Oracle 12c - Instale, Configure e Domine

Mapa mental do Curso de Oracle 12c

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Oracle 12c - Instale, Configure e Domine por Mind Map: Oracle 12c - Instale, Configure e Domine

1. 18 - Oracle Secure Backup

2. 1 - Instalando os Binários

2.1. OFA

2.1.1. Oracle Inventory

2.1.2. Oracle Base Directory

2.1.3. Oracle Home Directory

2.1.4. Oracle Net Files Directory

2.1.5. Repositório de Diagnósticos

2.1.6. Padrão SAP de Instalação

2.2. Instalação

2.2.1. Criar usuários e Grupos

2.2.2. Obtenção do Software

2.2.3. Instalação

2.2.3.1. Local

2.2.3.2. Remota

2.2.3.3. Sem Interface Gráfica

2.2.4. Qual Versão de S.O é Suportado

2.2.5. Planejamento é Essencial

2.2.5.1. Documentação

2.2.5.1.1. Quick Instalation Guide

2.2.5.1.2. Releases Notes

2.2.5.2. Requisitos do Sistema

2.2.5.2.1. Mínimo e Não Máximo

2.2.5.3. Componentes a Instalar

2.2.5.4. Enterprise ou Standard

2.2.5.5. Configuração do S.O

2.2.5.5.1. Pacotes

2.2.5.5.2. Ajustes de Kernel

2.3. Defina um Banco de Dados Corretamente

2.4. Quando usar um Banco de Dados

2.4.1. Crescimento Expressivo dos Dados

2.4.2. Velocidade de Processamento é um Fator Importante

2.4.3. Relatórios

2.4.4. Consistência, Validação de Dados

2.5. Arquitetura do Banco de Dados Oracle

2.5.1. Memoria

2.5.2. Processos

2.5.3. Arquivos

3. 2 - Criando Bancos de Dados

3.1. Variáveis de S.O

3.1.1. Método Difícil

3.1.2. Método Fácil

3.1.3. Usando o oraenv

3.2. O Arquivo oratab

3.3. Criando o Banco de Dados

3.3.1. Processo Manual

3.3.1.1. init.ora

3.3.1.1.1. Mínimo

3.3.2. Usando Assistente

3.3.3. Algumas Observações

3.3.3.1. Use SPFILE

3.3.3.2. MEMORY_TARGET & MEMORY_MAX_TARGET

3.3.3.3. Use Pelo menos 2 Controlfiles

3.3.3.4. Script Create Database

3.3.3.4.1. Melhores Práticas

3.3.3.4.2. Criação Dicionário de Dados

3.3.4. Diretórios de Banco de Dados

3.3.4.1. Filesystems

3.3.4.2. ASM

3.3.4.3. RAW DEVICES

3.3.5. Configurando e Implementando o Listener

3.3.5.1. Manualmente

3.3.5.2. Usando o Assistente

3.3.5.3. Conectando Via TNS

3.3.6. Criando Password File

3.3.7. Start & Stop Database

3.3.7.1. Autenticação via O.S

3.3.7.2. Start Database

3.3.7.2.1. Fases

3.3.7.3. Stop database

3.3.7.3.1. Modos

3.3.8. Plugable Databases

3.4. Database vs Instância

3.5. Removendo um Banco de Dados

3.5.1. Drop Database

3.6. Quantos Bancos de Dados em um Mesmo Servidor?

3.7. Arquitetura do Banco de Dados Oracle

3.7.1. Memoria

3.7.2. Processos

3.7.3. Arquivos

4. 3 - Customizando o Ambiente de Forma Eficiente

4.1. Customizando o seu Prompt do S.O

4.2. Customizando o seu Prompt SQL

4.3. Criando Atalhos para ter Agilidade

5. 4 - Tablespaces e Datafiles

5.1. Definição

5.2. Criando uma Tablespace

5.3. Renomeando Tablespaces

5.4. Controle da Geraão de Redo

5.5. Colocando uma Tablespace Read-Only

5.6. Dropando uma Tablespace

5.7. Oracle Managed Files

5.8. Criando Bigfile Tablespace

5.9. Compressão de Dados

5.10. Mostrando Informações da Tablespace

5.11. Consultando Erros com utilitário oerr

5.12. Alterando Tamanho da Tablespace

5.13. Operações em Datafiles

5.13.1. Colocando Datafile Offline

5.13.2. Renomeando e Movendo Datafiles

5.13.3. Usando o Controlfile para Mover Datafiles

6. 5 - Gerenciando Controlfiles, Redologs e Archives

6.1. Gerenciando Controlfiles

6.1.1. Mostrando Conteudo do Controlfile

6.1.2. Localização dos Controlfiles

6.1.3. Adicionando Controlfiles

6.1.3.1. Spfile

6.1.3.2. init.ora

6.1.4. Movendo Controlfiles

