CULTURA PONTA DE CATETER

Plan your projects and define important tasks and actions

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
CULTURA PONTA DE CATETER por Mind Map: CULTURA PONTA DE CATETER

1. SINTOMATOLOGIA

1.1. SINAIS

1.1.1. Eritema

1.1.2. Secreção prulenta

1.1.3. Enduração

1.2. SINTOMAS

1.2.1. Febre

1.2.2. Oligúria

1.2.3. Perfusão periférica

2. BACTERIOLÓGICO

2.1. QUALITATIVO

2.1.1. Sonicação

2.1.1.1. Cateter em NaCl a 0,9% estéril

2.1.1.2. Banho ultrassônico por 10 min

2.1.1.3. Cultivo em Agar Sangue 37°C- até 48h

2.1.1.4. Positivo = >1000 UFC

2.1.2. Cultura sangue periférico

2.1.3. Cultura sangue através cateter

2.2. SEMI QUALITATIVO

2.2.1. Método de Maki

2.2.1.1. Anti-sepsia (alcool+iodo)

2.2.1.2. Remover cateter

2.2.1.3. Cortar segmento distal 5cm

2.2.1.4. Transportar em frasco estéril

2.2.1.5. Análise em até 1h após coleta

2.2.2. Positivo = >15 UFC + hemocultura

3. DIAGNÓSTICO

4. MO PREVALENTES

4.1. GRAM-POSITIVOS

4.1.1. Staphylococcus epidermidis

4.1.2. Staphylococcus aureus

4.1.3. Streptococcus sp

4.1.4. Corynebacterium sp

4.2. GRAM-NEGATIVOS

4.2.1. Bacillus sp

4.2.2. Pseudomonas sp

4.2.3. Acinetobacter

4.2.4. Enterobacter sp

4.2.5. Klebsiella sp

4.2.6. Escherichia coli

4.3. FUNGOS

4.3.1. Candida sp

5. PREVENÇÃO

5.1. Técnicas estéreis

5.2. Seguir protocolos

5.3. Cuidados manutenção

5.4. Evitar múltiplas utilizações cateter

5.5. Atenção pacientes susceptíveis

6. TRATAMENTO

6.1. DEPENDE

6.1.1. Tipo paciente

6.1.2. Severidade infecção

6.1.3. Necessidade da prótese

6.2. MÉTODO

6.2.1. Retirar cateter

6.2.2. Antimicrobianos (14-21 dias)

6.2.2.1. MO isolado

6.2.2.2. Gravidade sinais

6.2.2.3. Condições gerais

7. INDICAÇÃO

7.1. SEPSE

7.1.1. Lesão tecido

7.1.2. Endógena

7.1.3. Manipulação

7.2. INFECÇÃO SÍTIO