de Casos

3.4.1. auxiliar no (re)design de interfaces a fim de torná-las mais acessíveis

3.4.2. i) o levantamento de requisitos usando duas técnicas de elicitação.

3.4.3. ii) o redesign da interface de um sistema acadêmico para smartphones atendendo aos requisitos levantados;

3.4.4. iii) uma avaliação a fim de validar os requisitos definidos.

3.4.5. consistiu no redesign da interface deste sistema para o perfil aluno.

3.4.6. construção de protótipo de interface para smartphones.

3.4.6.1. atendendo aos requisitos levantados para estes dispositivos.

3.4.6.2. avaliado

3.4.6.2.1. ferramenta validadora

3.4.6.2.2. usuários reais do sistema, a fim de validar os requisitos identificados

3.4.6.3. Prototipagem

3.4.6.3.1. Aplicadas práticas de desenvolvimento web

3.4.7. resultados obtidos com a realização do estudo de caso.

3.4.7.1. barreiras de acessibilidade no uso desses dispositivos

3.4.7.1.1. como elas podem ser superadas

3.4.8. técnicas de elicitação de requisitos utilizadas:

3.4.8.1. i) reuso de requisitos;

3.4.8.1.1. método analítico

3.4.8.2. ii) questionário.

3.4.8.3. levantar requisitos para o protótipo de interface do sistema acadêmico.

3.4.8.3.1. voltado para acesso via smartphone.

3.4.9. Avaliação

3.4.9.1. a fim de validar os requisitos levantados durante as fases:

3.4.9.1.1. construção do protótipo

3.4.9.2. realizada de duas formas:

3.4.9.2.1. i) a utilização do validador mobileOK nas páginas do protótipo;

3.4.9.2.2. ii) testes com a participação de usuários.

3.4.9.3. execução do experimento:

3.4.9.3.1. técnicas de Observação

3.4.9.3.2. Pensar-em-voz-alta.

3.4.10. procedimento do teste

3.4.10.1. consistia na realização de tarefas

3.4.10.1.1. através do smartphone no sistema acadêmico da universidade.

3.4.10.1.2. e no protótipo desenvolvido.

4. Engenharia de Requisitos

4.1. Área da Engenharia de Software

4.2. Preocupa

4.2.1. objetivos de sistemas computacionais em geral

4.2.2. restrições

4.2.3. identificação das necessidades

5. Âmbito da web móvel

5.1. W3C

5.1.1. Mobile Web Initiative (MWI)

5.1.1.1. abordarm questões que dificultam o acesso

5.1.1.1.1. diferentes componentes envolvidos.

5.1.1.1.2. à web através dos dispositivos móveis

5.1.1.2. MWBP

5.1.1.2.1. Mobile Web Best Practices

5.1.1.2.2. conjunto de diretrizes de acessibilidade para dispositivos móveis.

5.1.1.2.3. aborda requisitos relacionados somente ao contexto móvel.

5.1.1.2.4. Diretrizes

5.1.1.3. WCAGs

5.1.1.3.1. foco direcionado para acessibilidade em dispositivos móveis

5.1.1.4. Apresentam diretrizes de acessibilidade para dispositivos móveis

5.1.1.4.1. visa melhorar a interação dos usuários com a web.

5.2. análise de conformidade do conteúdo web móvel.

5.2.1. ferramentas validadoras

5.2.1.1. mobileOK Basic Checker

5.2.1.2. mobiReady

6. Resultados do Estudo de Caso

6.1. foram identificadas barreiras de acessibilidade.

6.1.1. a partir de problemas encontrados

6.1.1.1. na utilização do sistema da Universidade através do dispositivo móvel.

6.2. Barreiras

6.2.1. Orientação do Dispositivo

6.2.2. Falta de Memória

6.2.3. Tamanho de Tela

6.2.4. Incompatibilidade

6.2.5. Identificação da Página

6.2.6. Quantidade de Conteúdo

6.2.7. Uso de Scripts

6.2.8. Ausência da Opção "Voltar"

6.2.9. Não identificar Links

6.2.10. Perda da Liberdade de Escolha

6.3. Soluções ou Boas Práticas

6.3.1. Suporte para duas Orientações

6.3.2. Considerar a acessibilidade desde o início do projeto e conhecer seu público-alvo

6.3.3. Fornecer opção de visualização da versão Desktop

6.3.4. Preferências de Visualização do Usuário

6.3.5. Redirecionamento Automático para a versão móvel

6.3.6. Padrão para a definição de Links

6.3.7. Semântica das Imagens

6.3.8. Colunas e Ícones

6.3.9. soluções relacionadas à transposição de barreiras.

6.3.9.1. adotadas no desenvolvimento do protótipo, em formato de uma pequena coleção de boas práticas.

6.3.10. soluções relacionadas à transposição de barreiras identificadas.

6.4. resultados gerais obtidos da avaliação com os usuários