TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS

Começar. É Gratuito
ou inscrever-se com seu endereço de e-mail
Rocket clouds
TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS por Mind Map: TRANSTORNOS PSIQUIÁTRICOS

1. DEPRESSÃO

1.1. Diagnóstico

1.1.1. DSM-V

1.1.1.1. 5 ou + sintomas / > 2 semanas

1.1.1.2. Pelo menos 1 é obrigatório:

1.1.1.2.1. Humor deprimido

1.1.1.2.2. Sintomas Fundamentais

1.1.1.2.3. Perda do prazer

1.1.1.3. Outros: peso; sono; fatiga...

1.1.1.4. Classificação: Leve; Moderada: Grave

1.1.2. CID-10

1.1.2.1. Sintomas acessórios: desconcentração; baixa autoestima; sono; apetite...

1.1.2.2. Classificação:

1.1.2.2.1. Leve: 2 fundamentais + 2 acessorios

1.1.2.2.2. Moderado: 2 fund + 3/4 acessórios

1.1.2.2.3. Grave: 3 fund + > 4 acessórios

1.2. Subtipos

1.2.1. Com sintomas ansiosos

1.2.2. Com características melancolicas

1.2.3. Com características atípicas ( 2 ou +)

1.2.3.1. Ganho de peso

1.2.3.2. Hipersonia

1.2.3.3. Peso nos braços ou pernas

1.2.3.4. Sensibilidade a rejeição interpesoal

1.2.4. Com padrão sazonal

1.2.5. Com Catatonia: lentificação psicomotora; mutismo; caretas; encopraxia

1.3. Tratamento

1.3.1. 6 a 9 meses

1.3.2. 6 sem sem melhora -> ⬆️ dose -> reaval 6 sem s/ melhora -> associar, trocar ou eletroconvulsoterapia

