Método Canguru

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Método Canguru por Mind Map: Método Canguru

1. Surgimento

1.1. Iniciou-se na Colômbia, em 1997.

1.2. No Brasil, em 5 de julho de 2000, foi publicada uma portaria na qual foi instituído o Método Canguru como Política Nacional de Saúde.

2. Objetivo

2.1. Melhorar a qualidade da atenção prestada à gestante, ao recém-nascido e à sua família, promovendo, a partir de uma abordagem humanizada e segura, o contato pele a pele (posição canguru) precoce entre a mãe/pai e o bebê, de forma gradual e progressiva, favorecendo vínculo afetivo, e o desenvolvimento do bebê.

3. Características

3.1. Os Pilares do Método Canguru seguem:

3.1.1. O acolhimento ao bebê e à sua família.

3.1.2. O respeito às individualidades do recém-nascido e de seus pais.

3.1.3. A promoção do contato pele a pele precoce.

3.1.4. O envolvimento da mãe e do pai nos cuidados com o bebê.

3.2. É um tipo de assistência neonatal que implica em contato pele a pele entre a mãe e o recém-nascido prematuro (RNPT), de forma crescente e pelo tempo que ambos entenderem ser prazeroso e suficiente, obedecendo a critérios de elegibilidade clínicos e emocionais de todas as partes.

4. Benefícios e vantagens

4.1. Benefícios

4.1.1. Reduz o tempo de separação entre a criança e sua família.

4.1.2. Favorece o vínculo pai-mãe-bebê-família.

4.1.3. Possibilita maior confiança e competência dos pais.

4.1.4. Proporciona estímulos sensoriais positivos.

4.1.5. Estimula o aleitamento materno.

4.1.6. Reduz o risco de infecção hospitalar.

4.1.7. Reduz o estresse da família.

4.1.8. Melhora a comunicação da família com a equipe de saúde.

4.1.9. Diminui a permanência hospitalar.

4.2. Vantagens

4.2.1. Como vantagens para o bebê, há:

4.2.1.1. Melhor controle térmico.

4.2.1.2. Melhora dos ritmos cardíacos e respiratórios.

4.2.1.3. Menor período de apneia.

4.2.1.4. Aumento ou adequação da oxigenação.

4.2.1.5. Diminuição do risco de refluxo gastroesofágico (RGE).

4.2.1.6. Aumento da estimulação sensorial.

4.2.1.7. Aumento do sono profundo.

4.2.1.8. Redução dos períodos de agitação e de choro.

4.2.1.9. Maior ganho de peso.

4.2.1.10. Menor risco de infecção hospitalar.

5. Conceito

5.1. O método canguru faz parte da Atenção Humanizada ao Recém-Nascido de Baixo Peso.

6. Procedimentos

6.1. ETAPA 1

6.1.1. Inicia-se no pré-natal da gestante de alto risco, passa pelo parto e nascimento e segue pela internação do recém-nascido na UTI. A equipe minimiza a separação entre o recém-nascido e seus pais, favorecendo a formação e o fortalecimento dos laços afetivos.

6.2. ETAPA 2

6.2.1. A mãe fica com o bebê na Unidade de Cuidados Intermediários Canguru (UCINCa) em tempo integral. Esse período funciona como um “estágio” pré-alta hospitalar. A mãe assume os cuidados do filho sempre sob a orientação da equipe. Esta etapa é essencial pois prepara a família para os cuidados com o bebê após a alta hospitalar.

6.3. ETAPA 3

6.3.1. Inicia-se na alta hospitalar e garante a continuidade do cuidado à criança. Nesse período, o bebê e sua família receberão atenção no domicílio, na Unidade de Saúde da Família e ainda continuarão vinculados ao hospital de origem. Isso ocorre até o bebê alcançar 2.500g, quando recebe alta do Método Canguru.