12 PARES DE NERVOS CRANIANOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
12 PARES DE NERVOS CRANIANOS por Mind Map: 12 PARES DE NERVOS CRANIANOS

1. 1º Par olfatório

1.1. seitivo

1.1.1. conduz estímulos olfatórios oriundos da cavidade do nariz

1.1.1.1. filetes nervosos penetram no crânio pelos forames da lâmina crivosa do etmóide

1.1.1.1.1. termina no bulbo olfatório que alcança área olfatória do cortéx cerebral

2. 2º par óptico

2.1. sensitivo

2.1.1. conduz impulsos de visão oriundos da retina ao cérebro

2.1.1.1. atravessa o no osso esfenóide

2.1.1.1.1. nervos ópticos formam o quiasma óptico e em seguida o tacto óptico,onde são interpretados os estímulos visuais

3. 3º par oculomotor

3.1. motor

3.1.1. inerva a maioria dos músculos extrínsecos do olho (músculo reto superior; m. reto medial e m. oblíquo inferior)

3.1.1.1. inervação dos músculos intrínsecos do olho(ciliar e esfincter da pupila)

3.1.1.1.1. penetra na orbita pela fissura orbital superior do esfenoide

4. 4º par troclear

4.1. motor

4.1.1. inervação de músculos extrínsecos do olho (m. oblíquo superior do olho)

4.1.1.1. atravessa a fissura orbital superior no osso esfenóide

4.1.1.1.1. responsável pelos movimentos superior e medial do bulbo do olho

5. 4º par trigêmeo

5.1. misto

5.1.1. inervação dos músculos da mastigação

5.1.1.1. possui 3 oftálmico; maxilar e mandibular

5.1.1.1.1. atravessa a fissura orbital superior; forame redondo e oval no esfenóide

6. 6º par abducente

6.1. motor

6.1.1. inerva somente o músculo reto do olho (músculo extrínseco do olho)

6.1.1.1. deixa crânio através da fissura orbital superior, rumo a órbita

6.1.1.1.1. responsável pelo movimento de abdução do olho "olho para fora"

7. 7º par facial

7.1. misto

7.1.1. componente motor: inervam os músculos da expressão facial ventre posterior do músculo digástrico; músculo estilo-hioideo. Inervação autônoma (secremotor) para as glândulas sublingual e lacrimal.

7.1.1.1. componente sensitivo: inervam pequenas partes da orelha externa , sensibilidade gustativa dos 2/3 anteriores da língua

7.1.1.1.1. deixa o crânio passando pelo meato acústico interno, exteriorizando-se pelo forame estilomatóideo

8. 8º par vestibulococlerar

8.1. sensitivo

8.1.1. ramos coclear: responsável pela condução de impulsos auditivos provenientes da cóclea

8.1.1.1. ramo vestibular: responsável pela condução de impulsos de equilíbrio relacionados com a posição da cabeça gerados em receptores situados em canais semicirculares da orelha interna. penetra no crânio pelo meato acústico interno do o. temporal

9. 9º par glossofaríngeo

9.1. misto

9.1.1. sai do crânio pelo forame jugular

9.1.1.1. porção motora: fibras motoras p/ musculatura da faringe m. estilofaríngeo inervação da glândula parótida (conduz fibras parassimpáticas secremotoras)

9.1.1.1.1. porção sensitiva: sensibilidade geral e gustativa de 1/3 posterior da língua; sensibilidade geral da faringe, úvula, tonsilas e tubas auditivas, artéria carótida. parte da orelha externa, e meato acústico externo.

10. 10º par vago

10.1. misto/ maior dos nervos cranianos

10.1.1. cabeça, pescoço, tórax e abdome

10.1.1.1. deixa oio pelo forame jugular

10.1.1.1.1. fibras eferentes motoras: se destinam ao músculos da faringe e do palato mole (exceto m. estilofaríngeo: m. tensor do véu palatino) inervação do músculo da laringe, fibras secretomotoras (SNA parassimpático) musculatura de órgãos do tórax e abdome ex: coração e estômago.

11. 11º par acessório

11.1. motor

11.1.1. origem no encéfalo e medula espinhal (exceção) deixa o crânio pelo forame jugular.

11.1.1.1. raiz craniana: junta-se as fibras do nervo vago. inervam m. do palato mole, faringe, laringe, vísceras torácicas e abdominais

11.1.1.1.1. raiz espinhal formada pelos cinco primeiros nervos espinhais cervicais. inerva m. esternocleidomastoideo e trapézio (raiz espinhal)

12. 12º hipoglosso

12.1. motor

12.1.1. músculos intrínsecos e extrínsecos da língua m. hioglosso, estiloglosso e genioglosso

12.1.1.1. deixa o crânio pelo canal do nervo hioglosso.