1.3.3. ISRS: citalopram, escitalopram, fluoxetina, sertralina, fluvoxamina

1.3.3.1. Efeitos comuns: ganho peso, disfunção sexual, sonolência/insônia

1.3.3.1.1. Citalopram: alarga QT

1.3.3.1.2. Fluoxetina: perda de peso

1.3.3.1.3. Sertralina: diarreia

1.3.4. IRSN: venlafaxina, desvenlafaxina, duloxetina, levomilnacipram, milnacipram

1.3.4.1. Efeito mais comum: nausea

1.3.4.2. Outros: ⬆️ PA, semelhantes ao ISRS

1.3.5. Tetracíclicos: maprolitina

1.3.5.1. Efeitos: semelhantes tricíclicos

1.3.6. Triciclicos: amitriptilina, nortriptilina, clomipramina, imipramina, doxepina;

1.3.6.1. Efeitos: arritmia; ef anticolin, diminui limiar convulsivo, ganha peso, sedação;

1.3.7. Atípicos

1.3.7.1. Bupropiona: ⬇️ limiar convulsivo; insônia; boca sena, perda de peso

1.3.7.1.1. CI em anorexia e bulimia

1.3.7.2. Agomelatina: Hepatotoxica

1.3.7.3. Mirtazapina: boca seca, ⬆️ apetite e peso;

1.3.7.4. Inibidores da MÃO: selegilina; tranilcipromina;

1.3.7.4.1. Efeitos: Sd. Serotoninérgica; Crise Hipertensiva

1.3.7.5. Moduladores da Serotonina: Trazadona

1.3.7.5.1. Sd serotoninergica (não usar com IMAO)

1.3.7.5.2. Outros: priapismo, arritmia...

1.4. DISTMIA (Transtorno depressivo persistente

1.4.1. Transtorno depressivo > 2 anos de evolução

2. MANIA/HIPOMANIA

2.1. Diagnóstico

2.1.1. DSM-V

2.1.1.1. Episódio maníaco

2.1.1.1.1. Humor anormal > 1 sem

2.1.1.1.2. 3 ou + sintomas

2.1.1.1.3. Prejuízo social

2.1.1.1.4. Classificação: Leve, mod e grave

2.1.1.2. Episódio hipomaníaco

2.1.1.2.1. Sem prejuízo social grave

2.1.1.2.2. Sem características psicotica

2.2. Tratamento:

2.2.1. Mania grave

2.2.1.1. Lítio ou Valproato ➕ Antipsicótico

2.2.1.1.1. Efeitos Lítio

2.2.2. Hipomania, mania leve/mod

2.2.2.1. Risperidona ou Olanzapina

3. TRANSTORNO BIPOLAR

3.1. Diagnóstico

3.1.1. DSM-V

3.1.1.1. Tipo 1: 1 ou + episódio maníaco

3.1.1.2. Tipo 2: 1 ou + episódio hipomaníaco. Jamais episódio maníaco

3.1.2. CID-10

3.1.2.1. 2 ou + episódios de transtorno de humor (hipomania, mania, depressão)