6.1.5. Deletando Controfiles

6.2. Gerenciando Redologs

6.2.1. Mostrando Conteúdo do Redolog

6.2.2. Qual o Tamanho Adequado do Redolog

6.2.3. Quantos Grupos de Redolog Devo Ter?

6.2.4. Adicionando Grupos de Redolog

6.2.5. Redimensionando e Dropando Grupos de Redo

6.2.6. Adicionando Redolog Files a um Grupo

6.2.7. Removendo Redolog Files de um Grupo de Redolog

6.2.8. Movendo e Renomeando Redolog Files

6.3. Ativando Modo Archivelog

6.3.1. Planejando a Arquitetura mais Adequada

6.3.2. Localização dos Archives

6.3.2.1. Corrigindo Erros ao Setar Parametros Incorretos

6.3.3. Flash Recovery Area

6.3.4. Resolvendo Problemas de Falta de Espaço para Archives

6.3.5. Backup de Archivelogs

7. 6 - Usuários e Segurança

7.1. Default Users

7.1.1. Bloqueio

7.1.2. Contas criadas por DBAs

7.1.3. Senhas Default

7.2. Criando Usuários

7.2.1. Padrão de Nome e Método de Autenticação

7.2.2. Tablespaces Default e Default Temp Tablespaces

7.3. Logando com Outros Users

7.4. Modificando e Dropando Usuários

7.5. Forçando Padrões de Segurança de Senhas

7.6. Limitando Recursos de Usuário

7.7. Gestão de Privilégios

7.7.1. Atribuindo Privilégios de Sistema

7.7.2. Atribuindo Privilégios de Objetos

7.7.3. Agrupando e Atribuindo Privilégios

8. 7 - Tabelas e Constraints

8.1. Tipos de Tabelas

8.2. Tipos de Dados

8.2.1. Character

8.2.2. Numerico

8.2.3. Data/Hora

8.2.4. RAW

8.2.5. ROWID

8.2.6. LOB

8.2.7. Character Extendidos

8.3. Criando Tabelas

8.3.1. Tabelas do Tipo HEAP

8.3.2. Colunas Virtuais

8.3.3. Colunas Invisíveis

8.3.4. Tabelas Read-Only

8.3.5. Economia de Espaço com Deferred Segment Creation

8.3.6. Tabelas com Coluna Identity

8.3.7. Permitindo Execução Paralela de SQL

8.3.8. Evitando Geração de REDO

8.3.9. Criando Tabelas a Partir de Queries

8.4. Modificando Tabelas

8.4.1. Cuidado com os Locks

8.4.2. Renomeando Tabelas

8.4.3. Adicionando Colunas

8.4.4. Alterando Colunas

8.4.5. Renomeando Colunas

8.4.6. Removendo Colunas

8.5. Extraindo Script de Criação

8.6. Drop de Tabelas

8.7. Rollback de Drop de Tabelas

8.8. Deletando Dados de uma Tabela

8.8.1. Truncate

8.8.2. Delete

8.9. Marca D'água

8.9.1. O que é

8.9.2. Problemas de Performance

8.10. Tabelas Temporárias

8.11. Tabelas Organizadas por Índices

8.12. Constraints

8.12.1. Primary Keys

8.12.2. Unique Keys

8.12.3. Foreign Keys

8.12.4. Condições mais Específicas

8.12.5. Condição Not Null

8.12.6. Habilitando e Desabilitando Constraints

9. 8 - Índices

9.1. Quando Usar?

9.1.1. Proatividade vs Reativo

9.2. Planejando um Índice

9.2.1. Qual Tipo devo Usar

9.2.2. Estimando Espaço antes de Criar

9.2.3. Tablespaces

9.2.4. Nomes de Índices

9.3. Criando um Índice

9.3.1. B-TREE

9.3.2. Concatenado

9.3.3. Baseado em Função

9.3.4. Unique

9.3.5. Bitmap

9.3.6. Bitmap-Join

9.3.7. Reverso

9.3.8. Index Compress

9.3.9. Paralelismo na Criação

9.3.10. Evitando Geração de REDO na Criação

9.3.11. Invisible Index

9.4. Manutenção de Índices

9.4.1. Renomeando

9.4.2. Extraindo Script de Criação

9.4.3. Reconstrução de Índices

9.4.4. Tornando o Índice Inutilizável

9.4.5. Monitorando o Uso do Índice

9.4.6. Dropando um Índice

9.4.7. Indexando Foreign Keys

10. 9 - Views

11. 10 - Sequences

12. 11 - Sinônimos

13. 12 - Dicionário de Dados

14. Large Objects

15. 13 - Particionamento

16. 14 - Exportando Dados

17. 15 - Tabelas Externas

18. Backup e Recovery

19. 17 - RMAN BACKUP & RECOVERY

20. 19 - Automatizando JOBS

21. 20 - Diagnóstico & Troubleshooting

22. 21 - Pluggable Databases