Meios de Transmissão

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Meios de Transmissão por Mind Map: Meios de Transmissão

1. Par trançado

1.1. Historia

1.1.1. Alexander Graham Bell no final do século XIX

1.2. tipos de cabos

1.2.1. U (Unshielded): Sem blindagem

1.2.2. F (Foil): Fita plástica aluminizada.

1.2.3. S (blindado): Malha de fios metálicos (cobre, alumínio, etc)

1.2.4. Par Trançado sem Blindagem: é o mais usado em ambas as redes domésticas em grande redes

1.2.5. Par Trançado Blindado: É igual ao UTP. A separação é feita a partir de uma blindagem feita com uma aluminizada ou malha metálica, em todo o cabo ou em cada par.

1.3. Categorias

1.3.1. Cat.1: Telefonia e linhas de modem

1.3.2. Cat.3: 10 BASE-T e 100BASE-T4 Ethernet

1.3.3. Cat.4: 16 Mbit/s Token Ring

1.3.4. Cat.5e 100BASE-TX & 1000BASE-T Ethernet traz melhorias em relações aos cabos anteriores

1.3.5. Cat.6a 10GBASE-TX Ethernet Adiciona blindagem. ISO/IEC 11801:2002.

1.3.6. Cat.7a Telefonia, CATV, 1000BASE-TX no mesmo cabo. 10GBASE-T Ethernet.

1.4. curiosidade

1.4.1. Crossover (cabo) ou direto

1.4.1.1. Um cabo crossover, é um cabo de rede par trançado que permite a ligação de 2 (dois) computadores pelas respectivas placas de rede sem a necessidade de um concentrador (Hub ou Switch) ou a ligação de modems.

1.4.1.2. Cabo direto, é aquele em que as cores são paralelas, e para utiliza-lá é necessário um centralizador.

2. Fibra Ótica

2.1. Historia

2.1.1. Em meados dos anos 70, surgiu um aprimoramento significativo das técnicas ópticas utilizadas, sendo possível ser utilizada em distancias maiores

2.2. Funcionamento

2.2.1. A transmissão da luz pela fibra segue um princípio único, independentemente do material usado ou da aplicação: é lançado um feixe de luz numa extremidade da fibra ate o equipamento que vai receber essa luz e converter para outros meios, roteadores

2.3. Transmissão

2.3.1. Mesmo confinada a um meio físico, a luz transmitida pela fibra óptica proporciona o alcance de taxas de transmissão (velocidades) elevadíssimas, da ordem de 109 a 1010 bits por segundo (cerca de 40 Gbps), com baixa taxa de atenuação por quilômetro.

2.4. Tipos de cabos

2.4.1. Fibras Multímodo, As fibras multimodo foram as primeiras a serem comercializadas. Neste tipo de fibra é permitido que vários raios (modos) se propaguem simultaneamente pelo cabo. A existência de vários modos de propagação provoca a chamada dispersão modal, o que limita a largura de banda. Este tipo de fibra é utilizada em intranets, onde as ligações não têm mais de 2 Kilometros. Existem dois tipos de fibras multímodo:

2.4.2. Fibras Monomodo, As fibras monomodo têm o core com um diâmetro muito menor que os cabos multimodo. Estas fibras só permitem que um único raio (modo) se propague de cada vez. Assim consegue-se suprimir o problema das diferenças de comprimento das trajectórias, conseguindo assim uma largura de banda elevada ( 100 a 1000).

3. Wireless

3.1. Historia

3.1.1. No inicio dos anos 90, Em 1997 o comitê do IEEE define o padrão 802.11

3.2. Classificação

3.2.1. WPAN, Rede de área local sem fio (em inglês: wireless local area network, sigla WLAN ou Wireless LAN) é uma rede local que usa ondas de rádio para fazer uma conexão Internet ou entre uma rede, ao contrário da rede fixa ADSL ou conexão-TV, que geralmente usa cabos

3.2.2. Wman (Rede de Área Metropolitana Sem Fio), rede sem fio metropolitana, redes de uso corporativo que atravessam cidades e estados.

3.2.3. WPAN está normalmente associada ao Bluetooth (antigamente ao IR). Pode ser vista com a interação entre os dispositivos móveis de um utilizador. A WPAN é projetada pra pequenas distâncias, baixo custo e baixas taxas de transferência.

3.3. Segurança.

3.3.1. WEP (Wired Equivalent Privacy); WPA (Wi-Fi Protected Access);

4. Cabo Coaxial

4.1. Htoria

4.1.1. 1880 - Cabo coaxial patenteado Oliver Hevice na Inglaterra (número de patente 1407). 1884 - Werner von Siemens patenteou o cabo coaxial na Alemanha. 1941 - nos Estados Unidos, um AT & T colocou o primeiro cabo comercial coaxial. E em Minnesota, Minneapolis, Wisconsin, história. O sistema L1 que usa pode conter uma faixa de freqüência de TV ou 480 linhas telefônicas. 1956 - o primeiro cabo coaxial do mundo que atravessa o Atlântico - TAT-1 (Transatlantic No. 1) foi posto.

4.2. Vantagens e desvantagens

4.2.1. A principal vantagem dos cabos coaxiais está relacionada à sua proteção contra interferências. Tolerância a danos e malhas não são eliminados. Além disso, eles são usados ​​em várias ocasiões, como TVs, um cabo e um circuito interno de TV.

4.2.2. Já a desvantagem está na dificuldade de instalação. Por ser rígido ele pode ser quebrado com mais facilidade além de curvas mais acentuadas influenciar no sinal. Com o avanço da tecnologia ele tem sido substituído por outros padrões nas redes domésticas, como os cabos de par trançado e fibra ótica, que além de serem mais maleáveis oferecem maior taxa de velocidade.

4.3. Tipos

4.3.1. O Thinnet, também chamado de 10Base2 ou fino , é mais flexível e conta com apenas 0,63 de espessura. Ao todo ele consegue transmitir 10 Mbps em uma distância de aproximadamente 185 metros. Após essa distância há o risco do sinal sofrer atenuação. Seu uso mais comum está em antenas de televisão e em redes de computadores mais antigas.

4.3.2. Thicknet, 10Base5 ou grosso, é menos maleável já que conta com 1,25 cm de diâmetro. Como obter o núcleo de cobre mais grosso, esse tipo de cabo pode transportar os dados em uma velocidade de até 10 Mbps por até 500 metros. Seu uso é menos comum atualmente e está relacionado a backbones mais antigos.