3.1.2.1.1. Obrigatório Mania ou Hipomania

3.2. Tratamento

3.2.1. De acordo com fase que se encontra

3.2.2. Triciclicos relacionados a virada maniaca

3.2.3. Na depressão associar estabilizador do humor

4. CICLOTIMIA

4.1. Depressão não é critério obrigatório

4.2. Períodos com sintomas hipomaníacos e depressivos, mas sem critérios para os menos

4.3. 2 ou + anos

4.4. Estabilizadores do humor + psicoterapia

5. TRANSTORNO DE PÂNICO

5.1. Medo/desconforto intenso de 20 a 30 minutos

5.2. Diagnóstico

5.2.1. Ataque de pânico

5.2.1.1. Agudos e autolimitados

5.2.2. Transtorno do pânico

5.2.2.1. Ataque do pânico ➕ 1 mês de:

5.2.2.1.1. Apreensão/preocupação persistente acerca de ataques do pânico

5.2.2.1.2. Mudança desadaptativa no comportamento devido os ataques

5.3. Tratamento

5.3.1. ISRS ou IRSN

5.3.1.1. 8 a 12 sem p efeito

5.3.2. Associar benzodiazepinico no inicio

5.3.3. Manter por 1 a 2 anos após controle

6. AGORAFOBIA

6.1. Medo de lugar público e onde tem multidão

6.2. > 6 meses de evolução

6.3. Tratamento: ISRC ou IRSN

7. TRASNTORNO DE ANSIEDADE GENERALIZADA (TAG)

7.1. Ansiedade e preocupação excessiva + queixas clinicas

7.2. Diagnóstico: sintomas maioria dos dias + > 6 meses + prejuízo social

7.3. Tratamento: psicoterapeuta + ISRS ou IRSN

8. TRANSTORNO DE ANSIEDADE SOCIAL (FOBIA SOCIAL)

8.1. Medo de se expor em público

8.2. Tipos

8.2.1. Fobia social

8.2.2. Fobia social somente desempenho

8.2.2.1. Medo restrito a fala/desempenho em público

8.3. Tratamento

8.3.1. ISRS ou IRSN

8.3.1.1. 4 a 6 sem p iniciar o efeito; 12 a 16 semanas efeito pleno

8.3.1.2. Manter por mais 6 a 12 meses após

8.3.2. Benzodiazepinicos ou beta bloq 30 a 60 min antes de exposição

9. FOBIA ESPECÍFICA

9.1. Medo acentuado por objeto ou situação específica

9.2. Quadro clínico > 6 meses

9.3. Tratamento

9.3.1. TCC (exposição ao fator)

9.3.2. Benzo de ação rápida 30 min antes da exposição

10. TRANSTORNO OBSESSIVO- COMPULSIVO (TOC)

10.1. Obsessão: pensamentos/imagens recorrentes/persistente indesejados

10.2. Compulsão: comportamento repetitivos ou atos mentais em resposta a obsessão;

10.3. Diagnóstico DSM-V

10.3.1. Presença de obsessão e/ou compulsão, > 1 hora por dia,

10.3.2. Causam sofrimento social

10.4. Tratamento

10.4.1. TCC

10.4.2. ISRS

10.4.2.1. 6 sem p ter efeito; Manter 1 a 2 anos

10.4.3. Segunda linha: clomipramina, venlafaxina e antipsicóticos

11. TRANSTORNO DE ESTRESSE PÓS TRAUMÁTICO (TEPT) e TE AGUDO

11.1. TEA

11.1.1. Transtorno que surge logo após o trauma de forma aguda

11.1.1.1. 3 dias a 1 mês após o trauma

11.1.1.1.1. TCC + Benzodiazepinico

11.2. TEPT

11.2.1. Transtorno crônico ou recorrente

11.2.1.1. > 1 mês após o trauma

11.2.1.1.1. TCC

11.2.1.1.2. ISRS ou Venlafaxina

11.2.1.1.3. Refratário: antipsicóticos atípicos

12. ESQUIZOFRENIA

12.1. Fatores de risco: imigração; urbanização; nascer entre inverno e primavera; pai idade avançada na concepção;

12.2. Sintomas Positivos (denotam exagero)

12.2.1. Alucinações (relacionada aos sentidos

12.2.1.1. + comum: auditiva🙉

12.2.2. Delírio: alteração do pensamento

12.2.3. Desorganização do pensamento e comportamento

12.2.3.1. Catatonia

12.2.3.2. Fuga do assunto

12.3. Sintomas negativos (perda de funções e sentimentos

12.3.1. Apatia, avolia (falta de vontade), anedonia (falta de prazer), afeto embotado, monossílabico

12.4. Sintomas prodromicos: iniciais de difícil percepção

12.4.1. Ansiedade, irritabilidade, humor deprimido, isolamento...

12.5. Personalidades pré mórbidas

12.5.1. Esquizoide: isolamento, introspecção, frieza emocional

12.5.2. Esquizotípica: comportamento estranho, crenças excêntricas

12.6. Diagonostico

12.6.1. DSM-V

12.6.1.1. 2 ou +, por 1 mês ou +, obrigatório 1,2 ou 3

12.6.1.1.1. Delirio

12.6.1.1.2. Alucinações

12.6.1.1.3. Discurso desorganizado

12.6.1.1.4. Comportamento desorganizado

12.6.1.1.5. Sintomas negativos

12.6.1.2. Disfunção sócio-ocupacional

12.6.1.3. Quadro > 6 meses

12.7. Subtipos (CID-10)

12.7.1. Paranóide

12.7.1.1. Delírio persecutório, grandeza, alucinações auditivas

12.7.2. Hebefrênica

12.7.2.1. Inadequação do afeto, risos imotivado, desorganiz. do pensam

