Pipetas

pipeta

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
Pipetas por Mind Map: Pipetas

1. Pipeta de deslocamento de ar

1.1. Utilizada em amostras aquosas

1.2. Modo de funcionamento

1.2.1. Quando o embolo é pressionado, o pistão se move pra baixo, expulsando o ar, que é deslocado pelo pistão

2. Pipeta de deslocamento positivo

2.1. Uso em amostras dificultadas

2.2. Funcionam como uma seringa

3. Cuidados para o uso de Pipetas

3.1. Fluxo do líquido deve ser contínuo

3.2. Olhos posicionados na altura do menisco

3.3. Utilizar pipetas íntegras e descartar as que estiverem quebradas

3.4. Não pipetar com a boca

3.5. Usar pipetas com o volume mais próximo do pedido

3.6. Pipetas limpas e secas

3.7. Pipetar sempre na vertical

4. Usadas para medir e transferir líquidos de um recipiente a outro

4.1. Pode ser Graduada ou Volumétrica

4.1.1. Graduada

4.1.1.1. Tubo de vidro com marcações uniformes em todo o seu comprimento

4.1.2. Volumétrica

4.1.2.1. Tubo de vidro com apenas uma marcação

5. Pipetas automáticas

5.1. Podem ter uma ou mais ponteiras

5.2. São utilizadas para medir e transferir volumes muito pequenos de líquidos

5.3. Cuidados com a PA

5.3.1. Manutenção e calibração em ordem

5.3.2. Pipetas e ponteiras de qualidade

5.3.3. Experiência Prática

5.3.4. Nunca sair da posição vertical ao pipetar

5.3.5. Efetuar aspiração do líquido de forma lenta

5.3.6. Dar pausa de de uma fração de segundos após a aspiração

5.3.7. Evitar aspirações de líquido para dentro da pipeta

5.3.7.1. Pistão deve ser limpo com álcool 70%

5.3.8. Manter pipetas em posição vertical após o uso

6. Calibração

6.1. Verificação consiste em relacionar o valor medido com o valor indicado pela pipeta

6.1.1. Deve-se verificar a calibração quando:

6.1.1.1. A pipeta sofre algum dano

6.1.1.2. Após manutenção e troca de peças

6.1.1.3. Há mudança do controle de qualidade

6.1.1.4. De acordo com a orientação do fabricante

6.2. Método Gravimétrico

6.2.1. Realizado em laboratório de calibração especializado

6.2.1.1. Determinação da massa de um líquido escorrido ou contido na pipeta

6.2.1.1.1. Leva-se em conta

6.3. MétodoTritrimétrico

6.3.1. Medição de uma quantidade de NaOH em relação ao valor dispensado pela pipeta

6.3.1.1. Valor dispensado pela pipeta não tem interferência por:

6.3.1.1.1. Temperatura

6.3.1.1.2. Umidade

6.3.1.1.3. Pressão atmosférica

6.4. Método Fotométrico

6.4.1. Medição de diferentes diluições de amostras e leitura fotométrica