12.7.3. Catatônica

12.7.3.1. Posturas bizarras, mutismo, rigidez

12.7.4. Indiferenciada

12.7.4.1. Não fecha critério para nenhum

12.7.5. Residual

12.7.5.1. Estágio tardio com presença persistente de sintomas negativos

12.7.6. Simples

12.7.6.1. Residual sem sintomas psicóticos

12.7.7. Depressão pós-esquizofrenia

12.8. Tratamento

12.8.1. Fase Aguda

12.8.1.1. Internação

12.8.1.1.1. Se condutas agressivas

12.8.1.2. Antipsicóticos

12.8.1.2.1. Monoterapia, dose baixa, ⬆️progressivo;

12.8.1.2.2. Avaliar resposta após 6 sem

12.8.1.2.3. Típicos ( 1• geração)

12.8.1.2.4. Atípicos (2• geração)

12.8.2. Manutenção

12.8.2.1. Continuar antipsicótico de forma indefinida na menor dose possivel

12.9. TRANSTORNO PSICÓTICO BREVE

12.9.1. Sintomas psicóticos no máximo 1 mês

12.9.2. Tratamento: Antipsicóticos em dose baixa

12.9.2.1. Até 1 a 3 meses após melhora

12.10. TRANSTORNO ESQUIZOFRENIFORME

12.10.1. Dura entre 1 e 6 meses

12.10.2. Tratamento: Antipsicóticos

13. TRANSTORNO DELIRANTE

13.1. Ideia delirante fica e inabalável

13.2. Tende a ser crônico e sem remissões

13.3. Diagnóstico: > 1 mês de duração

13.4. Subtipos

13.4.1. Erotomaníaco

13.4.1.1. Outra pessoa está apaixonada por ele

13.4.2. Grandioso

13.4.3. Ciumento

13.4.3.1. O parceiro é infiel

13.4.4. Persecutório

13.4.5. Somático

13.4.5.1. Funções ou sensações corporais

13.5. Tratamento: Antipsicóticos

14. TRANSTORNO ESQUIZOAFETIVO

14.1. Sintomas de transtorno de humor + sintomas psicóticos

14.2. Subtipos

14.2.1. Bipolar: tem mania na história

14.2.2. Depressivo: tem somente depressão

14.3. Trantamento: antidepressivos, estab do humor e Antipsicóticos

15. TRANSTORNOS ALIMENTARES

15.1. ANOREXIA NERVOSA

15.1.1. Diagnóstico DSM-V

15.1.1.1. Restrição da ingestão calórica, ⬇️peso

15.1.1.2. Medo intenso de ganhar peso

15.1.1.3. Perturbação na percepção da forma do corpo

15.1.2. Outros

15.1.2.1. Perda de apetite é rara; baixa libido; insônia;

15.1.2.2. Hipotermia, edema, bradicardia, hipotensão, lesões cutâneas

15.1.2.3. Hipogonadismo, hipercortisolemia, osteoporose, AMENORRÉIA

15.1.2.4. Leucopenia com linfocitose; ⬆️ Ur e Cr; Alcalose metabolica e hipoK

15.1.3. Tipos

15.1.3.1. Restritivo: sem compulsão alimentar ou purgação últimos 3 meses

15.1.3.2. Compulsão alimentar purgativa

15.1.4. Gravidade (IMC)

15.1.4.1. Leve: > ou = 17

15.1.4.2. Moderada: 16-16,99

15.1.4.3. Grave: 15-15,99

15.1.4.4. Extrema: < 15

15.1.5. Tratamento

15.1.5.1. TCC + manejo comorbidades PQT

15.1.5.2. Ganho de 0,5 kg/sem

15.1.5.3. Critérios de internação

15.1.5.3.1. FC<40; PA<80x60; hipotensão ortostática; arritmia; IMC<15; desidratação grave; edema importante ou P<2; complicações de desnutrição;

15.2. BULIMIA NERVOSA

15.2.1. Compulsão alimentar + comportamento compensatorio

15.2.2. Outros: preocupação com peso; geralmente peso normal ou ⬆️; sensação de falta de controle sobre a ingesta em um episódio;

15.2.3. Diagnóstico DSM-V

15.2.3.1. 1 ou + vezes na semana por 3 meses

15.2.4. Gravidade (episódios/sem)

15.2.4.1. Leve: 1 a 3

15.2.4.2. Moderada: 4 a 7

15.2.4.3. Grave: 8 a 13

15.2.4.4. Extrema: 14 ou mais

15.2.5. Tratamento:

15.2.5.1. TCC + manejo comorbidades PQT

15.2.5.2. ISRS

15.2.5.2.1. 1• linha: Fluoxetina

15.2.5.3. Não usar bupropiona

15.3. TRANSTORNO ALIMENTAR RESTRITIVO/EVITATIVO (TARE)

15.3.1. Falta de interesse alimentar

15.3.2. Tratamento: suporte nutricional e psicoterapia

15.4. TRANSTORNO DE COMPULSÃO ALIMENTAR

15.4.1. Semelhante bulimia mas sem comportamento inapropriado

15.4.2. Tratamento: TCC + ISRS

16. SUICÍDIO

16.1. Risco baixo: pensamento suicida, mas sem planos

16.1.1. Tratamento por médico generalista

16.1.1.1. Se não houver melhora ➡️ Psiquiatra

16.2. Risco Médio: pensamentos e planos suicida, mas não pretende cometer nesse momento

16.2.1. Psiquiatra o mais rápido possível

16.3. Risco alto: tem planos, meios e deseja fazer prontamente; ou tentou suicídio recente, ou varias tentativas prévias

16.3.1. Psiquiatra imediato, internação se necessário

16.3.2. Se não conseguir Psiq. ➡️ PS

16.3.3. Nunca deixar essa pessoa sozinha